Lutadora transgêneros responderam a comentários transfóbicos: “Eles são nojentos”

A lutadora de MMA Alana McLaughlin chamou os comentários do lutador do UFC Sean O’Malley de “desagradáveis ​​e nojentos”. McLaughlin é a primeira mulher transgênero a competir oficialmente em artes marciais mistas nos Estados Unidos desde que Fallon Fox se aposentou em 2014.

Em seu canal no YouTube, Sean O’Malley acusou McLaughlin de traição por causa dos hormônios e afirmou que o atleta era “um covarde que compete com as mulheres”. Em resposta ao Instagram, o lutador afirmou que “a fobia só faz minha mão de bloqueio ficar mais forte”.

“Recebi muitos comentários nojentos, me chamando de mentiroso, assim como não luto há uma hora e meia.” McLaughlin, que venceu a batalha com Dean Celine, também pediu respeito ao oponente: “Você precisa mostrar Respeito a Celine e procuro outras coisas para se preocupar. Ela quase enviou para mim mais de uma vez, e ela definitivamente venceu o primeiro turno no placar.

A boxeadora foi rejeitada por várias academias até conseguir lutar pelo MMA Masters na Flórida. Para lutar, McLaughlin passou por uma série de testes e exames, incluindo testes de hormônios, que lhe garantiram o direito de lutar de forma justa com outras mulheres.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here