Vídeo = Conor McGregor acelera seu iate “Lamborghini” de 4.000 cavalos ao limite

Foram produzidos 63 barcos de luxo a um custo de cerca de 20 milhões de reais

Mais de um mês atrás, Connor McGregor postou uma nova aquisição em seu Instagram: um iate construído em cooperação com a Lamborghini. Naquela época, o navio ainda estava na fase de transporte, mas para quem está ansioso para vê-lo em movimento, o grande momento chegou.

 

O astro do UFC fez um vídeo de 15 segundos por meio de sua conta oficial no Twitter para mostrar o desempenho do Tecnomar Lamborghini 63, que tem uma potência não inferior a 4.000 cavalos e um custo de 18,6 milhões de reais.

Desenvolvido em cooperação com o Italian Ocean Group, o número de iates (63) a serem construídos é para comemorar o ano de fundação da Lamborghini, ou seja, 1963.

O navio está equipado com dois motores marítimos V12 com potência máxima de 4.000 cavalos. Como resultado, este navio de 19 metros pode atingir uma velocidade de até 120 km / h. Em outras palavras, no vídeo, McGregor atingiu o limite do iatismo.

Com um perfil que chama a atenção, o design externo possui casco e estrutura voltada para a dinâmica dos fluidos. Algumas referências históricas inspiraram o estilo que define os iates, como as linhas criadas por Marcello Gandini em Miura e Countach nas décadas de 1960 e 1970.

iate da Lamborghini traz várias referências históricas da fabricante — Foto: Divulgação

A capota rígida é inspirada no modelo conversível da Lamborghini. Os faróis são uma homenagem aos carros conceito Terzo Millennio e Sián FKP 37, ambos com faróis em forma de Y.

A inspiração para os superesportivos também apareceu na cabine. Há um painel de instrumentos digital com uma tela grande, um volante de fundo plano (semelhante a um carro) e bancos esportivos parcialmente feitos de plástico reforçado com fibra de carbono.

As luzes de proa são uma homenagem ao carro-conceito Terzo Millennio e ao Sián FKP 37 — Foto: Divulgação

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here