Segundo o site, o UFC se encontrará com Borrachinha e avançará a batalha contra Whittaker até o dia 17 de abril.

O brasileiro que tentava devolver a condição de desafiante ao campeonato chegou a um acordo verbal com o ex-campeão para exigir um duelo importante no peso médio

Paulo Borrachinha é o último desafiante do cinturão dos médios (até 83,9 kg), o Ultimate quase cumpriu seus desejos pessoais. Segundo “Sherdog”, a empresa encaminhou o conflito entre o mineiro e Robert Whittaker no dia 17 de abril, mas ainda não foi determinado. Segundo o site norte-americano, os atletas têm acordos verbais para lutar.

Borrachinha foi derrotado pelo israelense Adesanya em outubro de 2020 e continuou a desafiar Whittaker poucos dias após perder para o nigeriano no campeonato. O mineiro está disposto a retomar o título de competidor direto quanto antes e viu a oportunidade de encarar com bons olhos o ex-campeão do grupo, que atualmente ocupa o primeiro lugar do ranking.

Quando Paulo expressou publicamente seu desejo de trocar forças com o australiano, Robert continuou seu plano de conquistar o título porque ganhou duas vezes consecutivas. Super luta entre Adesanya e Jan Blachowicz no cinturão dos meio-pesados ​​(peso até 93 kg). O UFC viu o duelo entre Whittaker e Borrachinha com outros olhos, pois o atual campeão passará temporariamente para a categoria principal.

Paulo tem 29 anos e é considerado uma das grandes figuras da nova geração do MMA brasileiro no Brasil. Hoje, o mineiro deu 14 palestras como profissional de MMA e conquistou 13 vitórias e 1 revés.

Whittaker foi o líder do evento peso médio de 2017 a 2019. Após duas vitórias consecutivas, ele redescobriu uma boa fase de sua carreira. Hoje, o atleta soma 27 jogos, 22 vitórias e 5 derrotas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here