XFCi 12: Carlston Harris e Michel Demolidor se encaram em luta tensa pela final do GP meio-médio

6
Evento em São Paulo ainda terá disputa de cinturão mundial feminino peso-palha, início de nova temporada de torneios e atletas renomados do MMA nacional.
Marcel Adur enfrenta José Maria “No Chance” pelo peso-mosca / Foto: Marcelo Franco/Fusion Photography
O XFC chega à sua décima segunda edição no Brasil com um card eletrizante e promessa de grande noite no XFC International Center, o maior centro de lutas da América Latina. Neste sábado, dia 28 de novembro, em São Paulo, a partir das 18h (horário de Brasília), o penúltimo evento do ano traz 12 embates, com Carlston “Moçambique” Harris e Michel “Demolidor” Pereira no topo da noite disputando a final da segunda temporada do torneio peso-meio-médio (até 77,1kg). O Esporte Interativo transmite, ao vivo, a partir das 20h, oito lutas, entre elas a disputa do cinturão mundial feminino (até 52,2kg), que coloca frente a frente Vanessinha Guimarães e Viviane “Sucuri” Pereira. A pesagem desta sexta teve encaradas quentes, empurrões, e precisou de intervenções do presidente da organização, Myron Molotky.
“Os quatro atletas das lutas principais passaram por alguns dos torneios mais difíceis de qualquer esporte. Foram combates em espaços curtos de tempo, muita preparação, boas apresentações, e eles têm tudo para se tornarem alguns dos melhores do mundo. A promessa é de show no hexágono e do melhor evento da história do XFC”, destaca Myron Molotky.
Cobiçada medalha de ouro pode garantir disputa de cinturão
Ao pisar no hexágono, Carlston Harris vai colocar em prova seu desempenho perfeito das duas vitórias alcançadas para chegar à final do GP dos meio-médios. Ele sabe que, em caso de vitória, se torna um dos favoritos a disputar o cinturão mundial da categoria.
“Passei muita dificuldade para chegar até aqui. Agora vou ter um duro desafio pela frente. O Michel é um lutador duro, mas estou pronto e empolgado com a chance de ser campeão desse GP. Penso longe e quero ser o campeão mundial e detentor deste cinturão”, garante o atleta nascido na Guiana e que representa a Renovação Fight Team.
Do outro lado, Michel Demolidor também chega para o duelo contra Moçambique com excelentes referências dos últimos duelos e muita expectativa pela fama de “showman”. O lutador paraense promete corresponder à altura do que esperam os fãs e o XFC.
“Vou entrar para dar o melhor e ser campeão. Se der para nocautear, farei isso. Sei que será um embate difícil, o Carlston é um grande lutador. Mas no hexágono preciso dar meu melhor para me tornar também um candidato ao cinturão. No chão ou em pé, danço conforme a música, e se tudo der certo vou proporcionar mais um show”, comenta.
Cinturão mundial e superlutas
As emoções do evento da noite de sábado ainda conta com o embate entre Vanessa Guimarães e Viviane Sucuri, na co-luta principal. As campeãs dos dois primeiros GPs fizeram uma tensa encarada, mostrando quanto estão dispostas a ficar com o cinturão peso-palha feminino e fazerem companhia a Poliana Botelho, primeira campeã feminina do XFC. Na mesma noite, as duas assistirão a duas lutas na terceira temporada do torneio da divisão de peso até 52,2kg.
Ainda em jogo na noite estará o provável adversário de Bruno “Macaco” Azevedo na próxima disputa do cinturão peso-mosca masculino. Jose Maria “No Chance”, originalmente escalado para disputar o título mundial contra Bruno, que se lesionou há duas semanas, mede forças no hexágono contra Marcel Adur. A dupla também não teve problemas com o peso, assim como o expeirente Ricardo Tirloni e o promissor Jadison da Costa, que fazem outra superluta na categoria dos leves (até 70,3kg).
De volta ao cage depois de uma pausa na carreira, o experiente e carismático Sérgio Júnior pesou-se tranquilamente e vai encarar Vitor Negão, o único a não atingir o peso, ficando 1kg acima do limite permitido. Vitor foi multado e passou 50% de sua bolsa ao adversário, cláusula prevista no contrato com o XFC. Nenhum dos outros atletas teve problemas com a balança.
Fim de ano repleto de ação no hexágono
O XFC prepara muitas emoções para o fim do ano de 2015. Entre os dias 3 e 5 de dezembro, no XFC International Center, a organização realiza a etapa sudeste do XFC Young Guns, um circuito nacional com atletas entre 18 e 24 anos da região sudeste, que lutarão por vagas na próxima temporada de torneios, em cada categoria oficial de peso. As três finais do evento serão realizadas durante o XFCi 13, no dia 5, em um card estelar com lutas entre Junior Assunção vs Mauricio Facção no main event; Tiago Bodão vs Alberto Uda; Vinicius Vina vs Rafael Morcego e Wendell Negão vs Antonio Tricoli.
“Estamos procurando novas joias para serem incorporadas ao plantel de lutadores do XFC”, explica o consultor técnico do XFC no Brasil, Marcelo Brigadeiro. “Essa não é uma seletiva tradicional, porque para fazerem parte desta competição os atletas passaram por um filtro prévio e uma análise de qualidade. Temos certeza que encontraremos novos talentos”, completa.
XFCi 12
Sábado, 28 de novembro de 2015
Horário: 18h (horário de Brasília) – Primeira luta
Transmissão: 20h (horário de Brasília) – Ao vivo no Esporte Interativo
Local: XFC International Center
Endereço: Rua Doutor de Mello Nogueira, 90 – Casa Verde, São Paulo
Entrada: Somente convidados
Card de lutas
Até 77,1kg: Carlston Harris (76,9kg) x Michel Pereira (76,9kg)- Final do Torneio Peso-Meio-Médio
Até 52,2kg: Viviane Sucuri (51,2kg) x Vanessa Guimarães (52,1kg) – Disputa de Cinturão Peso-Palha feminino
Até 57,2kg: José Maria “No Chance” (57,1kg) x Marcel Adur (56,9kg) – Superluta
Até 70,3kg: Ricardo Tirloni (70,3kg) x Jadyson da Costa (70,3kg) – Superluta
Até 77,1kg: Sergio Junior (77kg) x Vitor Negão (78kg)* – Superluta
Até 70,3kg: Deive Daniel Oliveira (69,3kg) x Ary Santos (69,3kg) – Superluta
Até 70,3kg: Luciano Palhano (70,2kg) x Antônio Paulo Nego (70,2kg) – Torneio Peso-Leve Masculino
Até 56,7kg: Molly McCann (56,7kg) x Vanessa Melo (56,7kg) – Superluta Peso-Mosca feminino
Até 56,7kg: Pedro Curiri (56,1kg) x Jimmy Martinez Vela (56,7kg) – Torneio Peso-Mosca masculino
Até 56,7kg:Jefferson Pedro (56,7kg) x João Elias (56,7kg) – Torneio Peso-Mosca Masculino
Até 52,2kg: Daniela “Dany Fenix” Da Silva (52,1kg) x Hellen Bastos (52,2kg) – Torneio Peso-Palha feminino
Até 77,1kg: Gian Siqueira (77,1kg) x Wellington Thurman (77,1kg) – Superluta
* Não bateu o peso limite da categoria e perdeu 50% da bolsa

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here