Após o término do contrato, Demian Maya é removido do ranking do UFC

O brasileiro de 43 anos lutou a última batalha de seu contrato em junho, quando perdeu para Bella Mohamed, mas ainda espera uma batalha de despedida na organização

Demian Maia está em 11º lugar no ranking dos meio-médios do UFC (até 77 kg), mas oficialmente não está na lista agora. O paulista de 43 anos encerrou contrato com o Ultimate em junho, último jogo e perdeu para Belal Muhammad. Não houve renovação de contrato até agora, e seu nome foi excluído na atualização desta semana.

Demian chegou ao UFC para disputar os cinturões dos médios (até 84kg) e dos meio-médios, ainda sonhando em lutar novamente na organização. Desde a derrota para Mohamed, o brasileiro disse em entrevista que ainda quer voltar à gaiola octogonal e escolheu alguns adversários ideais, como Nate Diaz ou Donald Cerrone. Atualmente, embora a vontade de Demian permaneça inalterada, não há negociações públicas com o UFC.

Até o momento, Demian soma 28 vitórias e 11 derrotas e está no UFC desde 2007, onde venceu seis jogos em seis jogos. Nesta organização, são 22 vitórias e 11 derrotas. Em abril de 2011, Demian e Anderson Silva disputaram o cinturão dos médios, mas perderam pontos. Na competição de meio-médio em julho de 2017, o múltiplo campeão de jiu-jitsu competiu com Tyron Woodley pelo título, mas foi derrotado pela decisão dos juízes.

A saída de Demian Maia da lista dos meio-médios trouxe novidades na categoria. Quatro deles ganharam posições: Li Jingliang (# 11), Santiago Ponzinibio (# 12), Sean Brady (# 13) e Muslim Salihoff (# 14). O último da lista é o ex-campeão Robbie Lawler (15º), que está em uma seqüência de quatro derrotas consecutivas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here