Vem Na Mão | Uma porrada de notícias sobre o mundo MMA

Voltar ao topo

Notícias

TUF Brasil envelhece na 2ª edição, deixa região Norte de fora e vê boom do Sudeste

Fabrício Werdum e Rodrigo Minotauro vão comandar os meio-médios do TUF Brasil 2
Quando foi criado nos Estados Unidos no início em 2005, a principal ideia do reality show do UFC, The Ultimate Fighter, era revelar novos lutadores. Mas com o tempo, esse perfil foi se moldando e, além de achar esses jovens, o TUF passou a dar oportunidade a atletas mais experientes, até veteranos, no maior evento de MMA do mundo. Isso aconteceu ao longo de quase dez anos nos EUA, mas esse processo foi bem mais rápido no Brasil.
Com sua estreia marcada para este domingo, 17 de março, na TV Globo, depois do Big Brother Brasil (por volta das 23h30), o TUF Brasil 2 envelheceu – e bem – seu elenco em relação à primeira edição do programa no ano passado.
Em 2012, a média de idade dos 32 participantes da primeira rodada foi de 25,3 anos. Já os 28 lutadores da fase preliminar deste ano tem, em média, 28,5 anos.
No TUF Brasil 1 tínhamos apenas dois lutadores entre 30 e 35 anos. Dessa vez, são dez. No ano passado, 11 tinha de 20 e 24 anos. Agora, nessa faixa idade são apenas quatro. Já a média de lutas na carreira continua mais ou menos a mesma.
Mas outro ponto interessante desse elenco é que a região Norte não terá representantes na segunda edição do TUF brasileiro. A região, famosa por revelar importantes lutadores do UFC como o campeão José Aldo, Lyoto Machida (que apesar de nascido na Bahia, foi formado com lutador no Pará), Ronaldo Jacaré, Diego Brandão, os irmão Marajó, entre muitos outros, não estará no TUF Brasil 2. No primeiro, eram quatro na 1ª fase. Além disso, um argentino foi convidado em 2013.
Por outro lado, houve uma explosão de atletas vindos do Sudeste. A região já era a com mais participantes no 1º ano, mas esse percentual pulou de 38% para 61%


Artigos Relacionados