Na disputa do cinturão inaugural dos leves femininos, Marilia Fanta e Nina Loch abrilhantam card do WGP #35 em Fortaleza

6

Tradicional edição de encerramento de ano, o Final Tour, ainda traz no card principal o retorno de Emerson Falcão aos ringues e disputa de cinturão interino.

imagem_release_802954

Foto: Divulgação

A mais tradicional e esperada edição do WGP Kickboxing de 2016, já tem data marcada e confrontos de arrepiar definidos. No dia 2 de dezembro, o WGP #35 desembarca em Fortaleza para o Final Tour, derradeiro evento da temporada com um duelo de tirar o fôlego dos fãs da modalidade. No ringue, a primeira disputa de cinturão da categoria dos leves femininos (até 60kg) receberá Marília Fanta, atleta local e um dos principais nomes das lutas cearenses, diante da catarinense, Nina Loch, atleta da Chute Boxe Florianópolis.

O último show ainda contará com o retorno de Emerson Falcão, depois de dois anos longe dos ringues diante do paraguaio Oscar Vera. No co-luta da noite, Falcão também conhecerá seu futuro desafiante ao cinturão no embate entre Guilherme Sanchos e Anderson Buzika pelo cinturão interino dos super-leves (até 64,5kg). O Final Tour será transmitido ao vivo pelo Canal Combate, Esporte Interativo e Band Sports, a partir das 19h (de Brasília).

“Quando optamos por este último evento, sabíamos que precisávamos de uma grande novidade. E foi assim que decidimos premiar o público com a essa magnífica disputa de cinturão inaugural entre as meninas. Ao selecionar as atletas, encontramos dois dos principais nomes do kickboxing e que tenho que certeza que vão levar o público ao delírio. A Marília é famosa no Ceará e uma das grandes prospectas. A Nina também chega forte e com grandes chances também de surpreender. Será um final de ano maravilhoso para nossa organização”, celebra o diretor-executivo do WGP Kickboxing, Paulinho Zorello.

Preocupação com o corpo levou ao profissionalismo

Aos 28 anos, Marília Fanta já se consagrou no cenário nacional das lutas e se tornou uma das grandes musas do esporte. Mas para chegar ao patamar que hoje se encontra, muito famosa no Ceará, a atleta trabalhou duro para emagrecer. A loira não começou nas artes marciais para se tornar um profissional gabaritada como é hoje em dia, e sim preocupada com sua estética quando adolescente.

“Comecei a treinar a luta em pé para emagrecer. Era uma adolescente um pouco gordinha (risos) e queria de qualquer jeito entrar em forma. Mas fui pegando gosto, pedi para entrar em campeonatos e vi que podia chegar longe com isso. A partir do momento que comecei a me destacar, esqueci essa parte estética e meu foco se tornou em ser uma grande lutadora. Me profissionalizei e sei que tomei a melhor escolha da minha vida”, comenta.

Com o primeiro passo dado e hoje profissional, a cearense agora planeja voos mais altos. A disputa do cinturão dos leves femininos é, para ela, é o mais importante passo de sua vitoriosa carreira.

“Treino duro faz tempo e espero fazer uma grande luta e me tornar a campeã. Um dos meus grandes objetivos já estará sendo realizado neste dia 2. Estar no WGP já é o maior passo da minha carreira. Era um sonho e já disputar o cinturão é fora da realidade para mim. Penso em lutar fora do Brasil e poder continuar defendendo o cinturão por um bom tempo”, afirma, sem esquecer de sua rival.

“Conheço pouco da Nina, mas sei que é muito dura e que vai vir para buscar o nocaute. De qualquer maneira, me preparei para qualquer desafio e estou pronta”, completa.

Veterana por título mais importante

Campeã brasileira, pan-americana, da Copa do Brasil, entre outros a lutadora catarinense está no radar do WGP há tempos. Com esse currículo, Nina Loch entra no ringue contra a anfitriã Marília Fanta, trazendo muita experiência na bagagem em seus 33 anos de vida. Apesar de todas as conquistas, a lutadora natural de Águas Mornas, em Santa Catarina, sabe que protagonizar um dos principais evento do WGP #35 é sua maior oportunidade no kickboxing.

“Estou muito feliz com a oportunidade de realizar o sonho de participar do WGP e, ainda mais pela disputa do cinturão. Demorou para cair a ficha. Estou no WGP! Esperava por isso há muito tempo e agora vou fazer o possível e o impossível para conquistar este título”, comenta.

Nina acredita que vencer Fanta na disputa do título lhe abrirá ainda mais portas na carreira. Para ela, deixar Fortaleza com a importante conquista a deixará bastante visada no mundo das lutas.

“Um dos grandes objetivos é ser campeã do WGP, o outro é lutar no exterior em eventos como o Glory, Rizin, Pancrase e, quem sabe até no UFC. Este ano estreei no MMA e estou invicta com três vitórias, sendo duas por nocaute”, diz.

Sobre sua adversária, Nina garante que estudou todo o jogo da atleta local e espera conseguir impor sua técnica no ringue, além de toda experiência.

“Confesso que não conhecia a Fanta, mas já assisti uns vídeos dela e vi que é uma excelente atleta. Sei que foi a vencedora da seletiva em Fortaleza e, para vencer uma seletiva do WGP tem que estar entre as melhores. Vou em busca desse cinturão. Vou procurar impor meu jogo com muita técnica, força e raça”, conclui.

Falcão retorna e já conhece adversário

Depois de cerca de dois anos longe do ringues, Emerson Falcão está de volta para protagonizar o evento principal do WGP #35. Ele sobe para encarar Oscar Vera, do Paraguai, já ciente de quem será seu próximo adversário pelo cinturão dos super-leves. Na co-luta principal da noite, Anderson Buzika e Guilherme Sanchos sobem ao ringue para disputar o cinturão interino da categoria e o vencedor fará a luta de unificação dos títulos no ano que vem. A noite ainda traz uma Super Fight internacional entre Bruno Gazani e o atleta da Guiné-Bissau, Iamik Furtado.

WGP #35: Final Tour

Data: Sexta-feira, 2 de dezembro às 18h (de Brasília)
Local: Ginásio Paulo Sarasate (R. Ildefonso Albano, 2050 – Dionísio Torres, Fortaleza/CE)
Transmissão: Canal Combate, Band Sports e Esporte Interativo – a partir das 21h (de Brasília)
Ingressos: a venda no site http://www.bilheteriavirtual.com.br/

Confira o card completo do evento:

Card Principal

International Super Fight
Peso Casado (66,8 Kg)
Emerson ‘Falcão’ (Chok Dee / Nova União – Brasil) vs Oscar Vera (Fight Center Team – Paraguai)

Disputa de Cinturão Interino WGP Kickboxing
Peso-Super-Leve (64,5 Kg)
Guilherme ‘Ceará’ Sanchos (Ceará Team) vs Anderson ‘Buzika’ (Inside Munil Adriano)

Disputa de Cinturão WGP Kickboxing
Peso-Leve Feminino (60 Kg)
Marilia Fanta (TRKB / União Strike Team) x Nina Loch (Chute Boxe Floripa)

International Super Fight
Peso-Meio-Médio (71,8 Kg)
Bruno Gazani (União ABC – Brasil) x Iamik Furtado (Dragon Kombat – Guiné-Bissau)

Peso-Meio-Médio (71,8 Kg)
Anderson ‘Dentão” (Black Thai) vs Adriano Oliveira (Coliseum Team)

Peso-Médio (75 Kg)
Arlison ‘Tenshinran’ (TRKB) vs A Definir

Peso-Leve (60 Kg)
Ricardo ‘Koreano’ (TRKB) vs JhonatanLeuch (CT Célio Rodrigues)

WGP #35 Super Fights

Peso Casado (66,8 Kg)
Neto ‘Fúria’ (TRKB) vs Vinícius Beretta (União ABC)

Peso-Super-Leve (64,5 Kg)
Alexandre Johnson (Black Thai) vs Douglas Nunes (Team Montenegro)

Peso-Super-Médio (78,1 Kg)
Junior ‘Cocão’ (TRKB / União Strike Team) vs Uanderson ‘Pitbull’ (Associação Desportiva Pitbull)

Peso-Super-Leve (64,5 Kg)
Celso Guimarães (Terrier FT/Gladiadores) vs Douglas Menna (MT Combat)

WGP #35 Undercard

Peso-Super-Leve (64,5 Kg)
Rogério Souza (Tigre Fight) vs Alan ‘Tartaruga’ (Black Strike)

Peso-Pena (58,2 Kg)
Rodrigo Soares (FTB) vs Pedro ‘Sagat’ (One Six Thai Boxe)

Peso-Super-Leve (64,5 Kg)
Carlos Frota (V8) vs Geraldo Oliveira (Tigre Fight)

Peso-Super-Médio (78,1 Kg)
Frank ‘Thai’ (Thai Strike) vs Samuel ‘Bebezão’ (TRKB / União Strike Team)

Peso-Meio-Médio (71,8 Kg)
Carlos Souza (Barra Fight) vs Eliano Vieira (Shock Thai)

Peso Casado (até 57kg)
Diego Martins (Gladiadores TF/ Terrier FT) vs Thiago Alves (Factory Lions)

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here