Dudu Dantas exalta duelo com Richman e mira nova disputa de cinturão com ex-companheiro

172
Carioca aproveita adiamento da luta para se recuperar de pequena lesão e fazer últimos ajustes antes de encarar norte-americano, neste dia 15 de maio, no Bellator.
Nos últimos sete meses, a divisão peso-galo do Bellator (até 61,2kg) sofreu importantes mudanças que refletem nos planos de Eduardo Dantas. Então campeão, ele perdeu o cinturão para Joe Warren no dia 10 de outubro e em março faria uma luta de title shot contra Mike Richman. Este, por sua vez, se lesionou pouco tempo antes, adiando o confronto, e Warren foi derrotado para o brasileiro Marcos “Loro” Galvão, que se sagrou campeão. Nesta sexta-feira, dia 15 de maio, Dudu Dantas enfrenta Richman no co-evento principal do Bellator 137, na Califórnia, Estados Unidos, com o posto de número um em mente, agora precisando ser conquistado em uma possível revanche contra o ex-companheiro de treinos, a quem derrotou por nocaute em fevereiro de 2013.
Apesar de todas essas mudanças e do apelo que traz a possível luta contra Loro, o carioca do Morro do Santo Amaro mantém toda a concentração no duro Richman, que tem moral no Bellator. A lesão que impediu o norte-americano de subir ao cage não foi suficiente para a organização desistir do duelo, remarcado de março para esta sexta-feira. O adiamento agradou ao brasileiro, que sofrera, à altura, um pequeno problema no dedão do pé direito. “A única coisa que essa mudança de data atrapalhou foi a dieta. Penso que no fim das contas foi bom porque tive mais tempo para aperfeiçoar minhas armas e recuperar dessa pequena lesão para a luta contra o Richman”, conta.
Aos 26 anos, Dudu chegou ao topo de sua divisão no Bellator em 2012 ao finalizar no segundo round Zach Makovsky, hoje um dos tops do UFC no peso-mosca. Após duas defesas de título bem-sucedidas, diante de Marcos Loro – atual campeão – e Anthony Leone, o brasileiro foi superado por Joe Warren em outubro de 2014 em duelo bastante equilibrado. Sem tirar o foco do embate com Richman, Dudu admite que o desejo é de uma nova disputa com o ex-companheiro de Nova União Marcos Loro, por quem nutre grande admiração. Loro venceu Warren no último mês de março e faturou o título.
“Foi muito bom ver a vitória do Loro. Quem acompanhou o trabalho dele sabe o quanto batalhou por isso. Ele mostrou na prática que o jiu-jitsu é eficiente contra qualquer outra arte e se a gente tiver que lutar de novo vamos lutar, somos profissionais. Eu tenho o objetivo de ser o campeão novamente, e isso vai acontecer, não tem para onde correr”, almeja.
O experiente Mike Richman, de 29 anos, carrega consigo a experiência de vida de ser um fuzileiro naval em três incursões no Iraque e integra o plantel de lutadores do Bellator desde de 2012. Com onze aparições evento, sendo oito triunfos, ele vem de duas vitórias seguidas, sobre Ed West e Nam Pham, respectivamente, e é visto por Dudu como o teste perfeito na tentativa de lutar novamente pelo título. 
“Eu fiquei muito satisfeito com essa luta porque eu não gosto de enfrentar qualquer um, quero caras duros e, entre as opções, o Richman era a melhor. Ele é um boxer canhoto, trabalha bem o chute com a perna de trás e sei onde pode me dar trabalho, por isso me preparei muito para não ser surpreendido. Não é segredo para ninguém que meu desejo é disputar o título novamente e vejo no duelo contra o Mike o melhor caminho para isso”, afirma Dudu.
A luta entre Dudu Dantas e Mike Richman terá transmissão ao vivo do card principal para o Brasil pelo canal Fox Sports. O evento começa às 22h e terá na luta principal a disputa do cinturão entre Brandon Halsey e Kendall Grove, além das presenças dos brasileiros Rafael Morcego e Julio Cesar “Morceguinho”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here