Carlston Harris vence torneio e Viviane Sucuri conquista cinturão no XFCi 12

9
José Maria ‘No Chance’ também vence e se credencia a disputar cinturão peso-mosca; próximo evento acontece no próximo sábado.
Carlston Harris e Michel Pereira fizeram grande luta no XFCi 12 / Foto: Fusion Photography
Duas guerras marcaram as lutas decisivas do XFCi 12, na noite deste sábado, dia 28 de novembro. No XFC International Center, o guianês Carlston “Moçambique” Harris contrariou as previsões e venceu Michel “Demolidor” Pereira no main event para conquistar o título do torneio meio-médio (até 77,1kg) da segunda temporada. Na co-luta principal, Viviane “Sucuri” Pereira, apesar de ter precisado de apenas dois rounds, travou uma grande batalha contra Vanessa Guimarães antes de levar para o Ceará o cinturão mundial peso-palha (até 52,2kg). Outro destaque foi José Maria “No Chance”, que venceu Marcel Adur na decisão dos juízes e se credenciou a desafiar Bruno “Macaco” Azevedo pelo título mundial peso-mosca (até 56,7kg).
As emoções no hexágono continuam já nesta semana. Nesta quinta-feira e sexta-feira, dias 3 e 4 de dezembro, o XFC Young Guns recebe alguns dos mais talentosos prospectos do MMA nacional em busca de uma vaga nos torneios internacionais. No sábado, dia 5, um card estelar fecha o ano de ação no XFCi 13, com Junior Assunção e Mauricio Facção na luta principal, além de Tiago Bodão contra o campeão do torneio dos médios (até 83,9kg), Alberto Uda, e as finais do Young Guns.
“Foi uma noite incrível, acima das expectativas, que já eram altas”, celebra o presidente do XFC, Myron Molotky. “Carlston Harris superou um início de luta desfavorável e mostrou muito coração para derrotar o Michel Pereira na final do GP. Viviane Pereira se confirmou como uma das melhores pesos-palha do mundo, com uma apresentação incrível, extremamente técnica. Vamos encerrar o ano com mais um grande evento, atletas muito experientes mesclados com jovens talentos no Young Guns. Um fechamento memorável para um grande ano”, completa.

Carlston Harris “quebra a banca” na final do GP do XFC
O novo campeão do torneio meio-médio do XFC trilhou um caminho discreto e até o título. Quieto e sereno, Carlston Harris entrou no hexágono para enfrentar o “Showman” Michel Pereira, que rapidamente fez jus ao apelido, com golpes plásticos e rápidos, que resultaram em um knockdown no primeiro round. No segundo assalto, “Moçambique” voltou completamente diferente e partiu para a trocação franca, encaixando um cruzado que quase levou o adversário à lona. Mesmo em vantagem, o atleta da RFT, do Rio de Janeiro, continuou agressivo no terceiro round e soube ser estratégico quando preciso. No fim, os juízes laterais concordaram, de forma unânime, em decretá-lo vencedor por triplo 29-28, contrariando todas as apostas em Michel.
Sucuri vence luta técnica contra Vanessa Guimarães
O Ceará conheceu sua primeira campeã mundial de MMA no XFCi 12. Viviane Sucuri fez jus ao apelido e não deu espaço para Vanessa Guimarães respirar em muitos momentos. Apesar de um início de luta equilibrado, a cearense logo conseguiu levar a luta para o chão e tentou uma chave de braço seguida de triângulo. Após mais um round equilibrado, no terceiro foi a vez de Vanessinha, trocadora nata, tentar o jogo de solo e surpreender, inclusive com uma montada técnica. No entanto, Sucuri mostrou sua força e conseguiu a raspada seguida de mais uma tentativa de arm-lock, desta vez bem-sucedida, aos 4min08seg, conquistando o cinturão.
Sérgio Junior e Tirloni se destacam nas superlutas
Quem também fez bonito no hexágono foi Sérgio Júnior. O carismático lutador retomou a carreira em grande estilo e derrubou, em apenas 45 segundos, Vitor Negão, com um chute alto na cabeça. Outro conhecido do MMA, Ricardo Tirloni também levou seu rival, Jadison da Costa, à lona, com um potente soco na linha de cintura, vencendo o duelo no segundo round.
Nos GPs, o equilíbrio marcou a maioria das disputas. A luta de maior destaque foi entre Vanessa Melo e a britânica Molly McCann. Com disputa acirrada em pé e no chão, a brasileira saiu vitoriosa na decisão unânime dos juízes e avançou à semifinal do torneio peso-mosca feminino.

XFCi 12 – Resultados oficiais
Até 77,1kg: Carlston “Moçambique” Harris venceu Michel “Demolidor” Pereira na decisão unânime dos juízes laterais – Final do Torneio Meio-Médio da segunda temporada
Até 52,2kg: Viviane Sucuri venceu Vanessa Guimarães aos 4min8seg do terceiro round – Disputa de Cinturão Peso-Palha feminino
Até 57,2kg: José Maria “No Chance” venceu Marcel Adur por decisão unânime dos juízes laterais – Superluta
Até 70,3kg: Ricardo Tirloni venceu Jadison da Costa por nocaute técnico aos 2min40seg do segundo round – Superluta
Até 77,1kg: Sergio Junior venceu Vitor Negão por nocaute técnico com um chute alto aos 45seg do primeiro round – Superluta
Até 56,7kg: Vanessa Melo venceu Molly McCann por decisão unânime dos juízes laterais – Torneio Peso-Mosca feminino
Até 70,3kg: Ary Santos venceu Deive Daniel Oliveira por decisão unânime dos juízes laterais – Superluta
Até 70,3kg: Luciano Palhano venceu Antônio Paulo Nego por decisão unânime dos júizes laterais – Torneio Peso-Leve Masculino
Até 56,7kg: João Elias finalizou Jefferson Pedro com armlock aos 2min06seg do primeiro round – Torneio Peso-Mosca Masculino
Até 56,7kg: Pedro Curiri finalizou com um mata-leão Jimmy Martinez Vela aos 2min01seg do primeiro round – Torneio Peso-Mosca masculino
Até 52,2kg: Daniela “Dany Fenix” Da Silva venceu Hellen Bastos por decisão unânime dos juízes laterais – Torneio Peso-Palha feminino
Até 77,1kg: Gian Siqueira venceu Wellington Thurman por decisão unânime dos juízes laterais – Superluta

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here