Vem Na Mão | Uma porrada de notícias sobre o mundo MMA

Voltar ao topo

Notícias

Ex-UFC, Hernani Perpétuo volta com vitória sobre Cleber Sousa no Shooto Brasil 65

Campeão mundial do Shooto, carioca derruba rival ainda no primeiro round com belo jab; ex-participantes do TUF fazem bom duelo com vitória de Marmota sobre Joilton.

290066_625888_hernani

De volta ao Shooto, Hernani não deu chances a Cleber Sousa / Foto: Divulgação

Em seu principal palco, o Clube Hebraica, o Shooto Brasil realizou sua 65ª edição neste domingo, dia 31 de julho, em noite que trouxe o retorno do ex-lutador do UFC, Hernani Perpétuo, no duelo principal. E diante de Cleber Sousa, ele reencontrou o caminho das vitórias depois de dois reveses consecutivos no Ultimate. Com um jab avassalador ainda no primeiro round, Hernani comemorou o triunfo. Na co-luta, amigos na casa do TUF Brasil 3, Ismael Marmota derrotou Joilton Peregrino com um nocaute que levantou o público. O evento ainda contou com outras nove disputas, com a maioria marcada pelo equilíbrio.

“Como esperado foi mais uma edição especial do Shooto Brasil. Sabíamos que os duelos seriam desse nível, com muito equilíbrio e muita técnica. Quando montamos o card, prezamos pela qualidade do show que os atletas podem dar ao público. Foi assim, com disputas eletrizantes, saímos do Hebraica, outra vez, com a sensação de dever cumprido”, celebra o presidente do Shooto Brasil, Dedé Pederneiras.

Hernani reencontra as vitórias

Campeão mundial do Shooto, Hernani Perpétuo assinou com UFC e teve uma curta passagem de duas lutas.
Depois das duas derrotas, ambas na decisão dos jurados, ele retornou neste domingo ao evento que o consagrou e deu show. Diante de Cleber Sousa, o carioca e atleta da Nova União mostrou seu talento em pé e não deu chances ao adversário.

Com apenas 1min e 33seg de combate e ainda sem ter atacado o rival, Hernani mostrou toda a potência de seu soco e fez Cleber Sousa cair de costas no chão. Ele só teve o trabalho de montar no rival e aplicar algumas marteladas para ver o juiz central dar como encerrado o confronto.

Aos 31 anos, Perpétuo chegou à 18ª vitória em seu cartel, com cinco derrotas e um empate. Já Cleber Sousa interrompeu a boa série de quatro vitórias nos últimos cinco duelos e chegou à quinta derrota. Ao todo, Cleber venceu seis confrontos.

Amigos, Marmota leva a melhor sobre Joilton

Apesar de equipes diferentes no TUF Brasil 3, Joilton Peregrino e Ismael Marmota construíram uma relação de amizade dentro do reality show. E o duelo que deveria ocorrer nas semifinais do programa, na categoria dos médios, protagonizou a co-luta principal do Shooto Brasil 65. Dentro do cage, melhor para Ismael Marmota, que aos 36 anos, aumentou seu recorde para 12 vitórias com apenas cinco derrotas. Já Joilton, aos 23, atingiu a marca quatro derrotas, mas ainda tem cartel positivo com 11 vitórias.

A luta começou com os dois atletas buscando o nocaute, se estudando e evitando quedas. Conforme o cansaço de Peregrino e a menor experiência se desenhou a favor de Ismael, o atleta ficou à vontade e mostrou ímpeto com potentes socos. Força esta que também marcou os golpes de Joilton. Mesmo mais veterano, Ismael mostrou um melhor vigo e disposição física para vencer o rival por nocaute, com um lindo soco, aos 2min e 52seg do segundo round.

Equilíbrio marca evento

Como há muito não se via, o Shooto Brasil 65 ficou marcado pelos duelos extremamente equilibrados. Nas primeiras lutas, as vitórias de Carlos Tiziu e Luiz Arthur foram marcadas por muita trocação e jogo de chão, que levantou o público. O primeiro, preciso das papeletas dos jurados para sair vitorioso contra Ronaico Raio X, na decisão unânime. Já Luiz Arthur teve um duro adversário nos quase 15 minutos de confronto diante de Elves Oliveira. Mais inteiro no derradeiro assalto, ele conseguiu uma seqüência no ground and pound, faltando 50 segundos para o término da luta, e garantiu o triunfo.

O duelo mais equilibrado da noite aconteceu entre Guilherme Doin e Thiago Barbosa. Em três rounds eletrizantes e com desfile de talento de ambos os lados, coube aos juízes laterais dar um fim no espetáculo. Melhor para o atleta da Nova União, Doin, que ficou com a vitória na decisão dividida. Assim como na vitória de Taigro Costa sobre Joaquim Polônia.

Destaque também para o atleta de Rondônia, Pedro Falcão, que voltou a vencer na organização Wanderson Marinho logo no início do combate, com uma sequência de socos, que jogou o rival na lona.

Shooto Brasil 65

Data: Domingo, 31 de julho de 2016 – às 19h (de Brasília)
Local: Clube Hebraica – Laranjeiras, Rio de Janeiro
Transmissão: Canal Combate e UFC Fight Pass

Card de lutas – Resultados
Até 80kg*: Hernani Perpétuo venceu Cleber Sousa por nocaute aos 1min e 33seg do primeiro round
Até 78kg*: Ismael Marmota venceu Joilton Peregrino por nocaute aos 2min e 52seg do segundo round
Até 70kg: Alcides Nunes venceu Wagner Rocha na decisão unânime dos juízes laterais
Até 64kg*: Pedro Falcão venceu Wanderson Marinho por nocaute técnico aos 50seg do primeiro round
Até 66kg: Taigro Costa venceu Joaquim Polônia por decisão unânime dos juízes laterais.
Até 57kg: Erick Panterinha venceu Fernando Tourinho por finalização mata-leão aos 1min e 5seg do segundo round
Até 87kg*: Renato King venceu Hemerson Toco por nocaute técnico aos 4min e 33seg do segundo round
Até 70kg: Guilherme Doin venceu Thiago Barbosa por decisão dividida dos juízes laterais
Até 61kg: Luan Lacerda venceu Pedro Rocha por finalização triângulo aos 4min e 5seg do segundo round
Até 57kg: Luiz Arthur venceu Elves Oliveira por nocaute técnico aos 4min e 10seg do terceiro round
Até 55kg*: Carlos Tiziu venceu Ronaico Raio X por decisão unânime dos juízes laterais

* peso combinado



Artigos Relacionados