Vem Na Mão | Uma porrada de notícias sobre o mundo MMA

Voltar ao topo

Notícias

Aspera FC 43: Baby defende cinturão contra Dragão em noite de disputa de título entre as mulheres

Na co-luta principal Taila Santos e Kézia Zbonik duelam pelo título dos penas-femininos; Maiquel Falcão estreia na organização no card principal.

291125_629347_aspera_fc_43

Foto: Divulgação

Um dos maiores eventos do Brasil e entre os maiores do mundo, o Aspera FC retorna em uma noite que consagrará mais dois campeões da organização. No AFC 43, neste sábado, dia 13 de agosto, em Paranaguá (PR), Junior Baby defende pela primeira vez o cinturão conquistado da divisão até 120kg contra Rodrigo “Dragão” Guelke. Na co-luta da noite, uma disputa feminina pelo cinturão até 61kg. Atleta da Astra Fight Team, Taila Santos enfrenta Kézia Zbonik,da BFT. O card principal ainda contra com a presença do mundialmente conhecido Maiquel Falcão, ex-UFC e Bellator, contra Tyago Buda, em duelo até 88kg. O card principal terá transmissão ao vivo do Esporte Interativo, a partir das 20h (de Brasília).

“Este é um dos eventos mais aguardados do ano. A cidade de Paranágua é apaixonada por esportes e pelo Aspera. Por isso, montamos um card do jeito que os fãs merecem. Serão duas disputas eletrizantes de cinturão, com o Baby em sua primeira defesa. Do outro lado, um dos mais respeitados pesos-pesados do Brasil, o Rodrigo Dragão. Para completar temos o retorno do Maiquel Falcão ao Brasil, além da disputa do cinturão feminino entre duas ótimas lutadores. Estamos empolgados”, comenta o presidente do AFC, Marcelo Brigadeiro.

Avassalador Baby defende título

Com apenas 25 anos, Junior Baby entra no cage para defender pela primeira vez o título do Aspera FC, na divisão até 120kg, com um cartel de 12 vitórias e somente duas derrotas. Baby venceu seus últimos oito duelos, sendo o último na Sérvia contra Ivan Vicic, ao nocautear com menos de um minuto de luta. No AFC, o lutador já venceu cinco duelos, com o último pelo título diante de Tiago Cardoso, por nocaute. Além disso, Junior Baby ainda contará com a presença em massa da torcida em Paranaguá, já que o atleta é natural da cidade que vai sediar o evento.

O rival de Baby também é um velho conhecido dos fãs paranaenses de MMA. Natural de Ponta Grossa, Rodrigo Guelke, o Dragão, é atleta da Zenindin e filho do mestre Paulão Imperador. Com 30 anos, Dragão é veterano e já soma 19 vitórias no cartel, com 12 derrotas. Entre os desafios de cinturão que Guelke já fez, está a disputa do título do Shooto Brasil, quando foi derrotado por Caio Alencar. Seus últimos dois duelos, duas vitórias por nocaute ainda no primeiro round. No Aspera, ele faz sua estreia.

Invictas pelo cinturão

Para ficar com o título da divisão até 61kg feminino, Taila Santos ou Kezia Zbonik terão que impor a primeira derrota na carreira para a rival. Isto porque, as sulistas entram no cage sem saber o que é perder profissionalmente no MMA. De um lado, Taila, natural de Jaraguá do Sul (SC), venceu todas as 13 lutas que fez, com impressionantes nove nocautes. Lutar o Aspera para a catarinense não é uma novidade. Ela entrou no cage da organização em sete oportunidades, nocauteando cinco das rivais e finalizando em outras duas oportunidades.

Já a jovem Kezia fará sua estreia na organização. No MMA, apesar do invicto cartel profissional, sua carreira é curta com apenas três vitórias em três duelos. No amador, Kézia soma os mesmos três triunfos em três lutas. Das vitórias profissionais, duas foram por nocaute e outra na decisão dos juízes, para a lutadora de Araucária, no Paraná.

Maiquel Falcão retorna ao Brasil

Conhecido no cenário mundial do MMA e polêmico. Este é o perfil de Maiquel Falcão, que retorna aos eventos nacionais. Aos 35 anos, o gaúcho de Pelotas coleciona passagens pelo Bellator e pelo UFC, dois dos maiores eventos do mundo, e estreia no Aspera FC. Falcão soma 35 vitórias e nove derrotas na carreira, porém vem de dois reveses, uma no polonês KSW, maior evento europeu, e outra no M-1 Challenge, na Sérvia. Pelo UFC, fez um duelo e venceu Gerald Harris, na decisão unânime dos juízes. Enquanto no Bellator, seu recorde é mais longo com quatro lutas e três vitórias. Sua única derrota aconteceu quando foi desafiante ao cinturão contra Alexander Shlemenko. No Brasil, ele não luta desde outubro de 2011.

Do outro lado estará Tyago “Buda” Moreira. Também veterano, aos 34, o potiguar venceu dez lutas na carreira e foi derrotada em outras cinco.Nos últimos dois duelos foi declarado vitorioso por nocaute técnico.

Grandes nomes completam a noite

Campeão do Tachi Palace e ex-desafiante ao cinturão do KSW, Fabiano Jacarezinho (26-8) é outro que retorna ao Brasil depois de um bom tempo fora. Sem lutar no país desde maio de 2014, Jacarezinho vem de duas vitórias e busca espantar o momento ruim na carreira contra o jovem Lucas Pivatto (5-1), de 22 anos, e natural de Paranaguá. Pivatto é companheiro de treinos de John Lineker, do UFC, e venceu todas as lutas de sua carreira por finalização no primeiro round.

Detentor do recorde de melhor início de carreira da história do MMA, com 31 vitórias em 31 lutas, Luís Japa (31-1) busca recuperar-se de sua primeira derrota, ocorrida em fevereiro no Aspera FC em Curitiba. Japa enfrenta José Carlos Metal (16-8) da Noguchi Team. Japa tem 19 finalizações e nove nocautes na carreira enquanto Metal venceu seus últimos dois duelos.

Abrindo o card principal, Saimon Oliveira (8-2) enfrenta Antônio Stark (7-6) em duelo de promessas do peso-galo. Stark venceu sete das suas últimas oito lutas enquanto Saimon tem duas vitórias em três lutas no Aspera FC.

Aspera FC 43: Baby x Dragão
Data: Sábado, 13 de Agosto – a partir das 16h (de Brasília)
Local: Ginásio Albertina Saimon, Paranaguá, Paraná
Transmissão: Esporte Interativo, a partir das 20h (de Brasília)

Luta principal – Disputa do cinturão até 120kg
Júnior Baby (Astra Fight Team) x Rodrigo Dragão (Zenidim)

Card Principal
Cinturão até 61kg Feminino – Taila Santos (Astra Fight Team) x Kézia Zbonik (BFT)
Até 88kg – Maiquel Falcão (Falcão Team) x Tyago Buda (GT Fight)
Até 66kg – Fabiano Jacarezinho (X Gym) x Lucas Pivatto (OCS)
Até 61kg – Luís Rafael Japa (Astra Fight Team) x José Carlos Metal (Noguchi Team)
Até 61kg – Everton Monteiro (Astra Fight Team) x Carlisson Diego (Arena)
Até 61kg – Saimon Oliveira (Astra Fight Team) x Antonio Stark (Arena)

Card Preliminar
Até 66kg – Guilherme Costa (OCS/American Top Team) x Júnior Lima (Gentilini Fighters)
Até 61kg – Rangel Spankz (Astra Fight Team) x Jeferson Serafim (Gentilini FIghters)
Até 61kg – Luiz Bernardi (Striker’s House) x Apóstolis Andrade (OCS)
Até 55kg – Thaiane Souza (CM System) x Carol Miss Barbie (TIGER)
Até 90kg – Cristofer Boruch (OCS) x Alex Marmaduke (Gentilini Fighters)
Submission Até 70kg – Orestes Betran (ATC) x Bruno Pires (OCS)



Artigos Relacionados