Vem Na Mão | Uma porrada de notícias sobre o mundo MMA

Voltar ao topo

Notícias

Criticado por Chris Weidman por faltar a compromisso do UFC, Anderson Silva se defende

Reprodução – Anderson Silva encara Chris Weidman no UFC 162, dia 6 de julho

Após Anderson Silva deixar de aparecer em sessão de mídia em Los Angeles, Chris Weidman mostrou irritação por ausência do rival no UFC 162.

Além de uma multa de 50 mil dólares aplicada pelo UFC, Anderson Silva foi alvo de seu oponente no UFC 162, o americano Chris Weidman, após viajar de volta ao Brasil e obrigar a organização a cancelar uma sessão de mídia para promover o evento do dia 6 de julho.
Weidman foi duro nas críticas ao Spider e falou em tom ameaçador.
“Espero que ele tenha uma boa razão para não ter ido. Eu fui para Los Angeles por três dias e interrompi meu treinamento.”, reclamou o desafiante, para, na sequência, dar o seu recado. “Espero que ele não esteja se sentindo tão acima de tudo e achando que não precisa fazer coisas para o UFC, mas quem sou eu para julgar? Se ele estiver se achando acima de tudo, eu vou colocá-lo de volta ao chão no dia 6 de julho”.
Por sua vez, Anderson Silva se defendeu da falta à sessão de mídia, em entrevista ao site da revista Veja: “Nunca faltei a nenhum compromisso com o UFC. Jamais marcaria uma viagem para o Brasil se soubesse que deveria estar em Los Angeles. Todos sabem que eu sempre bloqueio minha agenda de mídia para me dedicar aos treinos, pois eles são minha prioridade. Sou um atleta e meu foco sempre será treinar e estar preparado para os desafios”, afirmou o Spider.


Artigos Relacionados