Aspera FC 39: Giba e Buga sobem ao cage para decidir o título dos médios da organização

4

Veteranos não se complicam na hora da passagem e fazem luta principal; Morceguinho e Rani Rex entram em ação no co-evento principal deste sábado, em Balneário (SC).

286152_613463_39_poster__1_

Foto: Divulgação

Neste sábado, dia 18 de junho, acontece o Aspera FC 39, um os maiores eventos de MMA do Brasil e entre os 20 maiores do mundo. E a pesagem ocorreu nesta sexta-feira, no Ginásio Sérgio Lorenzato, em Balneário Camboriú, Santa Catarina, sem maiores problemas. Na luta principal, dois veteranos de 34 anos, Gilberto Giba e Rodrigo Buga, ficaram dentro do limite de até 84kg, com 83,7kg e 84kg respectivamente, e estão aptos para a disputa do cinturão da divisão. Na co-luta, tanto Julio Cesar Morceguinho quanto Rani Rex também viram a balança apontar o limite dos 66kg e vão para o duelo.

“Estamos ansiosos para estes combates, já que conheceremos um novo campeão da nossa franquia”, comenta o presidente do AFC, Marcelo Brigadeiro. “O card foi escolhido de forma rigorosa. Apontamos os melhores para se tornar campeão do Aspera e chegamos até o Giba e o Buga. Vai ser um duelo onde qualquer erro pode decidir. Mais uma vez Santa Catarina vai assistir a um grande show de MMA”, completa.

Duelo de estilos marca evento principal

De um lado, um conceituado atleta da luta livre. Do outro, um especialista em chão. Essa é a tônica guardada para o duelo entre Gilberto Giba, da luta livre, e Rodrigo Buga, do jiu-jitsu. Com carteis longos e conhecidos no Brasil, a dupla prega respeito, mas espera impor seu jogo para sair como campeão do Aspera.

“Tenho cinco cinturões na carreira, mas este do Aspera será especial. Será o maior e melhor que posso conquistar e para isso é preciso não dar brechas. Sei que o Giba é duro e é difícil duelar com alguém da luta livre. Mas estou pronto para impor meu jogo e quero buscar a finalização ou nocaute”, receita o paraibano Buga.

Atleta da Astra Fight Team, de Santa Catarina Giba acredita que se fizer uma luta tática e impedir a arte suave do rival, sairá do cage como campeão dos médios.

“É um atleta duro e experiente. Conhece bastante de chão, mas mesmo assim não acho que pode me surpreender. Se lutar com calma e impor meu estilo na luta livre, serei campeão do Aspera. Além do mais, pretendo ser o detentor desse cinturão por muito tempo”, analisa Giba.

De volta ao Brasil, Morceguinho quer aumentar cartel vitorioso

A impressionante marca de 30 vitórias e só uma derrota, com apenas 22 anos, faz de Morceguinho favorito a qualquer duelo na carreira. Em seu retorno ao Brasil, ele terá o prospecto paranaense Rani Rex no caminho. Após passagem pelo Bellator, ele sabe que a experiência de um evento internacional pode alavancar ainda mais sua expressiva marca.

“Conquistei muita coisa em pouco tempo. Venci 30 duelos em toda a carreira e adquiri experiência. Acho que isso pode ser um diferencial para aumentar esse número. Quero fazer história no MMA e vencer no Aspera é um grande passo”, afirma.

Rex, por sua vez, é dois anos mais novo que Morceguinho e chega ao combate com um cartel de 16 vitórias e sete derrotas.

Card principal com grandes lutas

Além dos grandes duelos da noite, o card principal ainda contará com a presença do ex-TUF e ex-Bellator, Tim Ruberg, que encara Cleiton Caetano. Os dois não tiveram problemas com a balança. O card ainda traz Cleiton Foguete que mede forças com Paulo Sergio Kuka e Gian Siqueira, ex-XFC, contra o veterano da Team Nogueira, Silmar Sombra.

Aspera FC 39: Giba vs. Buga

Data: 18 de junho de 2016, Sábado
Local: Ginásio Sérgio Lorenzato, Balneário Camboriú, Santa Catarina
Transmissão: Esporte Interativo, a partir das 20h (de Brasília)

Luta principal – Disputa do cinturão até 84kg
Gilberto Giba (Astra Fight Team) x Rodrigo Buga (Eduardo Team)

Card Principal
Até 66kg – Júlio César Morceguinho (Astra Fight Team) x Rani Rex (Zenidim)
Até 77kg – Gian Siqueira (Nova União) x Silmar Sombra (Team Nogueira)
Até 77kg – Tim Ruberg (Astra Fight Team USA) x Cleiton Caetano (Universidade Da Luta)
Até 70kg – Gustavo Lost (Chute Boxe) x Alan Francis (Striker’s House)
Até 66kg – Cleiton Foguete (Astra Fight Team) x Paulo Sérgio Kuka (Irmãos Borges)
Até 70kg – Carlos Thaíde (Astra Fight Team) x Jonathan Sagat (Irmãos Borges)
Até 70kg – Guilherme Trindade (Astra Fight Team) x Matheus Sescon (Irmãos Borges)

Card Preliminar

Até 84kg – Huinderton Cavadeira (Open One) x Bruno Oliveira (Corinthians MMA)
Até 57kg – Danimar Pastusak (CM System) x Rodrigo Azevedo (Chosen NU)
Até 61kg – Jackson Tortora (Chute Boxe) x Pedro Henrique (Nova União)
Até 61kg – William Dudinha (Nova União) x Sidnei Schimitt (Chute Boxe)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here