Vitor Belfort abandonaria TRT pelo cinturão

142

Vitor Belfort está determinado a conquistar o topo de alguma categoria do UFC. E para isso ele admitiu ao site “UOL” que abriria mão do TRT, a polêmica Terapia de Reposição de Testosterona.

Alternando combates entre os médios e meio-pesados, o brasileiro possui luta marcada contra o veterano Dan Henderson, no dia 9 de novembro, pelo UFC Goiânia. Sabendo que sua situação na organização já foi melhor, especialmente no que diz respeito ao relacionamento com Dana White, o Fenômeno aceitou o combate com Hendo, por não ver nenhum outro bom adversário possível na categoria e por querer ficar cada vez mais perto da disputa do cinturão.

“Nós não vimos nenhuma luta no peso que faria sentido, e o Dan Henderson é um cara que já me venceu, muito experiente, já ganhou dos melhores do mundo. Então, seria uma revanche que traria algo importante enquanto espero o vencedor da luta pelo cinturão e aguardo o UFC me dar essa luta para eu partir para dentro. A montanha que está na frente é Dan Henderson e é nessa montanha que estou pensando.”

Belfort ainda afirmou que não se importaria de não usar mais o TRT se fosse necessário para lutar pelo título.

“Sem problema nenhum. Se acharem justo eu ficar em desvantagem, tudo bem. Eu já falei que, se isso fosse de acordo, sim. Mas já me falaram que esse não é o problema. Eles (UFC) não querem que eu entre de uma maneira desleal. O UFC me falou: ‘você não pode lutar em desvantagem’. Na realidade, eu não estou a mais (com o TRT), eu estou igual. O tratamento é isso. O grande lance que as pessoas não entenderam é que sou o único cara que faz o teste de doping no exame de sangue. Muitos lutadores não fazem, muitos usam muitas coisas ilícitas e não são testados, como eu sou.”

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here