Amazon Talent 5: Dagoberto ‘Jungle Boy’ ganha luta principal e Joice Mara leva galera ao delírio

18

Luta 11 - Dagoberto Jungle Boy vence Júnior Boya -  foto 1 - by Emanuel Mendes Siqueira

Foto: Divulgação

A quinta edição do Amazon Talent foi marcada pela convincente vitória de Dagoberto “Jungle Boy” da Costa (Hikari/CT Brunocilla) sobre Júnior Boya (JB MMA/Nova União) na luta principal e também pelo show proporcionado por Joice Mara da Silva (JMT/Manaus Fight), que mesmo perdendo por decisão dividida para Andreia Cerdeira (Cardoso Team) saiu aplaudida de pé pela garra e técnica mostrada durante os três rounds do combate válido pelo peso palha (até 52 kg). O evento organizado por Diogo Dutra e Sammy Dias aconteceu na noite desta quinta-feira, 1 de setembro, com casa cheia no Sport Bar, em Manaus.

No main event, o “Garoto da Selva” e o experiente Júnior Boya se enfrentaram pelo peso combinado até 60 kg. Oriundos da luta livre, ambos partiram para a trocação franca, mas foi o novato Dagoberto que levou a melhor sobre o ex-campeão dos moscas do Jungle Fight com uma finalização em chave de braço a 1min59seg do primeiro round.

“Estou muito feliz por sair do octógono com a vitória em cima do ex-campeão do Jungle Fight. A preparação para essa luta foi muito difícil, pois aceitei o combate com 13 dias e tive que perder 14 quilos”, afirmou Dagoberto.

Jungle Boy enalteceu o papel de sua equipe em sua carreira e dedicou a vitória para sua esposa, a lutadora de caratê Whitney Paloma, que prestigiou o evento.

“Quero agradecer primeiramente a Deus por tudo que ele vem fazendo na minha vida, além da minha família, dos meus amigos e de todos da minha equipe (Hikari/CT Brunocilla). Dedico essa vitória especialmente para minha mulher que esteve ao meu lado o tempo todo”, concluiu o campeão, que agora espera o chamado para lutar o Rei da Selva 8.

Joice x Andreia: luta feminina do ano

Antes do combate, Joice Mara e Andreia prometeram que o confronto seria um espetáculo. Foi melhor, foi uma guerra. Com 27 anos e treinada por Júnior Cardoso, Andreia começou vencendo o primeiro round ao derrubar Joice Mara, de apenas 17 anos, e pressioná-la na grade. No segundo round, porém, a “Menina de Ouro” da academia JMT/Manaus Fight mostrou o melhor do muay thai ensinado pelo professor Jefferson de Paula. Joice levou a melhor claramente, invertendo posições e aplicando melhores chutes e socos.

A definição da campeã foi para o terceiro round. Andreia novamente levou Joice ao solo, mas a pequena guerreira do bairro da Compensa, Zona Oeste de Manaus, saiu da posição de submissão e foi para a trocação, levando a torcida ao delírio. Terminou o combate no gás e a definição ficou nas mãos dos juízes laterais. O resultado foi 2 a 1 para Andreia. O público aplaudiu ambas as atletas.

Depois da premiação, o organizador Sammy Dias garantiu a presenças das duas lutadoras no Rei da Selva 8. Emocionada, Joice Mara chorou de felicidade por ter feito um excelente trabalho e ter conquistado a galera.

“A luta foi muito equilibrada e estou feliz pelo reconhecimento do público, isso é importantíssimo para mim, para minha equipe e meus patrocinadores. Graças a Deus, tenho lutas marcadas no Big Way Fight 10 e no Rei da Selva 8. Sou muito nova e minha história está apenas começando”, comentou Joice Mara.

Outros vencedores

A quinta edição do Amazon Talent tem mais nove vencedores: Felipe Rego (SD System/Checkmat), Elvis Brenner (Melvin Revilla), Caio César “Parangolé” (Império CT), Salenco Steel (Deo Academy), Geraldo Nogueira (SD System/Checkmat), Rosana Vasconcelos (Pesadão/Rio Preto da Eva), Lucas Campelo (SD System/Checkmat), Fábio Henrique (RCT/Coari/Team Nogueira) e Patrick de Souza (D.R. Team/Parintins).

Resultados do Amazon Talent 5:

Sport Bar, Manaus, 1 set 2016

Até 60 kg (peso combinado) – Dagoberto “Jungle Boy” (Hikari/CT Brunocilla) venceu Júnior Boya (JB MMA/Nova União) por finalização em chave de braço a 1min59seg do primeiro round;

Até 61 kg (galo) – Felipe Rego (SD System/Checkmat) venceu Abidal Silva (Herison Reis/Kadosh) por nocaute a 1min44seg do primeiro round;

Até 66 kg – Elvis Brenner (Melvin Revilla) venceu Eurides Bandeira (Mutação/Coroado) por finalização em chave de braço aos 4min20 do terceiro round;

Até 52 kg (palha) – Andreia Cerdeira (Team Cardoso) venceu Joice Mara da Silva (JMT/CT Manaus Fight) por decisão dividida dos juízes;

Até 84 kg (médio) – Caio César “Parangolé” (Império CT) venceu Brutos Capoeira (CT Operacional) por nocaute aos 48 seg do primeiro round;

Até 84 kg (médio) – Salenco Steel (Deo Academy) venceu Ramon Costa (Nonato Muay Thai) por nocaute técnico a 1min55seg do primeiro round;

Até 57 kg (mosca) – Geraldo Nogueira (SD System/Checkmat) venceu Cristiano Moraes (RDBJJ/Pequeno Team) por finalização aos 3min29seg do primeiro round;

Até 52 kg (palha) – Rosana Vasconcelos (Pesadão/Rio Preto da Eva) venceu Patrícia Adria Rodrigues (92BJJ/Projeto Nandinho) por finalização em triângulo aos 3min50seg do segundo round;

Até 84 kg (médio) – Lucas Campelo (SD System/Checkmat) venceu

Elias Xavier (CT Operacional) por finalização em mata-leão aos 2min49seg do primeiro round;

Até 61 kg – Fábio Henrique (RCT/Coari/Team Nogueira) venceu Julianno Arcanjo (JMT/CT Manaus Fight) por nocaute técnico aos 2min22seg do primeiro round;

Até 70 kg (leve) – Patrick de Souza (D.R. Team/Parintins) venceu Júnior Cachoeira (Coach Boxe/Itacoatiara) por nocaute técnico aos 4min18seg do segundo round.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here