Técnico revela que José Aldo ainda quer lutar contra Anthony Pettis no UFC

171

O duelo poderia ter ocorrido na edição 163, em agosto, no Rio de Janeiro, mas uma lesão impediu a participação de Anthony Pettis, que acabou substituído pelo Zumbi Coreano, derrotado por José Aldo por nocaute técnico no quarto round. O manauara, que manteve o cinturão do peso pena, no entanto, ainda pensa em um duelo contra o Showtime, novo campeão dos leves, tirando o título de Ben Henderson.

Em entrevista ao site MMA Junkie, André Pederneiras, técnico de José Aldo e líder da equipe Nova União, no Rio de Janeiro, disse que o campeão dos penas gostaria de enfrentar Anthony Pettis. Segundo o treinador, o brasileiro até poderia subir para a categoria leve, mas sem deixar de lado o cinturão. Entretanto, caso o norte-americano quisesse baixar para os penas, o duelo só dependeria do UFC, conforme o técnico.

“Nós só precisamos falar com Dana White. Se o Aldo não precisar devolver o cinturão no UFC, como Dana ofereceu da última vez, ele lutaria no peso leve. Se ele tiver que dar o cinturão de volta, aí o Aldo enfrentaria o Pettis no peso pena. Mas ele (José Aldo) não pode desistir do cinturão se subir de categoria”, reforçou o treinador.

André Pederneiras disse, porém, que não sabe qual será o próximo adversário de José Aldo. Se for no peso pena, o treinador até citou o norte-americano Ricardo Lamas, segundo no ranking da categoria, como provável desafiante, já que o brasileiro declarou recentemente que não teria interesse em dar nova chance a Chad Mendes, batido no UFC 142, para uma revanche. “O Aldo quer lutar contra o Pettis, mas eu não sei se o UFC colocaria Ricardo Lamas em primeiro lugar”, declarou.

Além disso, Anthony Pettis já tem marcada a primeira defesa de cinturão dos leves. O Showtime vai encarar o veterano Josh Thomson, ex-campeão da mesma categoria do extinto Strikeforce, evento incorporado ao UFC. O duelo ocorrerá na luta principal do UFC on Fox 9, em 14 de dezembro, em Sacramento, na Califórnia.

Campeão do extinto WEC, evento incorporado ao UFC, José Aldo herdou o cinturão do peso pena na organização comandada por Dana White, e manteve o título em cinco defesas. Já Pettis desceria dos leves para encarar o manauara no Rio de Janeiro, mas decidiu permanecer na divisão e foi anunciado como desafiante de Ben Henderson. O Showtime levou a melhor contra o Smooth, com finalização no primeiro round, na luta principal da edição 164, em Milwaukee, e desbancou o então campeão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here