Vem Na Mão | Uma porrada de notícias sobre o mundo MMA

Voltar ao topo

Notícias

Adriano Moraes quer nocaute em luta pelo título no ONE

Após resultado polêmico na luta que lhe tirou o cinturão dos moscas, brasileiro não quer deixar decisão para os juízes laterais; duelo acontece neste sábado, dia 13.

291168_629221_3992_img_5599_o

Foto: Divulgação

Existe uma máxima no esporte que diz “a derrota ensina mais que a vitória”, e ela se aplica perfeitamente ao momento de Adriano Moraes. O brasileiro perdeu o cinturão peso-mosca (até 56,7 kg) do ONE Championship após controversa decisão dividida dos juízes laterais, em novembro do ano passado, e aprendeu a lição: encerrar suas lutas. É isso que ele planeja para o embate deste sábado, dia 13 de agosto, contra Tilek Batyrov na principal luta do ONE Championship 40, em Macau, na China. O duelo, válido pelo título interino da categoria, tem transmissão ao vivo do canal Esporte Interativo, a partir das 9h30 (horário de Brasília).

Aos 27 anos, Adriano Moraes superou o amargo revés diante do cazaque Kairat Akhmetov, atual campeão peso-mosca da franquia, e mostrou ter aprendido a lição ao não dar chances para Eugene Toquero, em março deste ano, finalizando o filipino ainda no primeiro round e se reabilitando no cage circular do ONE. Oriundo do jiu-jitsu, modalidade na qual é faixa-preta, o brasileiro espera superar em pé seu novo oponente.

“Acredito que a luta será decidida na trocação, que será o meu diferencial no combate. Estou evoluindo muito nessa área desde que cheguei na American Top Team. O Katel Kubis está me ajudando muito nesse processo, ele é um excelente treinador. O Kelson Pinto também está deixando meu boxe cada dia melhor, então estou confiante para conquistar o cinturão com um nocaute”, avisa o lutador.

Adriano exibe um cartel profissional com 16 lutas, sendo 14 vitórias e apenas duas derrotas. Para a chance ao título interino, ele teve o oponente modificado em cima da hora. Faltando uma semana para o combate, Andrew Leone deu lugar ao quirguistanês Tilek Batyrov. A mudança repentina fez o brasileiro correr para estudar o jogo do novo adversário.

“Ainda não entendi o que houve com o Leone, não me explicaram o motivo da mudança. Foi de uma hora para outra, mas não quero saber disso. Meu foco é o mesmo. Quero subir no cage e mostrar aos fãs o que melhor sei fazer, lutar bem e ter uma grande vitória. Vi que ele é um cara duro, do wrestling mas que também gosta do boxe. Será um bom espetáculo, e tenho certeza que vou me sair bem”, planeja.

Natural de Brasília, Distrito Federal, Adriano está focando no desafio que tem pela frente neste sábado, mas é impossível não pensar numa possível revanche contra Kairat Akhmetov, seu algoz de outrora. “Essa luta vai acontecer no momento certo, e tomara que seja logo na sequência. Kairat e eu temos contas para acertar, mas meu foco, neste momento, está todo no Tilek Batyrov”, encerra.



Artigos Relacionados