domingo, dezembro 17, 2017
Autores Posts por Nimai Dasa

Nimai Dasa

278 POSTS 0 COMENTÁRIOS

Conor McGregor vs Max Holloway UFC Fight Night 26 Full Fight

Conor “Notorious” McGregor vs Max “Blessed” Holloway
UFC Fight Night 26 – Shogun vs. Sonnen

WGP #43: Hector Santiago defende cinturão contra anfitrião Ignacio Capllonch na Argentina

Evento acontece nesta sexta-feira, dia 15, em Buenos Aires; além da disputa de título, Challenger GP, superlutas internacionais e retorno de campeã são destaques.

O argentino Ignácio Capllonch venceu o Challenger GP e estará em casa no WGP #43 (Divulgação WGP)

O WGP Kickboxing fechará o ano de 2017 com chave de ouro. Depois de sete edições realizadas, a organização desembarca neste dia 15 de dezembro em Buenos Aires (ARG), para sua primeira edição fora do país. O WGP #43 tem como protagonistas o paulista Hector Santiago e o argentino Ignacio Capllonch. O dois disputam o cinturão peso-leve do evento, hoje nas mãos do brasileiro. Enquanto o duelo na casa do adversário não preocupa o Hector, que também não nega um sabor especial em enfrentar Capllonch na Argentina, o hermano festeja chance de se apresentar diante dos amigos e familiares e deixou as provocações de lado sobre rivalidade entre os dois países. O WGP #43 tem início às 19h (de Brasília) com transmissão ao vivo do Canal Combate, Bandsports e Fox Sports.

Hector descarta pressão e vê lado bom de duelo na casa do adversário

Nascido e criado em São Bernardo do Campo, no ABC Paulista, Hector Santiago sempre foi um amante das artes marciais. Desde da admiração de criança pelo pugilista Mike Tyson em seus tempos áureos até a inspiração no kickboxer Andy Souwer já na fase adulta, Hector sempre teve o sangue das artes marciais correndo nas veias. Depois de começar no kung fu aos 10 anos de idade, ele conheceu o kickboxing ainda na adolescência e a paixão foi instantânea. Agora diante de Ignácio Capllonch ele tem o maior desafio da carreira e mostra que está bem preparado.

“A preparação está ótima, venho pegando pesado na parte física. Meus mestres estão fazendo o trabalho técnico e estratégia de luta. Não considero uma pressão a mais defender o título, até porque não encaro como uma defesa, e sim como uma nova conquista do título. Estou com a mesma sede de quando conquistei o cinturão, com a mesma agressividade e vontade”, garante.

Aos 24 anos, Hector possui um retrospecto de respeito no WGP. Foram seis lutas e seis triunfos conquistados. O último deles, diante de Bruno Cerutti, lhe rendeu o cinturão dos leves após uma batalha de cinco rounds. Dessa vez ele tem um desafio ainda maior, o duelo diante do experiente argentino Ignácio Capllonch não só marca sua primeira defesa de título, como acontece na casa do adversário, algo que para Hector só o motiva. A possibilidade de derrotar um argentino na casa dos hermanos também anima o campeão.

“Já vi as lutas do Ignacio no WGP, já acompanhava até um pouco antes dele estrear no evento. É um cara habilidoso e chuta muito bem, mas estou preparado. Tem sim um sabor especial enfrentá-lo na Argentina, querendo ou não torna tudo um pouco mais difícil, e a sensação de superação é incrível. Estou acostumado a lutar com a torcida contra, isso nunca me influenciou, ali em cima do ringue só sobra eu e ele, e só escuto as vozes dos meus técnicos pra me orientar”, confia.

Capllonch festeja duelo na Argentina e descarta rivalidade entre os dois países

Mesmo tendo atuado sempre fora de casa, é possível dizer que Ignacio Capllonch se sente muito à vontade no WGP. Com cinco lutas disputadas na organização, o lutador chegou a colocar uma mão no cinturão ao disputar a final do Challenger GP da divisão, no WGP #22, e ser derrotado pelo ex-campeão Paulinho Tebar. O retorno ao evento foi em grande estilo, com um nocaute espetacular sobre Jhonathan Leuch no WGP #33. Depois, na edição 36 bateu o cearense Ricardo Koreano e o chileno Felipe Artillero para garantir o título do GP e se garantir novamente como desafiante.

Aos 31 anos e com um extenso cartel de 78 lutas e apenas quatro derrotas, Capllonch festejou a chance de se apresentar em casa e apostou em uma de suas principais armas para sair vencedor: os chutes. “Lutar em meu país em um evento tão grande como o WGP é uma motivação gigante. Terei o apoio de todo o povo argentino, meus amigos, familiares e isso com certeza me dá um gás extra. O Hector é um grande adversário, mas eu confio no meu jogo e acredito que com minhas pernas eu posso fazer a diferença nessa luta e sair com o título”, projeta.

Natural de Buenos Aires, El Misil começou a carreira no taekwondo e migrou para o kickboxing aos 21 anos. E ele já tem títulos importantes no currículo como o bicampeonato mundial da WAKO, nas regras amadoras, em 2012 e 2014. Tido com um dos principais atletas argentinos no cenário do kickboxing mundial, Capllonch preferiu deixar de lado a rivalidade esportiva entre Brasil e Argentina.

“Meu oponente pode ser brasileiro, chileno, chinês, índio… não faz diferença alguma. Eu sempre gostei muito de lutar no Brasil, o público me trata muito bem. Para mim somos dois atletas em busca do mesmo objetivo. A rivalidade entre os países deixo para as pessoas que não vêem além do esporte até porque, acima de tudo, são dois profissionais”, afirma Capllonch.

O WGP #43 conta ainda com o GP da mesma categoria. Em uma semifinal o duelo será entre o brasileiro Bruno Cerutti diante do anfitrião Facu Suarez. Na outra chave Lucas Arce, também atleta da casa, encara o chileno Daniel Choque. As superlutas entre Nicolas Ryske e Fernando Nonato e Wallace Lopes diante de Sebastian Martino também prometem muitas emoções. Além da campeã peso-leve Nina Loch que retorna ao WGP após lesão para uma superluta em peso combinado diante da argentina Andrea Salazar.

WGP #43: Final Tour 2017

Data: 15/12/2017

Local: Microestadio de San Lorenzo – Buenos Aires/ARG

Transmissão: Canal Combate, Fox Sports e Bandsports

WGP #43 Main Card

Main Event: WGP Title Bout

Lightweight (60 kg)

Hector Santiago (Seven Fight Team – BRA) vs Ignacio ‘El Misil’ Capllonch (Dojo Serpiente – ARG)

Co-Main Event: Challenger GP Final

Lightweight (60 kg)

Semifinal 1 Winner vs Semifinal 2 Winner

Super Fight

Super Middleweight (78.1 kg)

Nicolas ‘El Picante’ Ryske (Picante Fight Club – ARG) vs Fernando Nonato (MBK/ABAMMRJ – BRA)

Super Fight

Light Middleweight (71.8 kg)

Sebastian Martino (Don Team – ARG) vs Wallace Lopes (Rio Fighters/ABAMMRJ – BRA)

Challenger GP: Semifinal 2

Lightweight (60 kg)

Lucas Arce (Mudo Team/Dojo Serpiente – ARG) vs Daniel ‘Choque’ (União ABC Chile – CHI)

Challenger GP: Semifinal 1

Lightweight (60 kg)

Facu Suarez (Picante Fight Club – ARG) vs Bruno Cerutti (CT Celio Rodrigues – BRA)

Super Fight

Super Lightweight (64.5 kg)

Pablo ‘Mudo’ Roa (Dojo Serpiente – ARG) vs Vinicius Bereta (União ABC – BRA)

Super Fight

Women’s Catchweight (63.5 kg)

Andrea Salazar (Mudo Team/Dojo Serpiente – ARG) vs Nina Loch (Chute Boxe Floripa – BRA)

Super Fight

Lightweight (60 kg)

Braian Okonski (Picante Fight Club – ARG) vs Renzo Martinez (Team Marcelo Sallas – BOL)

Super Fight

Light Middleweight (71.8 kg)

Martin Velasco (Velasco Team – ARG) vs Mateus Gatti (Nak – BRA)

WGP #43 Undercard

Super Fight

Super Lightweight (64.5 kg)

Pablo Paoliello (AKIBO – ARG) vs Gerardo Gonzalez (Huérfanos Fight Team – ARG)

Super Fight

Super Lightweight (64.5 kg)

Gonzalo Días Arredondo (Picante Fight Club – ARG) vs Ernesto de la Colina (Escuela El Cuervo – ARG)

Super Fight

Super Lightweight (64.5 kg)

Tomas Aguirre (Kbox/Punishers Team – ARG) vs Nicolas Jarai (Dojo Serpiente – ARG)

Super Fight

Light Middleweight (71.8 kg)

Enzo Sanchez (Picante Fight Club – ARG) vs Nicolas Sanchez (Dojo Serpiente – ARG)

Super Fight

Lightweight (60 kg)

Erik Miloc (Academia Calderani/Dojo Serpiente – ARG) vs Facundo Gomez (Dojo Satan – ARG)

FLC 6 agita o viaduto de Madureira nesta quinta com disputa de cinturão no peso pesado

Evento, que terá venda de ingressos no dia, é marcado por presença de estrangeiros no card.

Fotos: Naila Bicalho/CUFA

O viaduto de Madureira recebe mais uma edição do FLC nesta quinta-feira, às 21h, com transmissão ao vivo do Combate. O evento, que é promovido pela Central Única das Favelas (Cufa), com produção da InFavela, terá um total de nove lutas profissionais, com destaque para a disputa de cinturão dos pesos pesados (até 120 Kg) entre Carlos Ruan e Renan Problema. Na última quarta, os atletas subiram na balança para a pesagem oficial e tiveram o primeiro contato entre eles, onde posaram para fotos da tradicional encarada.

“Quero manter os pés no chão. Treinei muito para estar onde estou. Quero ganhar esse título, e me manter no FLC, depois acredito que as portas vão ser abrir para eventos como o ACB (evento russo de grande porte) ou, quem sabe, o UFC”, disse Renan Problema, após a pesagem.

Renan, porém, ele não encontrará facilidades para cumprir a sua meta no FLC. O octógono do Espaço CUFA traz ótimas recordações para Carlos Ruan, que na última edição do maior evento de MMA para moradores de favela do mundo, em maio, deixou o adversário Júnior Dinamite desacordado. Agora ele espera fazer algo parecido.

“É óbvio que se depender dar minha vontade, quero nocautear logo. Mas sei que o Renan é um adversário muito duro e vai dificultar muito durante o combate. Tenho meu jogo definido, e, apesar da qualidade do adversário, tenho certeza que vou ganhar esse cinturão”, disse Carlos, confiante.

Outro duelo que deve empolgar o público presente no Viaduto de Madureira é entre Karina Oliveira e Kathelin Thaís, na categoria peso galo, mantendo a tradição do FLC de valorizar e incentivar as mulheres no universo da luta. Além desse, a segundo combate mais importante da noite, entre os médios Jorginho Filho e Cemey Meiota deve se destacar no evento.

Nesta quinta, dois estrangeiros estarão competindo no Viaduto de Madureira, o paraguaio Jorge Daniel enfrenta Guilherme Nogueira, e o uruguaio Gonzalo Loffler mede forças com Romário Garcia.

Os ingressos para o FLC 5 ainda estão a venda e podem ser adquiridas no dia do evento. Os preços variam de R$ 10 a R$ 20. Todas as lutas serão transmitidas ao vivo, e com exclusividade, pelo Combate, a partir das 21h.

Serviço
FLC6
Data: 14 de dezembro (quinta-feira)
Local: Espaço CUFA
Endereço: Francisco Batista, 02, sob o viaduto Negrão de Lima, Madureira
Horário: 21h (de Brasília).

Confira o Card atualizado
Jobson Nogueira X Vanilton Antunes (Leve)
Luanderson Tourinho x v (Peso combinado 58 Kg)
Karina Oliveira X Kathelin Thaís (Galo)

Romário Garcia X Gonzalo Loffler (Mosca)

Leandro Munrá X Marcos Sorriso (Pena)

Jorge Daniel He-man X Guilherme Nogueira (Meio médio)
Pedro Henrique Santos X Caio Eduardo (Leve)

Cemey Meiota X Jorginho Filho (Médio)
Renan Problema X Carlos Ruan (Pesado – CINTURÃO)

Fotos: Naila Bicalho/CUFA

UFC – Os Golpes mais CRIATIVOS

UFC Fight Night 122 – Michael Bisping x Kelvin Gastelum (vídeo da luta completa)

UFC: Vídeo da luta – Bisping x Gastelum

UFC Fight Night 122
Local: Xangai, China
Sábado, 25 de novembro de 2017
Veja o vídeo da luta na integra

Vídeo: luta completa – Chris Gruetzemacher vs Davi Ramos

Parte 1

Parte 2

Vídeo: luta completa – Cub Swanson vs Brian Ortega

Parte 1

Parte 2