Responsável por afiar trocação de José Aldo, Emerson Falcão aposta em nocaute sobre Frankie Edgar

9

Campeão do WGP Kickboxing, niteroiense é o treinador de muay thai e kickboxing do ex-campeão peso-pena, que neste sábado, dia 9, luta pelo cinturão interino no UFC 200.

287770_618676_emerson_e_aldo

Foto: Divulgação

No próximo sábado, dia 9 de julho, em Las Vegas, nos Estados Unidos, acontece o UFC 200, naquele que promete ser o maior show da franquia nos últimos anos. Entre nomes estelares e lutas muito aguardadas, está o retorno do brasileiro José Aldo, após a dura perda do cinturão peso-pena (até 65,8kg) da organização para Conor McGregor. Ele encara o norte-americano Frankie Edgar na disputa pelo título interino da divisão, e um dos responsáveis pela preparação para a volta por cima do ex-campeão é o niteroiense Emerson Falcão, campeão do WGP Kickboxing e treinador de muay e kickboxing da Nova União.

Aos 29 anos, Emerson compete profissionalmente há aproximadamente 14 anos e é membro da Nova União desde 2010. Natural de Niterói, no Rio de Janeiro, chegou até a equipe de Dedé Pederneiras através do peso-médio do UFC Thales Leites, antigo integrante do time e conterrâneo de Emerson. A relação com José Aldo começou no mesmo período e, com cerca de seis anos de muito treinamento e conselhos, Falcão virou amigo pessoal de Aldo.

“Minha relação pessoal com o Junior (José Aldo) é ótima, nos damos bem tanto dentro da academia quanto fora. Nos últimos meses nossa relação tem sido mais intensa devido ao lado profissional para esse camp e estou muito confiante no trabalho que temos feito”, afirma Falcão que embarcou para Las Vegas na última segunda-feira, 4 de julho, com Aldo.

Emerson já participou de diversos camps de treinamento de Aldo, mas na preparação para a luta deste sábado o niteroiense foi um dos mais ativos no dia a dia do ex-campeão. Seja afiando sua trocação ou o acompanhando de perto em todos os seus compromissos profissionais com a organização, Falcão se aproximou do manauara e revela como está a cabeça do amigo depois da perda do título, em dezembro do ano passado.

“A cabeça do Junior sempre foi uma de suas maiores qualidades. Nesse caso não foi diferente, ele usou a derrota para buscar uma motivação extra, treinar mais e evoluir. Nas lutas ele está sempre focado, vivendo aquele momento e nessa não vai ser diferente. Tenho certeza que nada irá atrapalhá-lo a executar o plano traçado e nós vamos voltar a ver aquele Aldo que todo mundo conhece”, afirma.

Sobre o adversário de Aldo, Emerson reconhece a qualidade de Frankie Edgar, mas garante ver o amigo em um processo de evolução maior que o rival. “Acho que ele evoluiu sim, mas não tanto quanto o Junior”, e aproveita para deixar seu palpite para o duelo. “Creio que essa luta não dura os cinco rounds. Sem querer puxar a sardinha para o meu lado, mas acho que o Junior nocauteia antes do terceiro assalto”, aposta Falcão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here