McGregor apela judicialmente contra multa por confusão em coletiva do UFC

3

Conor McGregor não quer pagar o que deve para a Comissão Atlética de Nevada. Pelo menos não os US$ 75 mil (cerca de R$ 250 mil) impostos ao lutador após ele e Nate Diaz protagonizarem uma verdadeira guerra de garrafas de água na coletiva do UFC 202, em agosto.

De acordo com o site “MMA Fighting”, o irlandês recorreu judicialmente contra a quantia e agora caberá à corte civil de Clark County, na cidade de Las Vegas (EUA), decidir se reavalia seu caso ou não. A sanção, por sinal, também conta com 50 horas de serviço público e com um anúncio público, possivelmente para uma campanha anti-bullying.

Enquanto essa polêmica não é definida, Conor sequer poderá competir no estado de Nevada. Sua licença para lutar boxe, inclusive, já foi negada pela comissão local e, caso ele tente renovar sua permissão para competir MMA, dificilmente ela lhe será entregue antes que ele pague a multa (seja o valor atual ou o reavalido pela corte).

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here