No XFCi 9, campeões da primeira temporada voltam ao hexágono em duelos internacionais

234
Will Galvão, Alberto Uda e Natan Schulte atuam pela primeira vez desde a conquista das medalhas de ouro; evento terá disputa de cinturão, finais e semifinais de torneios.

A caminhada até a conquista dos torneios do XFC é árdua e requer muito trabalho, já que são disputadas até três lutas em cerca de seis meses. No dia 14 de março, no XFCi 9, três campeões da primeira temporada estarão de volta ao hexágono no ginásio do São Paulo Futebol Clube, servindo de inspiração para os 14 atletas divididos em sete lutas de finais e semifinais dos GPs da segunda temporada. Will Galvão, Natan Schulte e Alberto Uda atingiram seus objetivos em junho e retornam em superlutas para enfrentar, respectivamente, os russos Gennadyi Kovalev, Igor Egorov e o bielorrusso Boris Miroshnichenko.

A RedeTV! transmite, ao vivo, o card principal, que terá a luta de Will Galvão, a partir das 00h30, na madrugada de sábado para domingo. O TerraTV retransmite o evento na terça-feira, dia 18, e a RedeTV! leva ao ar o card preliminar no sábado seguinte, dia 21. O presidente Myron Molotky acredita que a presença dos três campeões vá servir de inspiração para os atletas do XFCi 9.

“Valorizamos muito os nossos torneios”, ressalta Molotky. “Esses caras deram tudo no hexágono, se esforçaram ao máximo para conquistar o título e hoje estão próximos de disputar os cinturões do XFC. São alguns dos melhores lutadores da atualidade e vão motivar ainda mais a nova geração que vai disputar nossas semifinais e a grande final feminina”.

Uda tenta se manter invicto e Will Galvão conta os minutos para lutar

Natural de Blumenau (SC), Alberto Uda volta ao hexágono após a conquista do GP peso-médio (até 84kg). Uda superou os compatriotas Wendres da Silva, na decisão unânime dos juízes, Christiano Frohlich, por nocaute técnico, e Thiago Rela com um triângulo no primeiro round. O catarinense de 30 anos está invicto nas sete lutas de sua carreira e tem figurado nas listas de principais prospectos do MMA mundial. No XFCi 9, enfrenta pela primeira vez um estrangeiro, o bielorusso Boris Miroshnichenko, de 24 anos e 19 lutas no cartel, sendo 13 vitórias.

“Estou treinando muito forte e independentemente de encarar um brasileiro ou um estrangeiro, minhas expectativas são as mesmas: lutar em alto nível e sair com o braço erguido. Sei que meu adversário gosta da trocação, apesar do estilo clássico de luta agarrada dos atletas do Leste Europeu, e isso vai ser bom para mim porque eu estou me sentindo bem completo. Vou usar todas as minhas armas para vencer essa luta e ir em busca do cinturão do XFC”, confia.

O brasiliense Will Galvão fez seu último duelo em abril, quando derrotou Cairo Rocha nas semifinais do GP dos meio-médios (até 77,1kg) e alcançou sua quarta vitória em cinco lutas. A final do torneio seria contra o argentino Kevin Mednila, que se lesionou e deu lugar a Pedro Junior, também lesionado às vésperas do XFCi 5. A organização, então, declarou Will campeão, e no XFCi 9 ele retorna à ação ainda mais motivado para enfrentar o russo Gennadyi Kovalev, que carrega cartel de 10 vitórias e três derrotas, com transmissão ao vivo na RedeTV!.

“Meu adversário joga mais plantado, é um cara que vem um pouco afoito até. Acredito que, pelo fato de ele aceitar a luta em cima da hora, vai para o tudo ou nada e preciso estar atento”, analisa Will, considerado inspiração para os atletas da categoria, cujas semifinais serão no XFCi 9. “Muito bacana saber que sou um espelho. Meu conselho é acreditarem no potencial deles e se dedicarem ao máximo, porque só assim você consegue chegar ao topo”.

Natan Schulte se prepara no Rio para superluta

O último duelo do card preliminar traz o campeão da primeira temporada do torneio dos leves, Natan Shulte, para encarar o russo Igor Egorov. Nascido e criado na cidade de Joinvile (SC), o atleta, de apenas 23 anos, luta profissionalmente há quatro anos vive ótima fase na carreira, sem perder nas últimas oito lutas, desde 2012. Na final do GP, em junho, superou o favorito Gláucio Eliziário. Para o XFCi 9, se preparou no Rio de Janeiro.

“Estou muito ansioso para voltar ao XFC. Treinei bastante, já tinha ido para o Rio no fim do ano e voltei agora para tentar elevar meu nível porque sei que os adversários vão ficando cada vez mais duros. Sei também que meu oponente gosta da luta agarrada, trabalha bem o ground and pound se tiver brecha, mas isso também me agrada bastante. Os russos estão em ascensão e eu fiquei muito feliz com esse duelo, estou com uma expectativa muito boa”, afirma.

Além das presenças dos campeões, o XFCi 9 conta com outros nove duelos, com destaque para a luta principal da noite valendo o cinturão mundial peso-mosca (até 56,7kg), entre Allan Puro Osso e Bruno Macaco, e a final do GP peso-mosca feminino, entre Poliana Botelho e Silvaneide Marretinha. Também serão conhecidos os finalistas dos torneios peso-galo masculino (até 61,2kg), peso-meio-médio masculino (até 77,1kg) e peso-palha feminino (até 52,2kg).

Ingressos à venda pela internet

Os fãs interessados em acompanhar do ginásio todas as emoções dos combates do card do XFCi 9 podem garantir lugar no show pela internet. Os ingressos estão à venda através do site Ticket360.com.br com preços entre R$ 40 a arquibancada (R$ 20 – meia-entrada) e R$ 150 a área VIP (R$ 75 – meia-entrada).

XFCi 9 – Serviço

Data: Sábado, dia 14 de março de 2015
Local: Ginásio do São Paulo Futebol Clube
Endereço: Rua Dr. Erasmo Teixeira de Assunção, Portão 13 – Morumbi, São Paulo
Horário: 21h (de Brasília)
Transmissão: Ao Vivo na RedeTV! a partir de 0h30 de sábado para domingo

Card Principal
Ao vivo na RedeTV! a partir de 00h30 (sábado para domingo)
Até 56,7kg: Bruno “Macaco” Souza x Allan Nascimento – Disputa do cinturão mundial
Até 56,7kg: Antonia Silvaneide “Marretinha” x Poliana Botelho – Final do torneio
Até 77,1kg: Gennadyi Kovalev (RUS) x Will Galvão – Superluta
Até 56,7kg: Julia Berezikova (RUS) x Julie Werner – Superluta

Card Preliminar
Transmissão na semana seguinte
Até 70,3kg: Igor Egorov (RUS) x Natan Schulte – Superluta
Até 84kg: Boris Miroshnichenko (BRS) x Alberto Uda – Superluta
Até 52,2kg: Viviane Pereira x Liana Pirosin – Torneio peso-palha feminino
Até 61,2kg: Daniel Virginio da Silva x Júlio Rodrigues – Torneio peso-galo masculino
Até 77,1kg: Cairo Rocha x Michel Pereira – Torneio peso meio-médio masculino
Até 77,1kg: Carlston Lindsay Harris x Paulo Cesar dos Santos – Torneio peso meio-médio masculino
Até 52,2kg: Vuokko Katainen (FIN) x Dora Perjes (HUN) – Torneio peso-palha feminino
Até 61,2kg: James Gray (EUA) x Edgar Cabello (MEX) – Torneio peso-galo masculino

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here