Vem Na Mão | Uma porrada de notícias sobre o mundo MMA

Voltar ao topo

Notícias

José Loreto revela sacrifício para interpretar José Aldo e diz ter chegado a 2% de gordura no corpo

287676_618199_jose_loreto_vitafor_2

Fotos: Divulgação

Ator conta que perdeu cerca de seis quilos para protagonizar o longa “Mais Forte que o Mundo”, que conta a história do maior campeão peso-pena do UFC

A rotina e hábitos alimentares para interpretar o maior campeão dos pesos-penas do UFC, José Aldo, no longa-metragem “Mais Forte que o Mundo”, que conta sua trajetória, desde o início da vida até o título no Ultimate, mantido por quase cinco anos. E se a vida do Campeão do Povo foi complicada, repleta de desafios, o ano que antecedeu as filmagens para Loreto também seria digno de filme, como ele mesmo define.

“O filme mudou minha vida de verdade. Foi tanto tempo de dieta, que meu paladar mudou. Sempre digo que fiquei quase um ano sem comer”, brinca o ator, que é faixa-preta de judô, praticante de CrossFit e patrocinado pela Vitafor Nutrientes. “Não comia pão, não comia massa, não comia feijão, não comia nada. Fiz uma dieta paleolítica, sem carboidratos. Perdi cinco quilos e cheguei a pesar 78kg. No filme estava com 80 e pouco e fiquei com 2% de gordura, algo que nunca tinha atingido”, completa.

Para chegar a este patamar, José Loreto fez a chamada “dieta paleolítica ou apenas paleo”, que consiste no regime alimentar usado pelos humanos antes de terem a possibilidade de cozinhar os alimentos e antes de terem iniciado as atividades de produção agrícola. Isto é, muitos alimentos ricos em fibras e proteínas. A dieta foi acompanhada de perto por um nutricionista, o que para ele, apesar do excelente resultado, alterou suas relações cotidianas.

“Entrei em uma dieta que não comia nada industrializado. Sequei muito, mas teve o lado ruim. A Débora (Nascimento, esposa de Loreto) sentiu o meu mau humor (risos). Ia em hamburguerias e trocava o pão por alface. Foi triste neste ponto, mas agora passou”, afirma, sem esquecer o lado bom:

“Melhorei muito meus hábitos. Hoje, por exemplo, não como mais pão e leite de manhã. Prefiro um suco verde e um omelete. Também incluí mais legumes e saladas no meu cardápio. Estou me sentindo muito melhor: mais ativo, mais disposto, meu sono melhorou também. A gente é o que a gente come”, comenta.

A esposa do ator, que também é atriz, foi o maior incentivadoras e também fez a dieta ao seu lado.

Ator teve rotina de atleta e muito treino

Apesar de ser faixa preta de judô, José Loreto também buscou conhecimento em se especializar ao máximo no MMA.. O treinamento foi pesado, com direito a sessões na equipe Nova União, onde treina José Aldo, o que além da alimentação, o ajudou a ficar mais em forma para interpretar o ídolo em sua essência.

“Virei um lutador, quis entender. Treinei quatro horas por dia. Na alimentação e suplementação, busquei o mais saudável, com ajuda do profissional. Queria passar por isso, não só pela parte física, mas também pela parte psicológica, para sentir o sofrimento que o atleta passa”, conta.

Apesar dos hábitos alimentares alterados, o ator confirma que sempre foi uma pessoa que ativo nas práticas esportivas e sempre prezou pela saúde.

“Nunca tive problemas com peso e por também ter diabetes tipo 1 há 16 anos, minha alimentação sempre foi saudável. Só que me cerquei de todos os cuidados com médicos e nutricionista porque quis ficar mais próximo do físico do Zé Aldo. Também quis passar por aquelas dietas que eles fazem para perder quilos em poucos dias. Tudo é muito difícil, desgastante, mas está valendo a pena”, conclui.

O filme “Mais Forte que o Mundo” está nos cinemas de todo o Brasil desde 16 de junho e é patrocinado pela Vitafor Nutrientes. A empresa, sediada em Sorocaba (SP), também patrocina José Aldo e sua equipe, a Nova União, e busca no apoio ao esporte reforçar seu compromisso com a qualidade dos suplementos que leva ao público, para que todos possam superar seus desafios cotidianos.



Artigos Relacionados