Augusto Tanquinho tem novo desafio no MMA

4
Invicto na carreira profissional, atleta encara Tyler Bialecki no RITC 180, dia 24 de outubro, nos Estados Unidos.
Em sua última luta, Tanquinho finalizou Donald Williams com um triângulo (Divulgação/Legacy FC)
O ano de 2015 foi o primeiro na carreira de Augusto “Tanquinho” Mendes no qual ele teve que se dividir entre competições de MMA e grappling. Após vitórias no cage do Legacy FC em fevereiro e julho deste ano e a participação no ADCC, em agosto passado, o lutador retorna às artes marciais mistas e enfrenta o norte-americano Tyler Bialecki no dia 24 de outubro, pelo RITC 180, no Arizona, nos Estados Unidos. A luta é válida pela categoria peso-galo (até 61,2kg).
O novo desafio será o sexto na carreira profissional do brasileiro. Até então, foram cinco triunfos, sendo um por nocaute e quatro por finalização, especialidade do faixa-preta campeão mundial de jiu-jitsu de 2013. “Recebi essa proposta antes mesmo de viajar para o Brasil, para disputar o ADCC, e disse que responderia quando voltasse. Não tive lesão alguma na competição, então, de volta aos Estados Unidos, assinei o contrato para lutar”, conta Tanquinho, que conquistou a medalha de bronze na competição de grappling, realizada em São Paulo. 
Aos 32 anos, Tanquinho está embalado por três vitórias competindo pela organização norte-americana Legacy FC, a última sobre Donald Williams por finalização, mas a demora na renovação de contrato com o evento e o desejo de se manter ativo no MMA foram os motivos que levaram o carioca a aceitar uma luta por outra franquia. Assim, o camp de treinamento já começou, mais uma vez ao lado do ex-campeão do UFC Bem Henderson.
“Aceitei o desafio por considerar que seja um bom momento para lutar novamente. Estou saudável, sem problema algum com lesão, então estou pronto para entrar em ação novamente. Estou comprometido com a vitória e farei de tudo para sair do ginásio vencedor. Será a sexta em seis lutas, uma marca importante na minha carreira. Iniciei um treinamento intenso nesta semana, já focando na luta, com a ajuda dos meus companheiros da MMA LAb. Estarei 1.000% preparado no dia da luta”, avisa o invicto lutador.
’Bateria recarregada’ em folga no Rio de Janeiro
Atualmente treinando e residindo no Arizona, região sudoeste dos Estados Unidos, Augusto Tanquinho aproveitou a semana pós-disputa do ADCC para visitar amigos e parentes no Rio de Janeiro. Durante o momento de descanso e lazer, também houve tempo para ele realizar alguns treinos de jiu-jitsu com a equipe Soul Fighters, time de jiu-jitsu que ajudou a fundar ao lado do seu irmão Bruno Mendes e de Rafael Barbosa, Leandro Escobar e Álvaro Mansur. 
Além da saudade acumulada em um ano sem visitar sua terra natal, Tanquinho aproveitou ainda para ter outro desejo realizado: sair da dieta. De volta aos Estados Unidos, porém, o atleta já voltou para sua rotina. “Foi ótimo ter visitado o Rio, rever amigos, familiares, ‘meter o pé na jaca’, comendo tudo o que tinha vontade (risos). Fui à praia, matei a saudade das minhas origens. Serviu para eu recarregar minhas baterias, voltar para casa concentrado já na minha próxima luta e nos outros desafios que virão”, encerra Tanquinho. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here