Braddock vence segunda no MMA e brasileiro conquista cinturão dos meio-médios no HIT-FC III

19

anderson-braddock-vence-luke-morton

Foto: Divulgação

Mais uma vez a cidade de Zurique, na Suíça, foi palco do HIT Fighting Championship, um dos principais eventos europeu de MMA da atualidade. Com 11 combates eletrizantes, a terceira edição do HIT-FC foi um sucesso total e agitou o público que lotou as dependências do Maag Music Hall, no último sábado. Os principais destaques da noite ficaram por conta das conquistas de cinturão pelo brasileiro Daniel de Maddalena e do suíço Marko Kovacevic, nas divisões meio-médio (até 77kg) e galo (até 61kg), respectivamente, além da vitória de Anderson Braddock sobre Luke Morton, no único embate entre pesos-pesados da noite.

Presidente do HIT Fighting Championship, o empresário Augusto Frota se mostrou muito satisfeito com a terceira edição do evento e enfatizou o projeto de realizar edições da organização no Brasil em 2017.

“A qualidade do HIT-FC sobe a cada nova edição, e o resultado são os grandes combates que temos tido. Hoje, o nosso evento já é uma referência dentro da Europa, com grandes atletas migrando diretamente do HIT para as principais organizações de MMA do mundo, como o UFC, Bellator e o ONE FC. Nosso próximo passo será realizar edições fora da Suíça, e o Brasil está no nosso mapa. No próximo ano, muito provavelmente, vamos estar realizando edições dentro do Brasil”, disse Frota.

Marko Kovacevic aplica nocaute relâmpago e fatura cinturão peso-galo

Regado por muita provação e rivalidade pré-luta, o duelo principal da noite não decepcionou a torcida. Nele, Marko Kovacevic se tornou o primeiro campeão peso-galo do HIT-FC ao superar, já nos primeiros segundos de luta, o belga Brian Bouland. Empurrado pela torcida, Kovacevic foi com tudo para cima de seu adversário, aplicando um knockdown com um cruzado de canhota e completando o serviço com uma saraivada de golpes no ground and pound, levando o árbitro central a encerrar o combate. Está foi a oitava vitória do suíço no MMA profissional, sendo a primeira por nocaute.

Após início complicado, brasileiro vira luta e leva cinturão para casa

Após levar um atraso na trocação e sofrer um corte profundo na sobrancelha direita, o especialista em jiu-jitsu, Daniel de Maddalena, passou a lutar com bastante estratégia, tirando a velocidade do combate e esperando a oportunidade de levar o duelo para sua zona de conforto, que é a luta agarrada.

Com muita inteligência e oportunismo, após uma troca de clinches na grade, o brasileiro conseguiu realizar uma transição para as costas de Julien Piednoir, atacando o pescoço do francês sempre com muito perigo. Preocupado em defender os ataques de estrangulamento, Julien acabou se descuidando com o braço e Daniel aproveitou a oportunidade, saindo das costas e finalizando seu adversário com um belíssimo arm-lock ainda no 1° round.

A vitória, que foi a sexta na carreira do catarinense, rendeu o título da divisão meio-médio da organização. De Maddalena se juntou a Andrezinho Nogueira como os únicos atletas tupiniquins campeões do HIT Fighting Championship.

Braddock sofre knockdown, se recupera e finaliza duelo no 1° round

Para surpresa de todos os presentes ao Maag Music Hall, o striker de elite do GLORY World Series, Anderson “Braddock” Silva, passou um grande sufoco logo no comecinho do confronto, sofrendo um duríssimo knockdown, após uma troca franca de golpes na curta distância. Porém, o brasileiro provou ser um verdadeiro atleta de MMA, se recuperando do golpe sofrido, derrubando o inglês Luke Morton, passando a guarda e finalizando o duelo com um katagatame da montada, levando a torcida a loucura com a incrível virada.

O triunfo foi o segundo na carreira profissional de Braddock como lutador de MMA. A estreia de Anderson havia sido em abril deste ano, também pelo HIT-FC, quando ele superou Ruud “Destroy” Vernooij por nocaute técnico ainda no 1° round.

RESULTADOS:

Peso-galo: Marko Kovacevic venceu Brian Bouland por nocaute técnico no 1° round
Peso-meio-médio: Daniel de Maddalena venceu Julien Piednoir por finalização no 1° round
Peso-pesado: Anderson Braddock venceu Luke Morton por finalização no 1° round
Peso-leve: Dzevad Muftic venceu Diego Diserens por nocaute técnico no 3° round
Peso-leve: Reto Muff venceu Márcio Oliveira por finalização no 1° round
Peso-galo: Ayton De Paepe venceu Aziz Julaidan por decisão unânime dos árbitros
Peso-meio-médio: Kevin Richard venceu Richard Mpayi por finalização no 1° round
Peso-meio-médio: Patryk Nowak venceu Karim Bouraarassi por finalização no 2° round
Peso-galo: Valeire Ntsama venceu Stephanie Claire por finalização no 1° round
Peso-leve: Emerik Youmbi venceu Brian Hooi por nocaute técnico no 1° round
Peso-médio: Albert I. venceu Danijel Boyka por nocaute técnico no 1° round

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here