Rapper Dexter é atração confirmada para o 1º Round Combat em Natal

6
Foto: Fábio Terral

A segunda edição do 1º Round Combat, marcada para o dia 6 de maio, em Natal, tem uma atração bastante especial fora do octógono. Fã de MMA, o rapper Dexter fará participação especial no evento e cantará sucessos como “Oitavo anjo” para embalar a entrada dos lutadores no ginásio Nélio Dias. 

As canções retratam o cotidiano da periferia de grandes cidades, de onde saiu a maioria dos lutadores. A história de superação do rapper também amplifica esta relação, e é comum ouvir as músicas dele em eventos de MMA pelo mundo. Dexter ficou 13 anos preso e, dentro do presídio, compôs “Oitavo Anjo”, com o grupo 509E, batizado com os números e letra que identificavam a cela onde vivia. Vendeu mais de 500 mil cópias com este trabalho. Após a liberdade, em 2011, continuou levando o rap por todo o país, se tornando referência.
“É uma atração a mais para o nosso 1º Round Combat. Os fãs de MMA terão a chance de ver grandes lutas e ainda curtir o som do Dexter, que dispensa apresentações. Vamos fazer uma noite histórica e esperamos um grande público no ginásio Nélio Dias”, afirmou o empresário Carlos Júnior, organizador do evento.
A luta principal do 1º Round Combat vai reunir o paulista Fábio Maldonado, ex-UFC, e o potiguar Felipão Dantas, ex-participante do TUF Brasil 3. O “Caipira de Aço” tem realizado a preparação em São Paulo, enquanto o adversário treina forte na Evolução Thai, em Curitiba. Esta disputa vale o cinturão dos pesos-pesados. Outro confronto que chama atenção será entre o potiguar Ciro Bad Boy e o baiano Edilberto Crocotá. Os dois lutadores vêm se provocando pelas redes sociais desde o lançamento do evento. Mais dois cinturões serão colocados em jogo nos combates Juliana Velasquez x Elaine Albuquerque, até 61 kg, e Tarciano “Pintinho” x Deninho “3 dedos”, até 57 kg.
A venda de ingressos está sendo feita na rede de fast-food Pittsburg (Ponta Negra, Natal Shopping, Partage Norte Shopping e Prudente de Morais), além do site Bilhete Certo (www.bilhetecerto.com.br). Os preços são: R$ 30 (arquibancada – cadeira azul), R$ 50 (arquibancada – cadeira branca) e R$ 70 (quadra – cadeira vip). Mais informações pelo telefone (84) 99121-0337.

PERFIL COMPLETO DE DEXTER

A música sempre fez parte da vida de Marcos Fernandes Omena. Ele começou a conhecer e vivenciar o rap aos 17 anos, criando o seu primeiro grupo, o Snake Boys. Em 1991, adotou o apelido de Dexter, ao ler a biografia de Martin Luther King. Viu que Dexter era o nome de um dos filhos do líder do movimento negro nos EUA e que significava destro, ligeiro, esperto e sagaz. Em meio a dificuldades de fazer música, ganhar dinheiro, pagar estúdio e criar um novo trabalho, Dexter tenta chegar ao que deseja por caminhos mais fáceis, e é preso em janeiro de 1998. Começa aí uma nova realidade, que não o impediu de continuar seu sonho. 
Dentro do presídio, conhece o Projeto Talentos Aprisionados, elaborado por Sophia Bizilliat, por meio do qual pôde mostrar seu trabalho com as músicas “Saudades Mil” e “Oitavo Anjo”. Surge, então, o grupo 509E, batizado com os números e letra que identificavam a cela onde viviam Dexter e outro integrante do grupo. Dexter, através de seus contatos, organiza um time de produtores que viabiliza o primeiro CD do grupo, Provérbios 13.
Ao lado de Mano Brown, Edi Rock, DJ Hum, MV Bill, DJ Luciano, DJ Zé Gonzáles e outros amigos, o primeiro CD do 509E é produzido e ultrapassa a marca de 500 mil cópias vendidas. No ano de 2000, o trabalho é reconhecido por meio de vários prêmios, tais como o de “Grupo Revelação do ano” no Prêmio Hutúz – RJ , e o de “Melhor Clipe”, com a música “Só os fortes sobrevivem”, produzido por Mauricio Eça, no Programa Mundo Clipper, da apresentadora Drica Lopes.
Em 2005, Dexter lança o primeiro trabalho solo: “Exilado Sim, Preso Não” e recebe várias premiações, com a de “Melhor Álbum do Ano”, concedido pelo prêmio Hutúz RJ. Dexter conquista a liberdade em 2011 e se envolve inteiramente com seu trabalho. Nessa nova fase, participou de vários shows pelo Brasil. Depois, gravou dois DVDs “Dexter & Convidados” e chegou a ser um dos protagonistas da volta do rap aos palcos principais da Virada Cultural. Também participou de discos e gravações de outros ícones do rap nacional, como no álbum solo de Edi Rock (Racionais MC’s), Sabotage e MV Bill.
A convite da ESPN, compôs, em parceria com o rapper Gregory, o tema de abertura para o NBA Global Games Rio 2014. As rimas afiadas originaram um clipe, que foi chamada oficial do canal para o evento. Em 2015, Dexter inaugurou a própria produtora, a 8º Anjo Produções Fonográficas, e iniciou o processo de finalização do terceiro álbum solo, “Flor de Lótus”. 
1º Round Combat – 2ª edição
Local: Ginásio Nélio Dias (Natal, Rio Grande do Norte)
Data: 6 de maio de 2016 
Horário: 19h (de Brasília)
Transmissão: Combate (ao vivo)
Card principal
Fábio “Caipira de Aço” Maldonado x Felipão Dantas – até 104 kg (cinturão)
Edilberto “Crocotá” x Ciro “Bad Boy” – até 77 kg (superluta)
Juliana Velasquez x Elaine Albuquerque – até 61 kg (cinturão)
Tarciano “Pintinho” x Deninho “3 dedos” – até 57 kg (cinturão)
Card preliminar
Abraão Amorim x Augusto Matias Abdias – até 77 kg
Tarcisio “Psycho” Pierre x Yuri “Jason” Mariano – até 66 kg
Alexandre “Macaco” x Maurício “Dedinho” – até 77 kg 
João Paulo “King” x Rodrigo “Digão” – até 93 kg 
Khetag Pliev x Anderson “Fala Mansa” – até 84 kg 
Alan Gomes x Stenio Barbosa – até 57 kg
Amaury Jr. Mossoró x Carlos Eduardo “Carlim” – até 61 kg
Mateus “Pitbull” Vasco x Daniel Virgínio – até 61 kg
Jefferson “Spider” Rodrigues x Antônio Pompeu – até 70 kg
Silmar Rodrigo x Sandro “Apaga a Luz” da Silva – acima de 93 kg

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here