X-Fight chega à 12ª edição com semifinais de GP e Islan Galego x Geovane Santos

9

Evento na cidade de Gavião Peixoto (SP) vai definir as finais de quatro categorias; Special Fight abre o show com estreante promissor encarando veterano.

X-Fight 12 acontece no próximo dia 14 de novembro

O município de Gavião Peixoto, no interior de São Paulo, vai sediar a décima segunda edição do X-Fight, organização de MMA conceituada no estado. No próximo dia 14 de novembro, o ginásio de esportes Osvaldão recebe nove lutas, com destaque para a Special Fight entre Islan Galego e Geovane Santos, já na abertura do card. A luta principal terá Daniel Chicão contra Flavio Magon, na semifinal do GP dos meio-pesados (até 93kg). Outras três categorias também verão estabelecidos seus finalistas: peso-galo (até 61,2kg), peso-leve (até 70,3kg) e peso-meio-médio (até 77,1kg). Dois mil e seiscentos ingressos estão à venda em pontos específicos da cidade, localizada à cerca de 35km de Araraquara e 130km de Ribeirão Preto. A TV Esporte Interativo transmite o evento ao vivo.
A luta mais aguardada do X-Fight 12 colocará frente a frente dois atletas meio-pesados, o que aumenta a expectativa por um nocaute. De um lado o mineiro Daniel Chicão, de 30 anos, que é nascido na pequena Divinópolis e vem de dois resultados positivos consecutivos. Ele chegou à semifinal do GP após aplicar uma guilhotina aos 4 minutos do primeiro round em Acácio Pequeno, no X-Fight 11, em Araraquara. Do outro, Flavio Magon, também com 30 anos, nascido em Apucarana, no norte do Paraná e dono de um cartel com nove vitórias e quatro derrotas. Representando a Macaco Gold Team, Magon chega à semifinal no lugar de Lucas Cisco, que seria o semifinalista original, mas foi cortado do card por problemas pessoais, para a sorte do paranaense, que terá nova chance no GP.
O show será aberto com o duelo entre lutadores de épocas distintas. Islan Galego, da Geração Fight, é natural de Araraquara, do interior paulista, tem 23 anos e possui um cartel de quatro triunfos e apenas uma derrota. O jovem estreia no X-Fight diante do veterano Geovane Santos (5v2d), que tem 35 anos, representa a equipe Mão Pesada Team, localizada em Pontal, Zona Oeste de São Paulo e fará sua terceira aparição no X-Fight. O pontalense nocauteou Erivaldo Sansão no X-Fight 3, em 2012 e foi finalizado por Luan Gazetta no X-Fight 5, em 2013. Ambos vêm de vitórias em suas últimas apresentações profissionais por outros eventos e, juntos, somam sete nocautes, o que torna ainda mais especial o confronto. Espera-se trocação franca nessa special fight entre nocauteadores natos. 
“O X-Fight vai mais uma vez oferecer grandes lutas, muito dinâmicas, em um formato de GP que o público adora e que cria identificação entre os fãs e os lutadores”, ressalta o organizador do evento, Francisco César, o Chicão. “Esperamos casa cheia em Gavião Peixoto e que o pessoal de Araraquara também compareça, porque atletas da cidade vão lutar. A special fight coloca dois grandes nocauteadores em colisão, já abrindo o evento em alto nível. Será muito interessante ver como vão se desenhar as finais dos torneios”, completa.
Lutadores renomados nacionalmente; Finalistas de GPs serão definidos
O carioca Oton Jasse (10-3 MMA, 2-0 X-Fight) e o mineiro André Muniz (12-3 MMA, 1-0 X-Fight), representando a Tata Fight Team, vão em busca de vagas nas decisões dos torneios peso-leve e peso-meio-pesado, respectivamente. Especialistas em jiu-jitsu, os companheiros de equipe vêm de boas vitórias por finalização com triângulos de mão aplicados nos rounds iniciais, no último X-Fight. Oton derrotou Claudinei Bertarello aos 1min45seg, enquanto Muniz despachou o agora protagonista do embate principal, Flávio Magon aos 2min15seg. O paulistano Marcus Jon Jones (2-2 MMA, 1-0 X-Fight) é o atual adversário de Oton e Carlos Silva (2-2 MMA, 1-0 X-Fight) tenta interromper a série de seis triunfos consecutivos de Muniz na luta antecedente à principal. Unidos, Oton Jasse e André Muniz somam 22 vitórias, 17 por submissão.
Outros cinco embates do X-Fight vão acontecer também por fases decisivas de GPs. Na categoria peso-galo, Wilton Pernambuco (3-0 MMA, 2-0 X-Fight) e Gabriel Brasil (4-1-1 MMA, 1-0 X-Fight) serão os primeiros a medir forças. Em seguida, João Samurai (4-1 MMA, 1-1 X-Fight) encara Kaio Tavares (3-3 MMA, 1-1 X-Fight). Na divisão dos leves, além de Oton Jasse x Marcus Jon Jones, Matheus Terrier (1-0 MMA, 1-0 X-Fight) enfrenta Junior Hell Boy (5-2 MMA, 1-0 X-Fight). Os confrontos dos meio-médios serão entre Everton Rocha x Devani Martins (2-1 MMA, 1-0 X-Fight) e Adriano Oliveira x Philipi Carmo (2-0 MMA, 1-0 X-Fight).

Ingressos – Pontos de venda
– Loja Corpo e Cia – Rua São Bento, 2115 – Araraquara – (16) 3331-2589
– Supermercado Jacob – Rua dos Lírios, 101 – Gavião Peixoto – (16) 3308-1249
Preços: arquibancada (R$ 20,00) / Área VIP (R$ 40,00)
X-Fight 12
Sábado, dia 14 de novembro de 2015
Local: Ginásio de Esportes Osvaldão
Endereço: Alameda Dalri, 111 – Gavião Peixoto, SP
Horário: 20h (horário de Brasília)
Transmissão: Esporte Interativo
LUTA 01 – SPECIAL FIGHT – 66kg
Islan Galego (Geração Fight) x Geovane Santos (Mão Pesada Team)
LUTA 02 – 61Kg
Wilton Pernambuco (Geração Fight) x Gabriel Brasil (Tata Fight Team)
LUTA 03 – 61Kg
João Samurai (Força e Equilíbrio) x Kaio Tavares (Team Máximo)
LUTA 04 – 70Kg
Matheus Terrier (Força e Equilíbrio) x Junior Hell Boy (Chute Boxe Diego Lima)
LUTA 05 – 70Kg
Oton Jasse (Tata Fight Team) x Marcus Jonn Jones (Gilmar China Team)
LUTA 06 – 77Kg
Everton Rocha (Team Máximo) x Devani Martins (Spartan Fight Club)
LUTA 07 – 77Kg
Adriano Oliveira (Tata Fight Team) x Philipi Carmo (Ryan Gracie)
LUTA 08 – 93Kg
Andre Muniz (Tata Fight Team) x Carlos Silva (Familia Tiger Team)
LUTA 09 – 93Kg
Daniel Chicão (Tata Fight Team) x Flavio Rodrigo Magon (Macaco Gold Team)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here