Shooto Brasil 61 abre ano de 2016 com Ronny Markes e manutenção de antidoping

14
Ex-UFC volta ao MMA nacional e faz duelo contra Cássio Jacaré, na categoria até 93kg; evento terá mais uma vez o Clube Hebraica, no Rio de Janeiro, como sede.
Ronny Markes volta a um evento nacional depois de cinco anos – Divulgação/UFC
O mês de fevereiro de 2016 tem sido aguardado pelos cariocas por conta do Carnaval, mas também marca a primeira edição do Shooto Brasil neste ano. No sábado, dia 13 de fevereiro, no Clube Hebraica, em Laranjeiras, Zona Sul do Rio de Janeiro, o evento de número 61 da organização terá 14 lutas em um card repleto de talentos nacionais e um nome bastante conhecido. Depois de cinco lutas no UFC e uma no WSOF, Ronny Markes volta ao MMA nacional, para enfrentar Cássio Jacaré na categoria até 93kg. Outra grande luta do evento terá Alcides Nunes representando a Nova União contra Benito Tavares, da DTM Team, na categoria até 70kg. O Canal Combate transmite as emoções ao vivo, a partir das 20h (horário de Brasília).
Para a nova temporada, o Shooto Brasil prepara de seis a oito eventos, todos chancelados pela Comissão Atlética Brasileira de MMA (CABMMA), responsável pela pesagem oficial dos atletas e pelos exames antidoping, uma novidade implementada pela organização em 2015 e que segue para 2016. As regras também continuam iguais às do UFC, com o uso de cotoveladas liberado, por exemplo.
“Buscamos manter nossas principais conquistas de 2016, de oferecer uma boa estrutura e segurança aos atletas, como o exame antidoping e a confiança da chancela da CABMMA”, explica o presidente do Shooto Brasil, André Pederneiras. “Este primeiro evento terá uma mescla de atletas experientes e promessas, e como sempre temos a expectativa de continuar revelando grandes nomes”. 
Ronny retorna a evento onde brilhou
Desde 2011, Ronny Markes não sabe o que é lutar no Shooto Brasil. Foi em abril daquele ano que o atleta da Kimura Nova União deu show e nocauteou, com uma sequência de socos, em apenas 45 segundos, o rival Diego Lima. De lá para cá, Ronny fez venceu três lutas pelo UFC, perdeu duas, e conquistou mais uma vitória depois disso, no WSOF. Ele lutaria na última edição do Shooto, mas uma lesão do adversário o impediu de tentar conquistar a 16ª vitória em 19 lutas. Agora volta a lutar contra Cássio Jacaré.
“É bom estar de volta ao Shooto Brasil”, afirma Ronny Markes, hoje com 27 anos. “Foi um evento que me fez crescer muito como profissional e me ajudou a dar grandes passos na carreira. Qualquer lutador quer estar no card desse tipo de evento. O Shooto é muito respeitado e vencer um combate dentro dele será maravilhoso. Já venci nas outras duas vezes que lutei aqui e prometo mais um show”.
Aos 32 anos, o pernambucano e atleta da Bunker Fight Society de La Riva, Cássio Jacaré faz sua estreia no Shooto Brasil e chega para o confronto com Ronny Markes com um cartel de 16 vitórias e seis derrotas. Ele já enfrentou nomes como Silmar Sombra, Joaquim Mamute e Kleber Orgulho na carreira.
Alcides Nunes entra invicto
Após ficar conhecido nacionalmente por uma fatalidade, Alcides Nunes terá a chance de mostrar seu jogo na 61ª edição do Shooto Brasil. No início de 2015, ajudando José Aldo no camp para o embate com Conor McGregor, Alcides acertou uma pancada na costela do Campeão do Povo que o tirou do combate. Agora, ele quer usar essa força para derrotar Benito “Macapá” Tavares.
Dentro do cage do Shooto, Alcides vai defender sua invencibilidade no MMA. Em seis disputas, só vitórias, sendo quatro delas por nocaute. A última foi na própria organização quando venceu Paulo Roberto Silva, no segundo round, do Shooto Brasil 58 – BOPE 5. O rival, por sua vez, entra para o combate com um cartel de 5-3. Sua última luta foi no evento 54 da franquia e foi derrotado por Ronys Torres, em maio de 2015.
Shotoo Brasil 61
Data: Sábado, 13 de fevereiro de 2016
Horário: 20h (Ao vivo no Canal Combate e no UFC Fight Pass)
Local: Clube Hebraica Rio
Endereço: Rua das Laranjeiras 346 – Laranjeiras, Rio de Janeiro
Venda de ingressos: R$ 100 – Academia Upper – Rua Marques de Abrantes, 96 – Flamengo/RJ
Card de lutas 
Até 93kg: Cássio Jacaré (BFS de La Riva) x Ronny Markes (Kimura Nova União)
Até 70kg: Benito Tavares (DTM) x Alcides Nunes (Nova União)
Até 57kg: Adversário indefinido x Willis “Jiraya” Pereira (Nova União)
Até 66kg: Thiago Manchinha (Baixinho Team) x Eliandro PQD (Nova União)
Até 66kg: Flávio “Blackout” Viana (TFT) x Diego Domingos (Nova União)
Até 84kg: Huinderton Cavadeira (Open Fight Time) x Renato King (Nova União)
Até 84kg: Thiago Dreamer (Diogo Tavares Team) x César Almeida (Rizzo RVT)
Até 66kg: Adversário indefinido x Rafael Palhares (Nova União)
Até 72kg: Thiago Paulista (RFT) x Carlão Silva
Até 57kg: Lucas “Cangaceiro” Melo (TFT) x Maycon Boca (Nova União)
Até 61kg: Luiz Carlos (Beto Padilha Team) x Eduardo Thai (Nova União)
Até 57kg: Diogo Pimenta (Team Moraes/RFT) x Rafael Macapá (Nova União)
Até 52kg: Kakau Costa (PRVT) x Geisa Veloso (Nova União)
Até 68kg: Antônio Carlos Buiu (TFT) x Júnior Negão (Nova União)
COMPARTILHAR
Artigo anteriorJiu-jitsu de lagartos
Próximo artigoTreta pesadona

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here