WGP #32: Barbara Nepomuceno e Aylin Sobrino disputam cinturão em duelo internacional

25

Atletas fazem a co-luta principal do evento neste sábado, dia 16 de julho, em Salvador (BA); cinturão dos meio-médios e card recheado de atletas locais completam show.

288361_620574_12002374_934236009983447_7560818966472439962_o

Foto: Divulgação

A noite deste sábado, dia 16 de julho, promete ser histórica para o WGP Kickboxing. Pela primeira vez na Bahia, a maior organização de luta em pé da América Latina chega à cidade de Salvador com um card de grandes emoções. Inicialmente marcado para o município de Lauro de Freitas, o WGP #32 mudou de local e acontece no Ginásio Poliesportivo de Cajazeiras, na capital baiana. Um dos destaques da noite fica por conta da capixaba Barbara Nepomuceno, que faz a co-luta principal da noite diante da chilena Aylin Sobrino, valendo o cinturão peso-super-médio (+70kg). O evento tem início às 16h30 e terá o card principal transmitido ao vivo pelo Canal Combate, Esporte Interativo, Bandsports, TV Aratu (filial do SBT na Bahia) e TVE (filial da TV Brasil na Bahia).

O público ainda assiste a esperada revanche entre o campeão Ravy Brunow e o desafiante Bruno Gazani, pelo título dos meio-médios, na principal luta da noite. A presença de mais de 10 lutadores locais no card também agita o público. “Nossa expectativa só aumenta conforme vai chegando perto do evento. Era um objetivo antigo vir até a Bahia e além da luta principal que dispensa comentários e da grande quantidade de atletas locais no card. Conseguimos casar uma grande luta para a Barbara. Quem ganha é o público”, afirma Paulinho Zorello, diretor-executivo do WGP Kickboxing.

Após largar trabalho como professora de geografia, Barbara festeja chance de título

A história da capixaba Barbara Nepomuceno não é das mais comuns entre lutadores. Atualmente com 26 anos, a atleta conheceu o kickboxing há sete, mas só depois de uma conquista muito especial passou a se dedicar ao esporte. Formada em geografia, Barbara conciliava o dia como professora em uma escola de Cariacica, onde mora, com os treinos na parte da noite, no qual os papeis se invertiam e ela era a aprendiz. Mas a história da capixaba mudou em 2014, com a conquista do Campeonato Mundial Amador de Kickboxing no ano anterior, que a fez abandonar o trabalho como professora, mudar de academia e se dedicar exclusivamente ao esporte.

“Ter sido campeã mundial no amador foi o ponto crucial para minha transição para uma atleta profissional. Passei a observar o esporte além de atividade física e sim como parte do meu sustento, mudei de academia e conheci meu mestre atual Augusto Nasser. Hoje em dia dou aulas e vivo do kickboxing mesmo”, afirma a atleta, que revela ainda dificuldade na aceitação dessa transição por parte dos familiares. “Foi um pouco difícil em casa. Principalmente eu que estava me formando em uma universidade federal, tinha objetivos bem diferentes. Mas com o tempo minha família foi vendo que realmente levava jeito e hoje isso é motivo de muito orgulho”, garante.

No WGP, Barbara soma duas apresentações com 100% de aproveitamento. Na estreia venceu Camila Guimarães por decisão unânime, e no último duelo deu um verdadeiro show, nocauteando Talita Moreno ainda no round inicial. Após a vitória, a capixaba repetiu o gesto do cinturão por diversas vezes e teve o pedido atendido para a edição 32. A adversária é a chilena Aylin Sobrino e a brasileira mostra conhecer pouco sobre a oponente.

“Não conheço muito sobre minha adversária, vi poucos vídeos. Sei que tem uma boa perna esquerda, abre bem de jab também. Acredito que são as principais armas dela. A velocidade, principalmente com a perna da frente”, afirma, para completar sobre a expectativa de lutar na Bahia. “Primeira vez que vou estar na Bahia. Tenho sentido muito carinho do público com minha luta, o povo baiano mesmo, e espero retribuí-los com um grande show e com a conquista desse cinturão para o Brasil”.

Oponente de Barbara, Aylin Sobrino vai competir pela primeira vez no Brasil. Natural de Santiago, no Chile, a lutadora é destaque no cenário nacional de seu país e prega respeito a brasileira.

“Barbara é uma adversária muito forte, que já ganhou duas vezes no WGP, tem títulos importantes no amador. Sei que será difícil, mas meu treinamento foi muito duro, principalmente do ponto de vista físico, para aguentar cinco rounds. Montamos uma boa estratégia também, focando nas minhas habilidades para fazer uma boa luta. Tenho muito claro na minha cabeça o que tenho que fazer na luta”, garante.

WGP #32: Brunow vs Gazani II

Data: Sábado, dia 16 de julho de 2016
Local: Ginásio Poliesportivo de Cajazeiras
Endereço: Estr. do Coqueiro Grande, 127 – Fazenda Grande 2, Salvador – BA
Transmissão: Canal Combate, Bandsports, Esporte Interativo, TV Aratu (Afiliada do SBT na Bahia) e TVE (afiliada da TV Brasil na Bahia)
Ingressos online: em breve
Pontos de venda: em breve

Main Card

MAIN EVENT: Disputa de Cinturão WGP Kickboxing
K1 Rules / Peso-Meio-Médio (71,8 Kg)
Ravy Brunow (Ravy Brunow Team / Combat Club – Eunápolis/BA) vs Bruno Gazani (União ABC – São Paulo/SP)

CO-MAIN EVENT: Disputa de Cinturão WGP Kickboxing
K1 Rules / Peso-Super-Médio FEM (+70 Kg)
Barbara Nepomuceno (Team Big G – Vila Velha/ES) vs Aylin Sobrino (Brutal Striker – Santiago/CHI)

SUPER FIGHT 4
K1 Rules / Peso-Meio-Pesado (80 Kg)
Junior ‘Alpha’ (Kingstar – Salvador/BA) vs Ruan Ferreira (Team Striker – Macaé/RJ)

SUPER FIGHT 3
K1 Rules / Peso-Super-Leve (64,5 Kg)
Sergio ‘Pestinha’ (Equipe Marca Maior – Salvador/BA) vs Ivan Ibarbe (Team Marcelo Salas – Santa Cruz de la Sierra/BOL)

SUPER FIGHT 2
K1 Rules / Peso-Super-Leve (64,5 Kg)
Marcus Vinícius (Rocha União Fight – Salvador/BA) vs Guilherme ‘Ceará’ Sanchos (Ceará Team – Porto Alegre/RS)

SUPER FIGHT 1
K1 Rules / Peso-Meio-Médio (71,8 Kg)
Miguel Jacob (Daniel Mattos Strikers’ Team/APKB – Rio de Janeiro/RJ) vs Adriano Oliveira (Coliseum Team – Cuiabá/MT)

WGP #32: Super Fights

SUPER FIGHT 4
K1 Rules / Peso-Leve (60 Kg)
Denis Júnior (Coliseu Fight Clube – Vitória/ES) vs Diego Piovezan (União ABC – São Paulo/SP)

SUPER FIGHT 3
K1 Rules / Peso-Leve (60 Kg)
Ricardo ‘Coreano’ (The Rocky Kickboxing – Fortaleza/CE) vs Hugo Nascimento (Chacal Team – Aracajú/SE)

SUPER FIGHT 2
K1 Rules / Peso-Super-Leve (64,5 Kg)
Leonardo Casotti (Team Big G – Vila Velha/ES) vs Samuel Santos (Daniel Mattos Strikers’ Team/EMMECAM)

SUPER FIGHT 1
K1 Rules / Peso-Galo (56,4 Kg)
Antonio ‘Pitiço’ (CT Celio Rodrigues – Guarapuava/PR) vs Rafael Spin (Ely Kickboxing – Belo Horizonte/MG)

WGP #32: Undercard / Card Local

LUTA 10
K1 Rules / Peso-Cruzador (85 Kg)
Marcos ‘Biriba’ (Colisão Team – Salvador/BA) vs Edson Marques (New Level Team – Goiânia/GO)

LUTA 9
K1 Rules / Peso-Meio-Médio (71,8 Kg)
Kaio Reis (Chiangmai / Salvador-BA) vs Williames ‘Chacal’ (Chacal Team – Aracajú/SP)

LUTA 8
K1 Rules / Peso-Galo FEM (52 Kg)
Kaka Naja (Naja/Trion Pro Fight – Aracaju/SE) vs Mayara ‘Marrenta’ (Equipe Demolição – Salvador/BA)

LUTA 7
K1 Rules / Peso-Leve (60 Kg)
Jorge ‘Paulista’ (Equipe Demolição – Salvador/BA) vs Robson Santos (Strike Team / São Felix -BA)

LUTA 6
K1 Rules / Peso-Galo (58,2 Kg)
Matheus Dantas (Equipe ST/FBMT/FPMTA – Teixeira de Freitas/BA) vs Allyson Kivio (New Level Team – Goiânia/GO)

LUTA 5
K1 Rules / Peso-Leve (60 Kg)
Cleuber Cabral (Inside Jay Congo – JUAZEIRO/BA) vs Lucas Cruz (Equipe Virtude – Lauro de Freitas/BA)

LUTA 4
K1 Rules / Peso-Pesado (94,1 Kg)
Ronilson Mamute (Marca Maior/Dunamis Team – Salvador/BA) vs Francisco Júnior (Giovanni Pereira Team – Teresina/PI)

LUTA 3
K1 Rules / Peso-Leve (60 Kg)
Arnaldo de Andrade (Inside Jay Congo – Juazeiro/BA) vs Cristiano Dantas (Ravy Brunow Team / Combat Club – Crisópolis/BA)

LUTA 2
K1 Rules / Peso-Pena (58,2 Kg)
Clecio Pereira (Naja Thai – Euclides da Cunha/BA) vs João Antunes (Equipe Demolição -Salvador/BA)

LUTA 1
K1 Rules / Peso-Cruzador (85 Kg)
Gilmar ‘Blade’ (Equipe Tigre – Salvador/BA) vs Lindemberg Lira (Lira Team / Equipe Demolição – Salvador/BA)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here