Vem Na Mão | Uma porrada de notícias sobre o mundo MMA

Voltar ao topo

Notícias

Sonnen revela fuga de Jon Jones de exame anti-doping: ‘Se escondeu debaixo do cage

LAS VEGAS, NV - NOVEMBER 14: Chael Sonnen interacts with media during the final UFC 167 pre-fight press conference inside the Hollywood Theatre at the MGM Grand Hotel/Casino on November 14, 2013 in Las Vegas, Nevada. (Photo by Josh Hedges/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images)

Foto: Divulgação

Alguns anos atrás, Chael Sonnen demonstrou um lado vidente que poucos imaginavam. O wrestler gravou o TUF 17 com Jon Jones, um sendo técnico de cada time. No fim, Sonnen desafiou o cinturão de Jones no UFC 159, em abril de 2013. Na luta, Chael foi dominado e nocauteado no primeiro assalto, mas o grande fato da semana foi Chael beber com coca-cola (em inglês coke – tradução literal de cocaína) após se pesar.

Em um primeiro momento, não significava nada, mas meses depois, Jones testou positivo para o uso da droga após derrotar Daniel Cormier por decisão unânime.Jones foi suspenso, a luta contra o novo desafiante, Anthony Johnson, foi cancelada e Jon teve que voltar depois de um ano, conquistar o título interino e quando foi unificar contra Daniel no UFC 200, testou positivo em um exame anti-doping.

Desta vez, não se sabe ao certo qual a sustância, ou sustâncias segundo Dana White, que tiraram o campeão da luta, pode-se afirmar que não foi o uso de maconha ou cocaína, já que o exame foi feito fora de competição.Nesta semana, em participação no podcast do comentarista do UFC Joe Rogan, Chael revelou uma história curiosa que aconteceu antes do cancelamento da luta entre Jones e Anthony, no UFC 187, em março do ano passado.

“Então, os agentes da USADA chegam a Jackson’s Gym para fazer um teste surpresa no Jon Jones e só tem umas cinco pessoas lá. Jon e uns treinadores. E eles conseguem ver os agentes vindo e não sabem o que fazer com Jones, foi quando esconderam ele debaixo do cage na academia. Jon Jones se escondeu debaixo de um cage! Os treinadores falaram que não sabiam onde ele estava”.

Na época, o acordo entre USADA e UFC ainda não estava valendo. Sendo assim, os atletas eram testados aleatoriamente e, caso eles não fossem encontrados no dia que foram selecionados, não eram obrigados a se testar. Hoje, o atleta é obrigado a dizer exatamente onde está para os agentes da USADA aplicarem os testes.

Chael continuou.

“Ao invés de irem embora, os agentes decidem esperar. Ainda faltavam 8 horas para acabar o expediente, então não foram embora. Não sei exatamente o tempo que ficaram lá, mas ficaram até a academia fechar. Só quando apagaram as luzes e fecharam as portas, que Jon Jones pôde sair.

Bem, os agentes sacaram o que estava acontecendo. Eles queriam um mandado para ir atrás dele debaixo do cage, pensando que até o fim do dia, ele precisaria ir no banheiro. Eles não gostam de serem enganados. Lembra quando avisei que Jones vs Johnson não iria acontecer? Foi porque eu sabia dessa história. Sabia que estavam à caça dele em Albuquerque. Esperando ele do lado de fora de boates, academias, o que fosse”.



Artigos Relacionados