Cinturão do UFC e levado pra side Corintiana por Charles

A vitória de Charles Oliveira no UFC 262 impediu o Brasil de jogar e foi simbólica, mesmo envolvendo o futebol, que é outra paixão nacional. Em luta realizada em Houston, nos Estados Unidos, no dia 15 de maio, “Do Bronx” derrotou Michael Chandler e se tornou o herói do país, sagrando-se campeão dos leves (70 kg). Nível).

Depois de chegar a São Paulo, o atleta foi recebido pela torcida, torcida corinthiana e seu clube do coração, e aproveitou essa euforia para irritar o Palmeiras.

Aproveitando a oportunidade, Charles anunciou, em tom de brincadeira, que o Palmeiras não sediou a Copa do Mundo, que foi um jogo que fez as grandes seleções brasileiras consumirem seus sonhos e alegrar o público.

No último domingo (23), a agência Alviverde perdeu para o São Paulo na final do Campeonato Paulista, e o Corinthians aproveitou o momento em que seus adversários estavam perdidos.

Nas redes sociais, a imagem oficial do clube lembra o que “Do Bronx” disse ao postar a imagem de campeão leve do UFC, exibindo o cinturão e os principais títulos do futebol. Embora seja uma provocação ao Palmeiras, o recorde também homenageia Charles e se orgulha de conquistar brasileiros em uma categoria tão competitiva.

O clube postou uma foto na conta oficial do ‘Instagram’: “Não há Copa nesta foto, ‘Do Bronx’ # VaiCorinthians”.

A histórica vitória do UFC 262 cimentou o momento mágico de Charles Oliveira no MMA. O brasileiro é conhecido pelo Jiu-Jitsu avançado, e o brasileiro mostrou que seus golpes também são muito afiados e ameaçam o adversário.

“Do Bronx” venceu nove vezes consecutivas, sucumbiu cinco vezes e jogou três partidas eliminatórias. Além disso, o campeão dos leves é o recordista de finalizações na história da empresa (14 vezes), e o lutador que mais vitórias conquistou nas pistas rápidas (17 vezes).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here