});
sexta-feira, novembro 27, 2020
Autores Posts por Pedro MMA

Pedro MMA

23 POSTS 0 COMENTÁRIOS

Maurício Ruffy nocauteia Derlan Negão e se torna campeão super-leve do MFC

Como era de se esperar, a segunda edição do Mega Fight Championship (MFC), realizada neste sábado (22), em Osasco (SP), foi um enorme sucesso. Recheado de combates disputados em altíssimo nível, o MFC 2 brindou a torcida, que lotou o Ginásio Esportivo José Liberattio, com um dos melhores eventos realizados no Brasil nos últimos tempos. Os destaques da noite ficaram por conta das vitórias de Maurício Ruffy, Caio Borralho e Watson Batatão.

“O evento foi excelente, fiquei muito satisfeito com todos os duelos. Quero aproveitar o momento e agradecer a todos que ajudaram a organizar essa segunda edição, principalmente a prefeitura de Osasco e ao público que compareceu e doou alimentos que serão destinados a entidades beneficentes da cidade”, disse Edgard Lima, presidente do Mega FC.

O invicto Maurício Ruffy provou mais uma vez porque é considerado um dos principais nomes em atividade no MMA nacional. Com uma apresentação extremamente dominante, Ruffy conquistou o cinturão dos super-leves (até 74kg) do MFC ao nocautear Derlan Negão aos 3 minutos e 35 segundos do primeiro round.

Desde os primeiros segundos do combate, Maurício tomou conta do centro do octógono e passou a desferir fortíssimos golpes em Derlan, que se sentia cada vez mais acuado e sem reação. Até que Ruffy conectou um potente direto, que levou Negão ao solo, completando o serviço no ground and pound. O triunfo foi o quinto de sua carreira.

“Quero agradecer a Deus, ao meu time e a minha namorada, não seria a nada sem eles. Adorei ter o sabor do cinturão no meu ombro. Quero mandar um recado para todos os eventos nacionais: preparem seus campeões, porque vou arrancar a cabeça de todos eles”, afirmou Ruffy.

Caio Borralho confirma ótimo momento e finaliza Luiz Pedra no primeiro round

Mantendo a excelente sequência de bons resultados, o canhoto Caio Borralho passou por cima Luiz Carlos “Pedra”. O “Cara de Kombi”, como é conhecido no mundo das lutas, não deu chances para Pedra e encaixou um potente direto logo no início do duelo, levando seu adversário ao chão. Logo após o knockdown, Caio encaixou um justo triângulo de mão, dando assim números finais ao embate em pouco mais de um minuto.

Essa foi a quinta vitória da curta carreira do promissor peso-médio (até 84kg) brasileiro, sendo a segunda por finalização. Antes do duelo deste sábado (22), Caio Borralho vinha de vitórias sobre Edson Junior, Luiz Carlos Alves, Douglas Nascimento e Cleiton Rafael.

Watson Batatão vence duelo internacional contra Mohamed Nazih

Em uma grande apresentação, Watson Batatão conquistou a primeira vitória de sua carreira ao derrotar o libanês Mohamed Nazih. Após um primeiro round bastante equilibrado, Batatão voltou com tudo para os rounds seguintes e castigou seu oponente com duríssimos golpes na trocação.

Mesmo muito machucado, Nazih demonstrou muita raça e quase foi premiado no final do combate, quando encaixou um armlock em Batatão. Porém, o brasileiro manteve a calma e defendeu o golpe. Ao final do três rounds, Watson foi declarado vencedor por decisão unânime.

RESULTADOS COMPLETOS

CARD PROFISSIONAL

Maurício Ruffy venceu Derlan Negão por nocaute técnico aos 3m35s do 1º round
Caio Borralho venceu Luiz Carlos Pedra por finalização (triângulo de mão) aos 1m37s do 1º round
Watson Batatão venceu Mohamed Nazih por decisão unânime (triplo 30-27)
Thiago Terra venceu Thiago Tubarão por finalização (triângulo de mão) aos 1m08s do 1º round
Adriano Trator venceu Jonathan Leal por nocaute técnico aos 2m29s do 1º round
Luiz Gordo Loco venceu Douglas Moicano por nocaute técnico aos 2m49s do 2º round
Paulo Paixão venceu Charles Lee por finalização (mata-leão) aos 4m30s do 1º round
Wallis Rochinha venceu Carlos Lokeira por nocaute aos 0m24s do 2º round
Uyran Presuntinho venceu Adriano Boi Bandido por nocaute técnico aos 2m41s do 1º round
Jhon Daivis venceu Jair Ribeiro por finalização (mata-leão) aos 3m21s do 1º round
Alan Ribeiro venceu Cleiton Alemão por nocaute técnico aos 0m55s do 1º round

DESAFIO DE JIU-JITSU
Murilo Parra venceu Leandro Compri

CARD AMADOR
William Braddock venceu Marcelo Bahia por nocaute técnico aos 1m55s do 1º round
Nilton Gomez venceu Toni Cabral por nocaute técnico aos 2m18s do 2º round

Com duras encaradas, atletas batem o peso para o Mega Fight Championship 2


Tudo pronto para a segunda edição do Mega Fight Championship (MFC), que acontece neste sábado (22), no Ginásio Esportivo José Liberatti, em Osasco (SP). Nesta sexta-feira (21), os atletas passaram com louvor pelo primeiro desafio: A Balança! Marcada por duras encaradas, a pesagem, que foi realizada também em Osasco (SP), transcorreu sem maiores problemas, com todos os lutadores conseguindo atingir o limite de peso de suas respectivas categorias.

O MFC 2 terá como grande destaque o confronto entre Maurício Ruffy x Derlan “Negão”, válido pelo título dos super-leves (até 74kg). Outros duelos muito aguardados ficam por conta de Caio Borralho x Luiz Carlos “Pedra”, Watson Batatão x Mohamed Nazih, Wagner Rocha x Manoel “Aranha” e Thiago Terra x Thiago “Tubarão”.

Os fãs que quiserem acompanhar de perto todas as emoções das lutas podem trocar os ingressos da etapa por 2kg de alimento não perecível na entrada do ginásio. Os portões abrem para o público às 18h. O evento também terá transmissão AO VIVO, a partir das 20h, pela Rede Premium Tv (Canal 26 da NET).

Além dos duelos de MMA, a edição também abrigará um superdesafio de jiu-jitsu entre Leandro Compri x Murilo Parra e a comemoração de aniversário do atleta do UFC Markus Maluco.

Mega Fight Championship 2
Sexta-feira, 22 de junho de 2019
Transmissão: Rede Premium Tv (Canal 26 da NET)
Ginásio Esportivo José Liberatti – Osasco (SP)

CARD PROFISSIONAL
Maurício Ruffy x Derlan “Negão” (Disputa pelo cinturão super-leve)
Caio Borralho x Luiz Carlos “Pedra”
Watson Batatão x Mohamed Nazih
Wagner Rocha x Manoel “Aranha”
Thiago Terra x Thiago “Tubarão”
Jonathan Leal x Adriano “Trator”
Charles Lee x Paulo Paixão
Luiz “Gordo Loco” x Douglas “Moicano”
Wallis Rochinha x Nill “Madruga”
Adriano “Boi Bandido” x Uyran “Presuntinho”
Jair Ribeiro x Jhon Daivis
Alan Ribeiro x Cleiton Alemão

CARD AMADOR
William Braddock x Marcelo Bahia
Nilton Gomez x Toni Cabral

DESAFIO DE JIU-JITSU
Leandro Compri x Murilo Parra

Maurício Ruffy e Derlan Negão disputam cinturão dos super-leves do MFC

O Mega Fight Championship (MFC) retorna para mais um grande evento no próximo dia 22, no Ginásio Esportivo José Liberatti, em Osasco (SP). Para sua segunda edição, a organização preparou combates de tirar o fôlego. Na luta principal do MFC 2 teremos o confronto entre Maurício Ruffy x Derlan “Negão”, válido pelo título dos super-leves (até 74kg) do evento. Os portões abrem para o público às 18h.

Além da disputa do cinturão super-leve, o torneio terá mais 11 lutas profissionais e duas amadoras, com destaque para os duelos entre Caio Borralho x Luiz Carlos “Pedra”, Watson Batatão x Mohamed Nazih, Wagner Rocha x Manoel “Aranha” e Thiago Terra x Thiago “Tubarão”.

“Esperamos mais um grande show. Tenho certeza que o combate entre Maurício Ruffy x Derlan Negão será uma verdadeira guerra”, disse Edgard Lima, presidente do MFC.

Os fãs que quiserem acompanhar de perto todas as emoções das lutas podem trocar os ingressos da etapa por 1kg de alimento não perecível na entrada do ginásio, no dia do evento.

Além dos duelos de MMA, a edição também abrigará um superdesafio de jiu-jitsu entre Leandro Compri x Murilo Parra e a comemoração de aniversário do atleta do UFC Markus Maluco.

Mega Fight Championship 2
22 de junho de 2019, 18h
Transmissão: Rede Premium Tv (Canal 26 da NET)
Ginásio Esportivo José Liberatti – Osasco (SP)
Entrada: 1kg de alimento não perecível

CARD PROFISSIONAL
Maurício Ruffy x Derlan “Negão” (Disputa pelo cinturão super-leve)
Caio Borralho x Luiz Carlos “Pedra”
Watson Batatão x Mohamed Nazih
Wagner Rocha x Manoel “Aranha”
Thiago Terra x Thiago “Tubarão”
Jonathan Leal x Adriano “Trator”
Charles Lee x Paulo Paixão
Luiz “Gordo Loco” x Douglas “Moicano”
Wallis Rochinha x Nill “Madruga”
Adriano “Boi Bandido” x Uyran “Presuntinho”
Jair Ribeiro x Jhon Daivis
Alan Ribeiro x Cleiton Alemão

CARD AMADOR
William Braddock x Marcelo Bahia
Nilton Gomez x Toni Cabral

DESAFIO DE JIU-JITSU
Leandro Compri x Murilo Parra

Wagnão Gomes vence Maiquel Falcão na luta principal do SFT 9

O SFT provou mais uma vez porque é considerado a maior organização de MMA da América Latina na atualidade. A nona edição do evento foi novamente um grande sucesso e levantou o público, que lotou, neste sábado (19), as dependências do ginásio do Hebraica, em São Paulo (SP). Os destaques da noite ficaram por conta das vitórias de Wagnão Gomes, Estabili Amato, Wanderley Mexicano, Fernanda Barbosa e Alireza Noei, que derrotou Gesias Cavalcante em duelo no submission.

Na luta principal do SFT 9, Wagnão Gomes e Maiquel Falcão protagonizaram um acirrado embate, com muitas alternâncias no controle da luta. Após um primeiro round dominado por Wagnão, Falcão usou de toda sua experiência para crescer no duelo e equilibrou as ações. Porém, apresentando um melhor condicionamento físico, o mineiro, de Viçosa (MG), conseguiu ser levemente superior e levou a vitória na decisão dividida dos árbitros laterais.

“Treinei demais para essa luta, perdi Natal e Ano Novo por ela. Vim muito focado e não enxergava outro resultado, se não a minha vitória. Estou muito feliz e já me coloco à disposição do evento para novos desafios”, disse Wagnão Gomes.

Estabili Amato bate Diogines Overeem e mantém invencibilidade

Estabili Amato mostrou porque é considerado uma das maiores promessas do MMA nacional. Depois de um primeiro round muito equilibrado, Amato veio decidido para acabar com confronto e encaixou um surpreendente soco giratório em seu adversário, completando com duros golpes no solo, obrigado, assim, a interrupção do árbitro central.

“Dedico essa vitória aos meus pais e a minha equipe. Agradeço muito a todos. O SFT é top demais. Muito obrigado David (Hudson) pela oportunidade”, comemorou Amato, que conquistou sua nona vitória no MMA profissional.

Wanderley Mexicano nocauteia André Mustang no primeiro round

Wanderley Mexicano e André Mustang foram para trocação e realizaram um combate eletrizante, que agitou o público presente no Hebraica. Wanderley acabou se saindo melhor e aplicou ainda no primeiro round um lindo knockdown em Mustang. Não deixando a oportunidade passar, Mexicano desferiu um potente ground and pound até a interrupção do árbitro central.

Com a vitória, Wanderley Mexicano ganhou uma nova oportunidade para disputar o cinturão peso-galo (até 61kg) do evento, que está vago desde a ida do então campeão, Anderson Berinja, para o UFC. Em julho de 2018, Wanderley foi derrotado por Berinja na disputa pelo título da categoria.

“Estou muito ansioso por essa nova chance de disputar o cinturão dos galos do SFT. Quero muito ser campeão. Essa vitória veio pela graça de Deus e o título também ira vir”, afirmou Mexicano.

Fernanda Barbosa domina Paty Borges e pede luta pelo título

Na única luta feminina do card principal do SFT 9, Fernanda Barbosa protagonizou uma grande apresentação e não deu chances para Paty Borges. Fernanda dominou o combate do início ao fim e foi declarada vencedora por decisão unânime dos árbitros laterais.

“Consegui seguir a risca a estratégia que montei junto com a minha equipe para essa luta, e o resultado positivo foi fruto disso. Sei que é minha primeira luta no evento, mas eu gostaria de uma oportunidade pelo cinturão até 61kg”, pediu Fernanda Barbosa.

Alireza Noei vence Gesias Cavalcante em desafio de submission

O duelo entre o brasileiro Gesias Cavalcante e o iraniano Alireza Noei era um dos mais esperados da noite. Gerando muita expectativa, o combate não decepcionou os fãs, que acompanharam sete minutos de um intenso embate de submisson. Ao término da luta, Alireza foi declarado vencedor pelos árbitros laterais.

“Estou muito feliz, agradeço muito a Deus pela vitória. Hoje, o SFT é, sem dúvida, o melhor evento de lutas do Brasil”, disse Alireza Noei, que é tetracampeão iraniano de luta olímpica.

Logo após o resultado, o presidente David Hudson, aniversariante do dia, anunciou a revanche entre os atletas, agora no MMA. Hudson também fez uma inesperada revelação, marcando o confronto para a primeira edição internacional do SFT, que ocorrerá em Miami (EUA), em data ainda a ser definida.

RESULTADOS COMPLETOS

CARD PROFISSIONAL 

Wagnão Gomes venceu Maiquel Falcão por decisão dividida dos árbitros

Estabili Amato venceu Diogines Overeem por nocaute técnico aos 04m11s do segundo round

Wanderley Mexicano venceu André Mustang por nocaute técnico aos 01m21s do primeiro round

Fernanda Barbosa venceu Paty Borges por decisão unânime dos árbitros

Robson Negão venceu Ewerton Ferreira por finalização (guilhotina) aos 02m07s do primeiro round

Leonardo Buakaw venceu Isaías Simões por finalização (guilhotina) aos 04m33s do primeiro round

Alexandre Sagat venceu Edvaldo Gameth por decisão unânime dos árbitros

Daniel Ungido venceu Leandro Compri por finalização (triângulo) aos 02m21s do segundo round

João Sorriso venceu Edson Junior por finalização (mata-leão) aos 03m17s do terceiro round

Yoel Jimenez venceu Guilherme Senegal por nocaute técnico aos 04m30s do primeiro round

Jean Matsumoto venceu Fábio Perpetua por nocaute técnico aos 04m09s do terceiro round

CARD AMADOR 

Helio Nunes venceu Tiago Dentinho por finalização (guilhotina) aos 01m49s do segundo round

Adriano Cabeça venceu Wanderson Santos por decisão unânime dos árbitros

Gabriela Vitória venceu Sthefanie Lopes por finalização (armlock) aos 01m57s do terceiro round

Emanuel Souza venceu Richard Martins por decisão unânime dos árbitros

DESAFIO DE SUBMISSION: BRASIL X IRAN 

Alireza Noei venceu Gesias Cavalcante por decisão dos árbitros

Gesias Cavalcante disputa desafio de submission no SFT 9

O veterano Gesias Cavalcante será uma das estrelas da próxima edição do SFT, principal organização de artes marciais do Brasil. O faixa-preta de luta-livre esportiva e jiu-jitsu vai enfrentar o iraniano Alireza Noei, em um superdesafio de Submission: Brasil x Iran. O evento acontece neste sábado (19), a partir das 21h, no ginásio do Hebraica, em São Paulo (SP). O duelo será transmitido AO VIVO, a partir de 1h, na Rede Bandeirantes.

O duelo será o primeiro combate de grappling de Gesias no país desde 2003. Com passagens por eventos como o Shooto Japão, K-1, Strikeforce, WSOF e Titan FC, o experiente lutador se mostrou muito animado com o desafio.

“To amarradão de voltar a luta no Brasil, que é a minha terra. Minha última luta de grappling no país foi há 16 anos. Eu amo competir. Estou muito feliz mesmo com essa oportunidade, vai ser muito maneiro ter a torcida me apoiando”, disse o peso-leve.

Fundador da equipe Blackzilians, Gesias Cavalcante não terá vida fácil neste sábado, já que seu adversário é tetracampeão Iraniano e bicampeão Intercontinental de luta olímpica.

“O Ali é um cara bem tarimbado, tem vários títulos no wrestling e é de um país com muita tradição na modalidade. To preparado, tenho muita confiança no meu jogo. Estou entrando para vencer por finalização”, concluiu.

A nona edição do SFT promete ser uma das melhores do ano. Além do desafio de submission, o evento terá 15 lutas de MMA, entre profissionais e amadoras, com destaque para os confrontos entre Wagnão Gomes x Maiquel Falcão, Estabili Amato x Diogines Overeem, André Mustang x Wanderley Mexicano e Paty Borges x Fernanda Barbosa.

As lutas amadoras e preliminares poderão ser acompanhas, a partir das 21h, pelo canal do Youtube do SFT Brasil (https://www.youtube.com/sftbrasil). Já o card principal será transmitido com exclusividade e AO VIVO, a partir de 1h, pela TV Band.

SFT 9

19 de janeiro de 2019, 21h

Clube Hebraica – São Paulo (SP)

Transmissão: Portal da Band, Facebook SFT e Canal do Youtube do SFT Brasil (card preliminar e amador) e TV Band (card principal)

CARD PRINCIPAL

Peso combinado (88kg): Wagnão Gomes (TWR) x Maiquel Falcão (Aspera Fight Team)

Peso-leve: Estabili Amato (Corinthians MMA) x Diogines Overeem (Power Lotus)

Peso-galo: André Mustang (Round By Round) x Wanderley Mexicano (Orbital Fight Team)

Peso combinado (60kg): Paty Borges (Ribas Team) x Fernanda Barbosa (Cianfa Fighters Team)

Submission: Gesias Cavalcante (Brasil) x Alireza Noei (Iran)

CARD PRELIMINAR

Peso-médio: Robson Negão (Extreme Team) x Ewerton Ferreira (Black Sheep)

Peso-galo: Leonardo Buakaw (Iron Brothers) x Isaías Simões (No Fear)

Peso meio-pesado: Alexandre Sagat (Team 4 Life) x Edvaldo Gameth (Gameth Team)

Peso-pena: Daniel Ungido (Round By Round) x Leandro Compri (G13 MMA)

Peso meio-médio: João Sorriso (Chute Boxe) x Edson Junior (Vale Top Team)

Peso-leve: Yoel Jimenez (FTT Espanha) x Guilherme Senegal (Thai Unit)

Peso-galo: Fábio Perpetua (Extreme Team) x Jean Matsumoto (Inside MMA)

CARD AMADOR

Peso combinado (63kg): Tiago Dentinho (No Fear) x Helio Nunes (Moreira Top Team)

Peso-pena: Paulo Sertão (Iron Brothers) x Adriano Cabeça (GFT Ponte Alta)

Peso-palha: Sthefanie Lopes (FTT) x Gabriela Vitória (CT China Sales)

Peso meio-médio: Emanuel Souza (União ABC) x Richard Martins (Black Sheep)

Principal evento de MMA do Brasil, SFT inicia temporada 2019 com mais uma Mega edição

Cheio de glamour e abalando as estruturas do Mundo do MMA, o SFT chega com tudo para 2019, em uma edição comemorativa em homenagem ao aniversário do seu presidente, David Hudson, neste sábado (19), a partir das 21h, no Ginásio do Clube Hebraica, em São Paulo (SP). “A nona etapa do SFT promete ser uma das melhores do ano. Estamos trazendo na luta principal um confronto entre ex-lutadores UFC, Wagnão Gomes x Maiquel Falcão”, revelou Caetano Abbruzzini Filho, organizador do evento.

Vindo de derrota para Acácio Pequeno, no SFT 4, Wagnão quer dar a volta por cima na organização. Para isso, ele terá que medir forças contra Falcão, um dos atletas mais experientes do mundo, com passagens pelo UFC, Bellator, M-1 Global, KSW e Fight Nights Global.

Ao todo, o SFT 9 terá 15 combates de MMA, sendo 11 profissionais e quatro amadores. Aniversariante da noite, David Hudson promete presentear os fãs das artes marciais com muitas novidades durante o evento. As lutas amadoras e preliminares poderão ser acompanhas, a partir das 21h, pelo canal do Youtube do SFT Brasil ( https://www.youtube.com/sftbrasil). Já o card principal será transmitido com exclusividade e AO VIVO, a partir de 1h, pela TV Band.

O SFT também fechou um superdesafio de submission: Brasil x Iran; duas das maiores escolas de grappling do mundo. Representando o Brasil teremos o veterano Gesias Cavalcante, que medirá forças contra o iraniano Alireza Noei. Alireza vem de duas vitórias no evento e é considerado um dos melhores atletas de luta olímpica em atividade na América Latina.

“Essa edição será muito especial para mim, já que estarei comemorando o meu aniversário. Por conta disso quis montar um dos melhores cards da história do MMA nacional e realizar esse grande confronto de submission. Tenho certeza que os fãs ficarão muito satisfeitos. Não percam as novidades que anunciarei no evento”, disse David Hudson.

O SFT, que já chegou a ficar em terceiro lugar na audiência, é atualmente o único evento nacional de MMA transmitido ao vivo em TV Aberta.

CARD PRINCIPAL

Além do main event, outros duelos prometem agitar a noite paulista. Abrindo a transmissão ao vivo, na Band, Paty Borges retorna ao SFT tentando dar a volta por cima diante Fernanda Barbosa. Também muito aguardado, o confronto entre o invicto Estabili Amato e o experiente Dioginis “Overeem” tem tudo para ser um dos principais desta edição. Já a luta entre André Mustang x Wanderley mexicano vai indicar um dos próximos postulantes ao cinturão dos galos (até 61kg), que está vago desde a contratação de Anderson Berinja pelo UFC.

CARD PRELIMINAR

O Card Preliminar promete grandes lutas. O ex-TUF Brasil Robson Ferreira encara Ewerton Ferreira. Já o espanhol Yoel Jimenez enfrenta Guilherme Santos. Tentando esquecer a única derrota de sua carreira, Daniel Ungido mede forças contra Leandro Compri, que terá a sua terceira participação no evento. Leonardo Buakaw tentará manter a boa sequência diante de Isaías Simões.

Na categoria Master, teremos os duelos entre Alexandre Sagat x Edvaldo Gameth, Fabio Perpetua x Jean Matsumoto e João Sorriso x Edson Junior.

CARD AMADOR

No card amador, os strikers Emanuel Sousa e Richard Martins estreiam no SFT, em um embate que promete ser uma verdadeira guerra. Após vencer no SFT 8, Tiago Philipe enfrenta o talentoso Helio Nunes. Adriano Cabeça encara Paulo Sertão, e Stheffanie Lopes, da conceituada equipe de Muay Thai FTT, duela contra Gabriela Vitória.

SFT 9
19 de janeiro de 2018, 21h
Clube Hebraica – São Paulo (SP)
Transmissão: Portal da Band, Facebook SFT e Canal do Youtube do SFT Brasil (card preliminar e amador) e TV Band (card principal)

CARD PRINCIPAL
Peso combinado (88kg): Wagnão Gomes (TWR) x Maiquel Falcão (Aspera Fight Team)
Peso-leve: Estabili Amato (Corinthians MMA) x Diogines Overeem (Power Lotus)
Peso-galo: André Mustang (Round By Round) x Wanderley Mexicano (Orbital Fight Team)
Peso combinado (60kg): Paty Borges (Ribas Team) x Fernanda Barbosa (Cianfa Fighters Team)
Submission: Gesias Cavalcante (Brasil) x Alireza Noei (Iran)
CARD PRELIMINAR
Peso-médio: Robson Negão (Extreme Team) x Ewerton Ferreira (Black Sheep)
Peso-galo: Leonardo Buakaw (Iron Brothers) x Isaías Simões (No Fear)
Peso meio-pesado: Alexandre Sagat (Team 4 Life) x Edvaldo Gameth (Gameth Team)
Peso-pena: Daniel Ungido (Round By Round) x Leandro Compri (G13 MMA)
Peso meio-médio: João Sorriso (Chute Boxe) x Edson Junior (Vale Top Team)
Peso-leve: Yoel Jimenez (FTT Espanha) x Guilherme Senegal (Thai Unit)
Peso-galo: Fábio Perpetua (Extreme Team) x Jean Matsumoto (Inside MMA)
CARD AMADOR
Peso combinado (63kg): Tiago Dentinho (No Fear) x Helio Nunes (Moreira Top Team)
Peso-pena: Paulo Sertão (Iron Brothers) x Adriano Cabeça (GFT Ponte Alta)
Peso-palha: Sthefanie Lopes (FTT) x Gabriela Vitória (CT China Sales)
Peso meio-médio: Emanuel Souza (União ABC) x Richard Martins (Black Sheep)

Rene “Soldado” atropela Thiago “Monstro” e pede disputa pelo cinturão do SFT

O Standout Fighting Tournament (SFT) fechou o ano de 2018 com chave de ouro. Em sua oitava edição, a organização presidida por David Hudson provou mais uma vez porque é considerada o principal evento de MMA do Brasil. Com 14 lutas de tirar o fôlego, entre amadoras e profissionais, o SFT levantou o público que lotou, neste sábado (15), as dependências do Clube Hebraica, em São Paulo (SP). Os destaques da noite ficaram por conta das vitórias de Rene “Soldado”, Marcus “Jon Jones”, Wellinton “Predador” e Isabela de Pádua.

Rene “Soldado” passou por cima de Thiago “Monstro” na luta principal do SFT 8. Aplicando um duro knockdown logo no início do duelo, Soldado foi para cima, pegou as costas de Monstro e aplicou um justo mata-leão. Thiago acabou não resistindo e foi obrigado a dar os três tapinhas. Com a vitória, o lutador da Power Lotus chegou ao 18ª triunfo em sua carreira, sendo 14 por finalização.

“Treinei muito para essa luta e agradeço a Deus pela vitória. Não é fácil estar aqui, tenho três filhos. São muitas coisas para conciliar. Mas eu amo o que eu faço. Minha equipe e minha família me deram todo suporte que precisava. David (Hudson) quero o cinturão dos médios”, pediu Rene ao presidente do Standout Fighting Tournament.

Marcus “Jon Jones” vence Kevem Felipe e desafia Cléber Souza

Na melhor luta da noite, Marcus “Jon Jones” mostrou porque é apelidado com o nome do ex-campeão meio-pesado do UFC. Apresentando uma grande variedade de golpes, Marcus castigou Kevem Felipe durante todo o duelo. Perto do fim do segundo round, o atleta do CT China Team encaixou um belo triângulo de mão e deu números finais ao combate. Após o anúncio da vitória, Marcus “Jon Jones” desafiou o atual campeão dos médios e meio-médios da organização.

“Cleber Souza você fez história no MMA nacional, tenho muito respeito por você. Mas eu quero o cinturão dos meio-médios do SFT”, afirmou Marcus.

Wellinton “Predador” bate Jânio “Vitamina” na decisão dos árbitros

Em duelo bastante equilibrado Wellinton “Predador”, de apenas 19 anos, conseguiu derrotar Jânio “Vitamina” por decisão unânime dos juízes laterais. Para sair vitorioso, Wellinton teve que ter muito sangue frio. Nos três rounds, Jânio chegou muito perto de finalizar o duelo no solo, encaixando posições muito justas. Porém, demonstrando um jiu-jitsu bastante refinado, Wellinton Predador defendeu as tentativas de seu adversário, conseguindo assim boas progressões para trabalhar no ground and pound e pontuando bastante nos golpes traumáticos.

“Venho trabalhando muito duro e essa vitória é fruto de todo esforço que venho fazendo nos treinamentos na Iron Brothers. Sou muito novo ainda e tenho muito para crescer. Meu foco é conquistar o cinturão do SFT, mas sei que ainda tenho muito a evoluir até lá”, confessou Predador.

Isabela de Pádua finaliza Ana Carolina no segundo round

Abrindo o card principal do SFT 8, Isabela de Pádua, atleta do Team Nikolai, do mestre Paulo Nikolai, conquistou uma grande vitória diante da revelação Ana Carolina Nascimento, representante da Bronxs Fight Team. Após um primeiro round bastante equilibrado, Isabela voltou decidida a encerrar o combate. Impondo um forte ritmo, a lutadora encaixou uma linda guilhotina, conquistando assim a sua segunda vitória no MMA profissional.

“Estou muito feliz! Já sabia que ela tentaria me colocar para baixo. Minha estratégia era manter a distância e trabalhar meus golpes. Estou sempre pronta para tudo, a chance da finalização apareceu e não desperdicei a oportunidade”, disse Isabela de Pádua.

RESULTADOS COMPLETOS

CARD PROFISSIONAL
Rene “Soldado” venceu Thiago “Monstro” por finalização (mata-leão) aos 02m29s do 1º round
Marcus “Jon Jones” venceu Kevem Felipe por finalização (triângulo de mão) aos 04m51s do 2º round
Wellinton “Predador” venceu Jânio “Vitamina” por decisão unânime dos árbitros
Isabela de Pádua venceu Ana Carolina por finalização (guilhotina) aos 02m08s do 2º round
Maurício Ruffy venceu Rafael “Sonic” por nocaute técnico aos 01m08s do 2º round
Cícero “Gardenal” venceu Zé Doido por nocaute técnico aos 04m29s do 3º round
André “Deh Loco” venceu Hemirson Oliveira por finalização (guilhotina) aos 01m37s do 2º round
Adriano “Nasa” venceu Rômulo “Baiano” por decisão dividida dos árbitros
José “Baianinho” venceu Cleberson Melo por nocaute técnico aos 03m43s do 2º round
Paulo César “PC” venceu Rafael “Pirulito” por decisão unânime dos árbitros
Élcio “Bolado” venceu Clayton Monteiro por finalização (guilhotina) aos 04m59s do 1º round

CARD AMADOR
Hélio Nunes venceu Fernando José por decisão unânime dos árbitros
Thiago Philipe venceu Leandro “Soldado” por decisão dividida dos árbitros
Bianca Martins venceu Camila Marques por finalização (armlock) aos 01m00s do 1º round

Thiago Monstro e Rene Soldado se enfrentam na luta principal do SFT 8

O Standout Fighting Tournament (SFT), principal organização de MMA do Brasil, retorna para mais um grande evento no próximo dia 15, no Clube Hebraica, em São Paulo (SP). Para sua última edição em 2018, o SFT preparou combates de tirar o fôlego. Na luta principal do SFT 8 teremos o um super confronto entre Thiago “Monstro” (Top Strike Team) x Rene “Soldado” (Power Lotus), pelos pesos-médios (até 84kg). Os portões para o público abrem às 20h e a entrada é franca.

Além do main event, a oitava edição do Standout Fighting terá mais 10 lutas profissionais e duas amadoras, com destaques para os duelos entre Kevem Felipe x Marcos “Jon Jones”, Wellinton “Predador” x Jânio “Vitamina” e Ana Carolina x Isabela de Pádua.

“Esperamos mais um grande show! Tenho certeza que o combate entre Thiago Monstro x Rene Soldado será uma verdadeira guerra”, disse David Hudson, presidente do SFT.

As lutas amadoras e preliminares poderão ser acompanhas, a partir das 21h, pelo canal do Youtube do SFT Brasil (https://bit.ly/2RWkc60). Já o card principal será transmitido com exclusividade e AO VIVO, a partir de 1h, pela TV Band.

O Standout Fighting Tournament retornou ao calendário do MMA com grande sucesso no último mês de julho. Logo em sua reestreia, o evento ficou em terceiro lugar na audiência entre os canais abertos. Atualmente, o SFT é a única organização brasileira de artes marciais mistas com eventos mensais transmitidos em cadeia nacional pela Rede Bandeirantes de Televisão.

Standout Fighting Tournament 8
15 de dezembro de 2018, 21h
Clube Hebraica – São Paulo (SP)
Transmissão: Canal SFT Brasil (card preliminar) e TV Band (card principal)
CARD PRINCIPAL
Peso-médio: Thiago “Monstro” (Top Strike Team) x Rene “Soldado” (Power Lotus)
Peso meio-médio: Kevem Felipe (Black Sheep) x Marcos “Jon Jones” (CT China Team)
Peso-pena: Wellinton “Predador” (Iron Brothers) x Jânio “Vitamina” (Ryan Gracie)
Peso-palha: Ana Carolina (Bronxs Fight Team) x Isabela de Pádua (Team Nicolai)
CARD PRELIMINAR
Peso combinado (76kg): Rafael “Sonic” x Maurício Rufy (CT China Team)
Peso combinado (68kg): Zé Doido (New Union) x Cícero “Gardenal” (Chute Boxe)
Peso-mosca: Hermirson Oliveira (Charles Oliveira GT) x André “Deh Loco” (Legendários Team)
Peso-galo: Adriano “Nasa” (Gameth Team) x Rômulo “Baiano” (Chute Boxe Diego Lima)
Peso-galo: José “Baianinho” (Puro Impacto) x Cleberson Melo (Guarulhos Fight Team)
Peso meio-médio: Rafael “Pirulito” (Pezão Team) x Paulo César (Babuíno Gold Team)
Peso-médio: Clayton Monteiro (Iron Brothers) x Elcio “Bolado” (Peso Pesado Gold Team)
CARD AMADOR
Peso-pena: Fernando José (França MMA) x Hélio Nunes (Moreira Top Team)
Peso-pena: Leandro “Soldado” (Thai Unit) x a definir

Cléber Souza faz história, vence Márcio Pedra e conquista seu segundo cinturão do SFT

Seguindo os passos de Conor McGregor e Daniel Cormier, Cléber Souza se tornou simultaneamente campeão de duas categorias de uma das principais organizações do MMA mundial. Na noite deste sábado (24), no Ginásio Mauro Pinheiro, em São Paulo (SP), o atleta da K2 MMA conquistou o cinturão dos pesos meio-médios (até 77kg) do Standout Fighting Tournament (SFT) ao bater o ex-TUF Brasil Márcio Pedra. Em setembro deste ano, Clebinho já havia levado o título dos médios (até 84kg) para casa ao vencer Quemuel Ottoni na quinta edição do SFT.

O triunfo veio em uma virada espetacular. Após ser dominando por quase todo primeiro round, Cléber Souza voltou com tudo para os assaltos seguintes e passou a comandar as ações do duelo. Demonstrando um excelente preparo físico, o paulista passou a imprimir uma intensidade muito grande na luta, desgastando bastante seu oponente.

Na metade do terceiro round, Cléber pegou as costas de Márcio Pedra, colocou os ganchos e encaixou um lindo mata-leão, vencendo assim a disputa pelo cinturão dos meio-médios do SFT.

“Rodrigo Minotauro, Dana White, me deem uma oportunidade. Eu merece estar no UFC. Estou muito feliz, não sei nem explicar. Sou um grande fã do Márcio Pedra. Ele é um cara muito duro e tirou o melhor de mim. Muito obrigado David Hudson, é um orgulho muito grande ser campeão de duas categorias de uma organização tão grandiosa”, disse Cléber Souza.

Ao todo, a sétima edição do SFT recebeu 11 combates de MMA, sendo oito profissionais e três amadores. Além da disputa pelo cinturão, os destaques da noite ficaram por conta das vitórias de Wanderley “Mexicano”, Paulo Patetinha e Cláudia Leite.

Wanderley “Mexicano” finaliza João “Samurai” e pede disputa pelo título

Wanderley “Mexicano” e João “Samurai” protagonizaram uma verdadeira guerra. Com um show de trocação, grappling e mudanças no domínio do combate, os lutadores levaram a torcida presente no ginásio Mauro Pinheiro à loucura. Mesmo demonstrando bastante cansaço por conta da intensidade do duelo, ambos buscaram finalizar a luta em todos os instantes. Já se encaminhando para o fim da luta, Mexicano conseguiu encaixar uma guilhotina, obrigando seu adversário a dar os três tapinhas.

“Meu plano era nocautear, me testando na parte em pé. Mas o cara é duro para caramba. Quero muito ter uma nova oportunidade pelo cinturão dos galos”, disse Wanderley, que disputou o tão cobiçado título em julho deste ano.

Leandro Cumpri se contunde e Paulo Patetinha fica com a vitória

Mesmo aceitando a luta em cima da hora, Paulo Patetinha mostrou toda sua qualidade e venceu Leandro Compri em um dos confrontos mais aguardados da sétima edição do Standout Fighting Tournament. O primeiro round foi bastante disputado, com diversas transições no chão. Ao término, quando os lutadores voltaram aos seus corners, Compri foi avaliado pelos médicos e, devido a uma contusão nas costelas, foi impedido de continuar no combate.

“Fico triste pela contusão do meu adversário. Estou feliz pela vitória, mas gostaria de vencer de outra maneira. Desejo um retorno rápido para o Compri. Agradeço muito ao SFT pela oportunidade e já quero estar de volta ao cage do evento o mais breve possível”, afirmou Patetinha.

Cláudia Leite derrota Paty Borges por decisão unânime

Na única luta feminina da noite, Paty Borges e Cláudia Leite fizeram um duelo bastante parelho, com muitas alternâncias nas principais ações. Porém, sempre com leve domínio de Cláudia, que se sagrou vitoriosa no combate, mesmo entrando com um ponto a menos por não ter batido o peso da categoria.

“Vinha sem treinar há três meses por questões pessoais, mas assim que recebi o convite para lutar no SFT aceitei sem pensar duas vezes. Foi um grande desafio, mas graças a Deus consegui me superar e conquistar essa vitória”, comemorou Cláudia Leite.

RESULTADOS COMPLETOS

CARD PROFISSIONAL
Cléber Souza venceu Márcio “Pedra” por finalização (mata-leão) aos 02m03s do terceiro round
Wanderley “Mexicano” venceu João “Samurai” por finalização (guilhotina) aos 02m16s do terceiro round
Paulo Patetinha venceu Leandro Compri por interrupção médica ao fim do primeiro round
Cláudia Leite venceu Paty Borges por decisão unânime dos árbitros
Evandro Barbosa venceu Johnny “Kabeça” por decisão unânime dos árbitros
André “Mustang” venceu Márcio “Alemão” por nocaute aos 01m34s do primeiro round
Otávio Sagas venceu Rafael “Maritaca” por nocaute aos 02m57s do primeiro round
Vander Ferreira venceu Marcelo Alagoas por finalização (mata-leão) aos 04m13s do primeiro round

CARD AMADOR
Hugo Paiva venceu Kleber de Jesus por nocaute aos 01m05s do primeiro round
Fernando José venceu Romário Silva por nocaute aos 01m29s do primeiro round
Janaína “Popuzinha” venceu Nataly Ferreira por nocaute técnico aos 02m47s do terceiro round

Cléber Souza e Márcio Pedra disputam cinturão no SFT 7

O Standout Fighting Tournament (SFT), principal evento de MMA do Brasil, está de volta para sua sétima edição, que será disputada neste sábado (24), a partir das 21h, no Ginásio Mauro Pinheiro, em São Paulo (SP). O evento vai colocar frente a frente dois dos maiores peso meio-médios (até 77kg) em atividade no cenário nacional: o campeão peso-médio (até 84kg) do SFT, Cléber Souza, e o ex-TUF Brasil Márcio Pedra. Os lutadores irão disputar o cinturão da categoria até 77kg.

Os fãs que quiserem acompanhar de perto todas as emoções dos combates podem trocar os ingressos por 1kg de alimento não perecível na entrada do ginásio no dia do evento.

Além da disputa pelo cinturão dos meio-médios, o torneio terá mais oito lutas profissionais e três amadoras, com destaques para os confrontos entre Wanderley “Mexicano” x João “Samurai”, Leandro Compri x Rafael “Coxinha” e Paty Borges x Cláudia Leite.

“Estamos muito animados para a luta entre Cléber Souza x Márcio Pedra. São dois lutadores muito experientes e de nível internacional. Essa luta tem tudo para ser a melhor de 2018 aqui no Brasil. O público vai acompanhar um grande show no SFT 7”, disse David Hudson, presidente do Standout Fighting Tournament.

As lutas preliminares poderão ser acompanhas, a partir das 21h, pelo canal do Youtube do SFT Brasil (https://bit.ly/2RWkc60). Já o card principal será transmitido com exclusividade e AO VIVO, a partir de 1h, pela TV Band.

O Standout Fighting Tournament retornou ao calendário do MMA com grande sucesso no último mês de julho. Logo em sua reestreia, o evento ficou em terceiro lugar na audiência entre os canais abertos. Atualmente, o SFT é a única organização brasileira de artes marciais mistas com eventos mensais transmitidos em cadeia nacional pela Rede Bandeirantes de Televisão.

Standout Fighting Tournament 7
24 de Novembro de 2018, 21h
Ginásio Mauro Pinheiro – São Paulo (SP)
Transmissão: Canal SFT Brasil (card preliminar) e TV Band (card principal)

CARD PRINCIPAL
Peso meio-médio: Cléber Souza (K2 MMA) x Márcio “Pedra” (TFT)
Peso-galo: Wanderley “Mexicano” (Orbital Fight Team) x João “Samurai” (Round By Round)
Peso-pena: Leandro Compri (G13 MMA) x Rafael “Coxinha” (Round by Round)
Peso-pena: Paty Borges (Ribas Family) x Cláudia Leite (Boinha Trainer Center)

CARD PRELIMINAR
Peso meio-médio: Johnny “Kabeça” (Tsuname Combat) x Evandro Barbosa (Puro Impacto)
Peso-leve: Júlio Rodrigues (Chute Boxe) x Rafael Bianchi (RB Team Itu)
Peso-galo: Márcio “Alemão” (Silvério Team) x André “Mustang” (Round By Round)
Peso-médio: Otávio Sagas (Charles Oliveira GT) x Rafael “Maritaca” (Iron Brothers)
Peso-palha: Marcelo Alagoas (Iron Brothers) x Vander Ferreira (Brazilian Muay Thai)

CARD AMADOR
Peso-mosca: Hugo Pequeno (011 MMA/Gibi Thai) x Cléber Silva (Carvalho Brothers)
Peso-átomo: Nataly Ferreira (Tsuname Combate) x Janaina “Popuzinha” (Chute Boxe)
Peso meio-pesado: Natan Rossi (Liga Oeste) x Lucas Davi (CT China Team)