Vem Na Mão | Uma porrada de notícias sobre o mundo MMA

Voltar ao topo

Notícias

Elves Brenner nocauteia Samuel Caveira e mantém cinturão dos penas em noite histórica do Amazon Talent 7

imagem post agr

Foto: Divulgação

Seis nocautes, quatro finalizações e duas decisões unânimes. Esse foi o saldo da sétima edição do Amazon Talent, que teve o lutador Elves Brenner (JMT/Melvin Revilla) como grande protagonista da noite ao superar Samuel “Caveira” Silva (SD System/Checkmat) por nocaute no combate principal que valeu o cinturão da divisão dos penas (até 66 kg). O evento, com casa cheia no ginásio da Ulbra na noite de deste sábado, no ginásio da Ulbra, recebeu a chancela da Federação de MMA do Amazonas (FAMMA).

No começo da luta, o desafiante Samuel Caveira, natural de Tefé (a 575 quilômetros de Manaus), foi para cima e encaixou bons golpes no campeão nascido em Maués (a 356 quilômetros da capital). No entanto, Elves Brenner se recuperou ainda no primeiro round, tomando conta da luta.

O segundo round foi outro show de MMA, com trocação franca e muita técnica de boxe, muay thai e jiu-jítsu apuradíssimo. Novamente Elves esteve melhor, mas Samuel aguentou na base do coração. No terceiro round, Caveira esteve perto de finalizar com uma guilhotina, mas o atleta de Maués resistiu e aos 4 minutos e 45 segundos desferiu um jab que levou o desafiante à lona e depois foi só completar com mais dois socos: nocaute.

“Foi uma luta muito boa e fiquei feliz demais por ter conseguido esse nocaute e manter meu cinturão no evento. Como havia dito antes, o que é difícil de conquistar também é difícil de perder, então o cinturão fica em casa”, disse o campeão, que está segue imbatível no MMA, com cinco vitórias consecutivas. Ele finalizou agradecendo sua equipe e seus patrocinadores e apoiadores. “Gostaria de agradecer a academia MR do Mestre Melvin Revilla, ao professor Jefferson de Paula (JMT) e a todos que estavam lá torcendo por mim. Agradeço também aos meus patrocinadores Axes e FisioGade e também aos meus apoiadores Livre Leve Manaus, Filizola, JFG, DR Team e Pizzaria Zona Leste. Família essa foi pra vocês!”.

Coadjuvante rouba a cena

O Amazon Talent 7 também ficará marcado pela excelente apresentação do meio-médio Valmir Silva (Team X-Union/CT Brunocilla), que virou sensação da noite ao vencer Kleydison Wagner (Team Sidney Lima) por nocaute aos 3 minutos e 12 segundos do segundo round.

“Sou um cara primeiramente devoto a Deus, um batalhador em busca dos seus sonhos e isso aqui é só o início. Foi minha estreia numa categoria em que todos falavam que eu ia pegar porrada e agora estou provando quem é o verdadeiro campeão”, comemorou Valmir, que é oriundo da luta livre.

Outros campeões

O evento realizado no ginásio da Ulbra teve mais quatro vencedores por nocaute técnico: Kristhian Gomes (Team Cardoso), Geraldo Nogueira (SD System/Checkmat), Leony Branco (Tid Nuer) e Elyson Caçula (SD System/Checkmat). Os vencedores por finalização foram: Lucas Talent (SD System/Checkmat), Felipe D’Ouro (SD System/Checkmat), Thiago Castro (Império CT) e Salenco Steel (Deo Academy/WS). Os campeões por decisão unânime foram Milson Barão (RCT/Coari) e Juninho Rodrigues (SD System/Checkmat).

Resultados oficiais:

Disputa de cinturão do peso pena (até 66 kg):

Elves Brenner venceu Samuel “Caveira” Silva por nocaute aos 4min45seg do terceiro round (árbitro Allan Mídia)

Demais combates:

Até 70 kg (leve) – Kristhian Gomes (Team Cardoso) venceu Patrick Souza (DR Team) por nocaute técnico a 1min35 do primeiro round (árbitro Dindô)

Até 66 kg (pena) – Lucas Talent (SD System/Checkmat) venceu Yago Cândido (Cavalcante Fight Team) por finalização em mata-leão aos 4min46seg do primeiro round (árbitro Andé Batata)

Até 70 kg (leve) – Milson Barão (RCT Coari) venceu Antônio Pitbull (Trinity Roraima) por decisão unânime (árbitro Dindô)

Até 77 kg (meio-médio) – Valmir Silva (Team X-Union/CT Brunocilla) venceu Kleydison Wagner (Team Sidney Lima) por nocaute aos 3min12seg do segundo round (árbitro Allan Mídia)

Até 61 kg (galo) – Juninho Santos (SD System) venceu Leandro Silva (DM Amazon/HR Checkmat) por decisão unânime (árbitro André Batata)

Até 52 kg (palha) – Felipe D’ Ouro (SD System) venceu Dionatan Carvalho (Nonato Muay Thai) por finalização em chave de braço aos 2min33seg do primeiro round (árbitro Dindô)

Até 57 kg (mosca) – Thiago Castro (Império CT) venceu Gabriel Fernandes (Trinity Roraima) por finalização em mata-leão a 1min56seg do primeiro round (árbitro Alcenor Alves)

Até 84 kg (médio) – Salenco Steel venceu Max Silva (Tefé) por finalização em mata-leão aos 4min48seg do primeiro round (árbitro Allan Mídia)

Até 52 kg (palha) – Geraldo Nogueira (SD System/Checkmat) venceu Kliptuss Sá (Nonato Muay Thai) por nocaute técnico aos 3min41seg do primeiro round (árbitro André Batata)

Até 66 (pena) – Leony Branco (Tid Nuer) venceu Eduardo Silva (CTO/Projeto Paulinho) por nocaute técnico a 1min42seg do primeiro round (árbitro Alcenor Alves)

Até 57 kg (mosca) – Elyson Caçula (SD System/Checkmat) venceu Jhone Santos (CTO) por nocaute técnico aos 4min05seg do primeiro round (árbitro Xande Magno)



Artigos Relacionados