Vem Na Mão | Uma porrada de notícias sobre o mundo MMA

Voltar ao topo

Notícias

Shooto Brasil 65 tem primeira defesa de título de Luciano Benício e retorno de Hernani Perpetuo

Baiano encara Thiago Manchinha pelo cinturão dos galos, no Rio de Janeiro; Campeão mundial do Shooto, Perpétuo volta após UFC e lutadores ex-TUF se enfrentam.

288969_622975_hernani_perpetuo

Foto: Divugação

Os fãs de MMA já podem desmarcar os compromissos para o próximo dia 31 de julho. O Shooto Brasil desembarca novamente no Clube Hebraica Rio, na Zona Sul do Rio de Janeiro, para sua 65ª edição. Entre os principais ingredientes da noite estão uma disputa de título, um retorno muito aguardado e um duelo de conhecidos. Na luta mais importante da noite, o campeão peso-galo Luciano Benício defende seu título pela primeira vez diante de Thiago Manchinha. No co-evento principal, o público verá o retorno de Hernani Perpétuo, campeão mundial do Shooto e com recente passagem pelo UFC. Ele encara Cleber Souza.

Além disso, o evento protagoniza ainda o embate entre os ex-participantes do TUF Brasil 3, Ismael Marmota e Joilton Peregrino. O evento tem transmissão ao vivo do Canal Combatae e do UFC Fight Pass, a partir das 19h. “Conseguimos montar um grande card para essa edição. Além da disputa de cinturão que promete muito temos o retorno do Hernani, que é um cara que está marcado na história do Shooto. Marmota e Peregrino foram rivais no TUF também e essa luta vai pegar fogo”, afirma Dedé Pederneiras, presidente do Shooto Brasil.

Após herdar cinturão, Luciano Benício faz primeira defesa

A luta principal do Shooto Brasil 65 coloca frente a frente o baiano Luciano Benicio e o carioca Thiago Manchinha. Natural de Vitória da Conquista, na Bahia, Benício tem 24 anos e conquistou o cinturão da organização de uma forma no mínimo inusitada. O atleta da Nova União disputou o título vago da categoria diante de Rafael Sobral, em novembro de 2015, e acabou derrotado por unanimidade. Apesar da vitória não ter vindo durantes os 25 minutos de duelo, Sobral foi pego no exame antidoping após o evento e a luta teve o resultado alterado para triunfo de Benício. Na carreira, Luciano soma um total de 10 vitórias e apenas um revés.

Já Thiago Manchinha é nome bem comum aos fãs do evento. O carioca de 30 anos é natural de Barra do Piraí e já disputou o cinturão peso-pena da organização, sendo derrotado pelo companheiro de Benício, Felipe Froes. Com um cartel irregular de nove vitórias e cinco derrotas, Manchinha teve uma recente passagem internacional pelo evento coreano Road FC.

Na co-luta principal da noite, o Shooto Brasil terá a volta de um velho conhecido. O carioca Hernani Perpetuo, campeão mundial evento na divisão dos meio-médios, retorna após passagem apagada pelo Ultimate. Na Shooto, Hernani soma 12 participações e a última delas está na memória do atleta da Nova União. Em uma das edições anuais em homenagem ao BOPE (Batalhão de Operações Especiais da Polícia Militar), realizada em agosto de 2013, Perpétuo venceu o norte-americano Tommy Depret e conquistou o título mundial da organização. Na carreira, o lutador possui 17 vitórias e apenas cinco reveses. O adversário de Hernani, Cleber Souza tem cinco vitórias e quatro derrotas e faz sua estreia na organização. Ele é natural de Itaquaquecetuba, no interior de São Paulo.

O card conta ainda com outros 11 combates, com destaque para o encontro entre os ex-participantes do TUF Brasil 3, Ismael Marmota e Joilton Peregrino. Liderados pelos treinadores Wanderlei Silva e Chael Sonnen, os dois eram rivais no programa, já que Marmota integrava o time do brasileiro e Joilton do norte-americano. Se o time era diferente o resultado foi igual, já que os dois foram eliminados no primeiro duelo por Warlley Alves e Wagnão Gomes, respectivamente.

Shotoo Brasil 65

Data: Domingo, 31 de julho de 2016
Horário: 19h (Ao vivo no Canal Combate e no UFC Fight Pass)
Local: Clube Hebraica Rio
Endereço: Rua das Laranjeiras 346 – Laranjeiras, Rio de Janeiro
Venda de ingressos: R$ 100 – Academia Upper – Rua Marques de Abrantes, 96 – Flamengo/RJ

Card de lutas
Até 61kg: Thiago Manchinha (Baixinho Team) x Luciano Benício (Nova União)
Até 80kg*: Cleber Souza (Pantera Jiu-jitsu) x Hernani Perpétuo (Nova União)
Até 78kg* Joilton Peregrino (Peregrino Team) x Ismael Marmota (Nova União)
Até 63kg*: Pedro Falcão (Nova União) x Adversário a definir
Até 61kg: Pedro Mota (Relma Combat) x Luan Lacerda (Nova União – Amapá)
Até 55kg*: Carlos Mota (Chico Bueno) x Ronaico Raio X (Nova União)
Até 57kg: Fernando Tourinho (MPBJJ) x Daniel Virgínio (Kimura NU)
Até 57kg: Luiz Arthur (Engenio Tadeu) x Elves Oliveira (Nova União)
Até 70kg: Thiago Barbosa (RFT) x Guilherme Doin (Nova União)
Até 57kg: Erick Panterinha (Arte Local) x Klinger Pinheiro (Nova União – Manaus)
Até 87kg: Hemerson Toco (Evolução Thai) x Renato King (Nova União)
Até 66kg: Taigro Costa “Urso Branco” (TFT) x Joaquim Polonia (Nova União – Manaus)



Artigos Relacionados