Vem Na Mão | Uma porrada de notícias sobre o mundo MMA

Voltar ao topo

Notícias

Frank Mir refuta aposentadoria e aposta em jiu-jítsu contra “preguiçoso” Daniel Comier

Depois de perder a disputa de cinturão dos pesados para Junior Cigano em maio do ano passado, Frank Mir está de volta. Longe do octógono por 11 meses depois de uma lesão no joelho, o veterano terá pela frente o campeão do GP dos pesados dos Strikeforce, Daniel Comier, que faz sua estreia no UFC neste sábado.
Apesar de nunca terem se enfrentado, eles criaram uma grande rivalidade, principalmente depois de essa luta entre eles ter sido adiada – aconteceria no próprio Strikeforce em outubro do ano passado. Mir acusa Comier de ser preguiçoso – por conta de sua avantajada barriga para um lutador profissional.
O blog Na Grade do MMA bateu um papo com Frank sobre essas supostas provocações, sobre sua recuperação, quando ele pensa em parar de lutar e se ele ainda pensa em cinturão e em uma revanche contra Junior Cigano.
Como foi ficar tanto tempo sem lutar, ainda mais você que tem um histórico de graves lesões? Nunca é bom ficar todo esse tempo longe, estava bem chateado, ainda mais pelo meu passado, por tudo que já aconteceu comigo [ficou um ano e meio parado depois de um acidente de moto]. Mas o importante é que estou bem agora.
Pensou em parar de lutar depois dessa contusão? Não cheguei a pensar em me aposentar em nenhum momento, até porque não foi uma lesão tão grave, nem mesmo precisei de cirurgia. Não sei quanto tempo mais eu vou lutar, mas enquanto estiver saudável e me sentindo capaz de lutar em alto nível, vou ficar por aqui.
De onde surgiram essas provocações entre você e Comier? Não vejo necessariamente como provocação ou desrespeito. Eu simplesmente respondo o que as pessoas me perguntam. Eu realmente acho que ele não se aplica tanto nos treinos, apesar de ser talentoso, realmente acho que meu jiu-jítsu é melhor e posso finalizá-lo.
Ainda pensa em disputar o cinturão dos pesados novamente? Penso em uma luta de cada vez. Sei que já tive muitas chances de disputar o título, sei que é difícil agora, mas se eu vencer um ou dois caras que sejam tops da categoria, por que não sonhar isso? Não vou desistir do sonho de voltar a ser campeão do UFC.
Quer uma revanche contra Junior Cigano? Ele é um grande lutador, foi um combate muito complicado para mim, mas não tenho nenhum desejo especial de voltar a enfrentá-lo. O Cain [Velasquez, campeão dos pesados] já mostrou que existem maneiras de vencê-lo.


Artigos Relacionados