Grand Prix de Muay Thai movimenta a quadra da Unidos de Vila Isabel

35

O bairro de Noel Rosa recebeu de braços abertos a Liga de Muay Thai, que proporcionou um final de semana de belos combates aos amantes das Artes Marciais.

GP_LigaMuayThai (5)

Foto: Divulgação

No último final de semana (sábado, 25 e domingo, 26) a Quadra da Escola de Samba Unidos de Vila Isabel, Zona Norte carioca, recebeu o Grand Prix Super Campeões 2016 e a 1a. etapa da Liga Amadora de Muay Thai. Torneios organizados pela Liga de Muay Thai, presidida pelo Mestre e árbitro Flávio Almendra, considerado um dos melhores árbitros da América Latina e com 20 anos de carreira.

No sábado, o Grand Prix dos Super Campeões 2016, reuniu todos os atletas campeões dos GPs profissionais realizados dentro das 4 etapas da Liga de Muay Thai Amador, com atletas de todo Brasil. Com 12 combates, o GP, foi dividido em três categorias, até 66kg, 70kg e 77kg.

Nas três disputas de cinturão da noite os resultados foram: Na categoria até 66kg, o atleta Diogo Mana (Iogue Thai) levou a melhor contra Jimmy (RMT) vencendo por decisão unânime no 3o. Round, sagrou-se campeão e conquistou o cinturão da categoria. Jimmy venceu a luta reserva contra Bruno Buakaw e credenciou-se para a final contra Diogo, substituindo o atleta da Art Fighters, Victor Hugo que se lesionou no combate anterior contra Cristiano França da MR Jop.

No combate até 70kg, Hannan Goes (Guy Gym), venceu por nocaute técnico aos 1:38 do 2o. Round, o atleta e favorito Adriano Trator (CT Luis MG), mas antes da final, o atleta fez uma luta equilibrada contra Marcos Vinícius (PRVT), garantindo a vitória por unanimidade no 3o. Round e se credenciando para a final contra Trator.

Na última luta do Grand Prix Super Campeões 2016 e a mais aguerrida da noite, disputando o cinturão e título da categoria até 77kg. Wesley Mendes (Indio Team) e Renan Altamiro (AFC Thai Center) protagonizaram a melhor luta da noite. Os dois atletas demonstraram sangue nos olhos e técnica apurada. Na final, Wesley Mendes levou a melhor e venceu Altamiro por intervenção médica (corte no supercilio direito), aos 2:33 do 2o. Round.

No domingo, 26, foi realizada a 1a. etapa da Liga Amadora de Muay Thai com mais de 50 lutas, o evento começou às 10h e se estendeu ao longo do dia.

A Liga de Muay Thai pretende realizar 3 ou 4 eventos de Muay Thai Profissional por ano e continuar introduzindo, pelo menos 2 lutas profissionais, aos torneios amadores para que sirvam de inspiração para os atletas, e também mostrar como é realizada uma luta profissional. O desejo da Liga é divulgar, popularizar e fazer com que o Muay Thai seja grande.

Homenagens realizadas pelo Mestre Flávio Almendra no GP

O Presidente Flávio Almendra, homenageou Alessandro Sousa, falecido em Janeiro de 2016 e componente da diretoria, e o Grão Mestre Jutuany Ribeiro, idealizador e fundador da Liga de Muay Thai, na noite de sábado (25), pela grande influência no esporte, apoio à entidade e na realização do campeonato. Com muita luta e dedicação o projeto criado por eles pôde ser realizado, mas o caminho não foi fácil, segundo o Mestre.

“Já faz muito tempo que estou nessa guerra, passamos por bons e maus momentos, mas hoje eu me sinto leve. Há alguns anos eu e meus irmãos Wagão, Alessandro e Caique, juramos realizar um evento profissional digno dos professores e atletas que nos acompanham todos esses anos. Com a morte do Alessandro, isso virou uma questão de honra para nós, realizar o nosso sonho e poder homenagear um grande amigo. Quero Agradecer também ao Mestre Jutu, que foi o idealizador da entidade. Foi ele que nos uniu, nos orientou e nos inspirou a seguir em frente. Minha eterna gratidão aos membros da Liga de Muay Thai.” Lembra emocionado.

Pensando em seus filiados, a Liga conseguiu patrocinadores e no ano passado pode realizar os Campeonatos dando oportunidade aos atletas de Muay Thai. Momento de muita emoção do Grand Prix. Para o Mestre Flávio Almendra, o Grand Prix foi à realização de um sonho.

“Bem, a gente se esforçou muito e sem nenhum apoio, sem nenhuma pessoa, entidade e empresa querendo nos apoiar, mesmo assim a gente foi à luta com a compreensão e com a boa vontade dos atletas que lutaram por bolsas muitas vezes irrisórias, dando convites para que eles vendessem o que não é o ideal, mas era o que a gente podia fazer, já que tantos outros eventos faziam assim, então a gente se utilizou desse subterfúgio para poder realizar os nossos eventos e sempre contando com a força e credibilidade que as pessoas davam aos nossos torneios. Com isso, o trabalho foi crescendo e graças a Deus a gente conseguiu o apoio dos Colchões Ortobom e de mais algumas empresas que foram fundamentais na realização desse evento de sábado (25), conseguindo fazer a final desse Circuito Profissional de Muay Thai, realizando um sonho nosso, pagando uma promessa e dando início a uma nova era no Muay Thai do Estado do Rio de Janeiro.” Explica.

Estrutura e Organização do Grand Prix Super Campeões 2016

A estrutura montada e apresentada, com som para entreter o público e auxiliar na entrada dos atletas, iluminação e principalmente organização foram o diferencial do evento. Foi muito atrativo. Na organização, a assiduidade com o horário de início do torneio foi de grande excelência, tudo muito bem elaborado e dentro dos padrões. Preocupando-se com o público que não pôde comparecer a quadra da Unidos de Vila Isabel, a entidade disponibilizou através da “Live Sports” um link para assistir ao vivo. Os combates puderam ser acompanhados do Brasil inteiro e do mundo.

Link para rever o GP Super Campeões 2016:
https://www.facebook.com/ligacarioca.muaythai/videos/1353189188073444/?hc_ref=PAGES_TIMELINE

Para contatos acesse ligademuaythai.com.br ou mande e-mail para contato@ligademuaythai.com.br

Resultados Oficiais Grand Prix Super Campeões 2016:
Wesley Mendes venceu Renan Altamiro por intervenção médica (corte no supercílio direito) aos 2:33 do 2º round. – Disputa de Cinturão GP 77Kg
Hannan Goes venceu Adriano Trator por TKO aos 1:38 do 2º round. – Disputa de Cinturão GP 70Kg
Diogo Mana venceu Jimmy Alan por decisão unânime no 3º round. – Disputa de Cinturão GP 66Kg
Washington venceu Adriano Jabba por abandono (lesão no quadril) no 1o. round.
Renan Altamiro venceu Bruno Nascimento por decisão unânime no 3º round.
Wesley Mendes venceu Francinei Farizano por KO aos 1:28 do 2º round.
Leonardo Lindbergue venceu Rodrigo Rocha por decisão unânime no 3º round.
Hannan Góes venceu Marcus Vinícuis por decisão unânime no 3º round.
Adriano Trator venceu Mailson por decisão unânime no 3º round.
Jimmy Alan venceu Bruno Buakaw por decisão dividida no 3ºround.
Diogo Mana venceu Matheus por TKO (abandono) aos 2:39 do 2º round.
Victor Hugo Souza venceu Cristiano França por decisão dividida no 3º round.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here