Charles do Bronx deseja lutar no Brasil: “Ortega e Swanson viriam muito bem”

27

Brasileiro vem de vitória por finalização contra Myles Jury no UFC Orlando, em dezembro de 2015.

ufn-orlando-event-048

Foto: Divulgação

Atual sétimo colocado no ranking dos penas, o brasileiro Charles do Bronx ainda não teve nenhuma luta agendada em 2016, mas mostra empolgação para voltar a entrar no octógono o quanto antes – em especial no Brasil. Em entrevista ao Combate.com, o faixa-preta de jiu-jitsu comentou a vontade que sente de se apresentar novamente no país, como fez contra Andy Ogle em Jaraguá do Sul e Nik Lentz em Goiânia, e espera que seu próximo adversário seja um top 10 da categoria.

“Gostaria muito de lutar em casa de novo. Se o UFC me desse essa oportunidade, seria uma grande honra. Estou treinando, me dedicando, aprendendo muito. Nunca escolhi adversário, mas uma revanche contra o Holloway, ou lutas contra o Brian Ortega, que está invicto, ou Cub Swanson, que está na minha frente, viriam muito bem. Quero lutar contra um top 10 e me firmar ainda mais na divisão”, comentou do Brox

Vindo de vitória sobre Myles Jury no UFC Orlando em dezembro de 2015, quando finalizou o norte-americano com uma belíssima guilhotina em pé, o lutador também analisou o andamento da categoria dos penas e também garantiu estar pronto para subir ao octógono se alguma situação emergencial aparecer nos próximos eventos.

“A categoria está bem movimentada. O Renan Barão subiu agora, fez um lutão contra o Jeremy Stephens, vai ter a disputa de cinturão interino entre o José Aldo e o Frankie Edgar, o Max Holloway está bem também. Tem muita gente boa e é ótimo estar bem colocado com tantos nomes fortes na divisão. Quero lutar no Brasil e sei que os eventos até junho e julho estão todos cheios, mas se alguém se machucar, estou pronto para lutar. Minha expectativa é voltar o quanto antes”, finalizou

Via: UFC

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here