Thunder Fight 4: Jorge Macaco e Celsinho Venicius disputam cinturão na luta principal

253
Atletas reeditam rivalidade histórica, valendo título peso-leve do evento, que acontece dia 20 de junho, em São Paulo; Nomes conhecidos do MMA nacional completam card.
Macaco e Celsinho se enfrentam na luta principal do Thunder Fight 4, dia 20/6 – Foto: Divulgação

No fim dos anos 1990 e início dos anos 2000, uma intensa rivalidade entre as equipes Chute Boxe e Ryan Gracie marcou o cenário do vale-tudo brasileiro dentro e fora dos ringues. No dia 20 deste mês, em uma nova era do MMA nacional, dois dos principais líderes e representantes dessas gerações se enfrentam na luta principal do Thunder Fight 4. Jorge Patino “Macaco”, pela Chute Boxe, e Celsinho Venicius, pupilo de Ryan Gracie, disputam o cinturão peso-leve (até 70kg) do Thunder Fight, em São Paulo, no ginásio do Pacaembú, em um dos confrontos mais aguardados da história deste esporte. 
O Thunder Fight 4 terá ainda outras 12 lutas, com início às 16h, porque vigora no bairro uma determinação de horário que proíbe eventos esportivos depois das 22h, com exceção do futebol. Os ingressos já estão à venda através do site www.ingresse.com/thunderfight4, com valores de R$ 45 (arquibancada), R$ 100 (cadeira) e R$ 150 (camarote), e também nas equipes participantes. A imprensa interessada na cobertura do evento deverá realizar pedido de credenciamento através do site da Garra Comunicação, clicando aqui, até o dia 18 de junho, às 21h.
“A rivalidade entre Chute Boxe e Ryan Gracie sempre foi muito forte e o Thunder Fight será o primeiro evento a reeditá-la”, destaca o organizador do Thunder, Marcelo Kina. “Mais importante do que só a rivalidade é o show que Jorge Macaco e Celsinho Venicius vão protagonizar dentro do cage, já que são dois dos principais atletas de MMA da atualidade. Mostraremos mais uma vez que o MMA é um esporte de alto nível e seguro. Além dessa luta principal, teremos uma mistura de gerações em ação para proporcionar um grande espetáculo ao público presente”.
Veterano “garoto” contra multicampeão do jiu-jitsu
Aos 42 anos, Jorge Macaco contraria a lógica ao seguir no alto nível do MMA. Dono de seis cinturões, veterano do UFC, Strikeforce, Pride e Meca, completou, em 2015, vinte anos da sua primeira luta profissional, e acumula cartel de 37 vitórias e 15 derrotas. Em suas duas últimas exibições, em um período de menos de um mês entre novembro e dezembro de 2014, saiu vitorioso, sendo uma delas no WSOF. Macaco é hoje um dos principais mentores de nomes do esporte como Charles do Bronx, Thomas Almeida e Allan Puro Osso, na Chute Boxe Diego Lima.
Celsinho Venicius é tricampeão mundial de jiu-jitsu na faixa-preta, campeão pan-americano e sul-americano, considerado o melhor peso-leve da arte-suave nos anos 2000. Hoje com 31 anos, assumiu a liderança da academia Ryan Gracie com a morte do fundador em 2007, e estreou no MMA em 2011 para nunca ser derrotado em cinco lutas. Três de seus triunfos vieram por finalização, os dois últimos em março e agosto de 2014.
Duelos de gerações e luta feminina
O Thunder Fight 4 terá, ainda, confrontos de gerações em seu card. Na co-luta principal, o jovem Felipe Buakaw, de 23 anos, enfrenta Bruno Marquês, de 31. Apesar de jovem, Buakaw, que representa a 011 MMA Team, soma oito vitórias e duas derrotas no cartel e tem experiência internacional no XFC. Já Marquês defende as cores da Chute Boxe e carrega consigo recorde de sete triunfos e cinco revéses.
O promissor Victor Figueiredo, de 22 anos, nasceu quando seu adversário, Alexandre Sagat, já tinha 16 anos. No dia 20 de junho, os dois se enfrentam vindo de vitórias. Victor, que venceu suas últimas seis lutas, vem de triunfo espetacular, por nocaute com um chute rodado, sobre Thiago TKS, na última edição do Thunder Fight, e acumula sete triunfos e duas derrotas no cartel. Sagat, por sua vez, venceu seis de seus últimos nove confrontos, sendo o último deles honrando sua faixa-preta de jiu-jitsu ao finalizar Paulo Roma com um mata-leão, em abril deste ano.
Entre as mulheres, duelo entre Arielle Souza e Aline Sattelmayer. A primeira é uma finalizadora e já venceu quatro vezes na carreira, sendo três por finalização e a última por nocaute técnico, em abril deste ano. Já Sattelmayer ficou conhecida no cenário do MMA por lutar na mesma noite do marido e companheiro de treinos Ricardo Sattelmayer, em 2013. Apesar de ter apenas 24 anos, soma nove vitórias e sete derrotas na carreira.
THUNDER FIGHT 4
Data: Sábado, dia 20 de junho de 2015
Horário: 16h (Abertura dos portões: 15h)
Local: Ginásio do Pacaembú – São Paulo (SP)
Endereço: Praça Charles Muller – S/nº
CARD DE LUTAS
Até 70 Kg (Disputa de cinturão) – Jorge Patino Macaco (Chute Boxe/Macado Gold Team) vs Celsinho Venicius (Ryan Gracie)
Até 66 Kg – Felipe Buakaw (011 MMA) vs Bruno Marquês (Chute Boxe )
Até 61 Kg – Fabio Borracha (Peso Pesado) vs André Motoca (G13 MMA)
Até 77 Kg – Victor Figueiredo (Peso Pesado) vs Alexandre Sagat (GYM 4 Life)
Até 57 Kg – Romulo Tinetti (Corinthians MMA) vs Zé Reborn (Reborn Team)
Até 70 Kg – Edson Cabelo (B9 MMA) vs Marcelo Matias (Team Matias)
Até 66 Kg – Eduardo Bombeiro (Colizão) vs Thiago “Tks” (K2 MMA)
Até 70 Kg – Jânio Mancha (Gibi Thai) vs Eder Soares (Lotus Club)
Até 52 Kg – Arielle Souza (Gold Team) vs Aline Sattelmayer (Team Sattelmayer)
Até 66 Kg – Janio Vitamina (Ryan Gracie) vs Tiago Samurai (Power Lotus)
Até 120 Kg – Marcelo Golm (Corinthians MMA) vs Danilo Espera (Peso Pesado)
Até 52 Kg – Keven Santos (Amazon Black Belt) vs Jeferson Pedro (Chute Boxe)
Até 61 Kg – Guido Santos (Lotus Club) vs Alisson Lira (Iron Brothers)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here